As boas novidades do Projeto "Wikipraça" - São Paulo São

O projeto Wikipraça está em uma nova fase. Começou como projeto independente no Rio de Janeiro no final do ano 2012. Rodou como código urbano participativo da prefeitura de São Paulo, sendo um dos três projetos pilotos da Secretaria de Direitos Humanos.

Mas em fevereiro do 2015 acabou essa fase institucional, que ainda vamos avaliar publicamente em este site. A Wikipraça volta a ser um projeto independente e autônomo, característica que nunca perdeu. A Wikipraça, como método de participação e mediação dos espaços urbanos, foi aprimorando o seu código nessa última fase Wikipraça Arouche, desenvolvida no largo do Arouche de São Paulo. A parceria com a Secretaria de Direitos Humanos foi vital: mostrou a importância da escuta do poder público mas também os limites do institucional. O método participativo da Wikipraça – uma mistura de ferramentas digitais e mecanismos analógicos- é um método aberto, incompleto e imperfeito. Por isso, a Wikipraça continua como projeto e processo coletivo. Seguiremos incentivando a participação cidadã no largo do Arouche de São Paulo, onde a WikiHorta (horta urbana colaborativa) ainda é uma referência. Mas também queremos que o método Wikipraça circule por outros espaços da cidade de São Paulo e do Brasil.

Aqui, algumas das novidades dos últimos meses do projeto Wikipraça.

Cartografia afetiva. 

O projeto #WikipraçaSP – #Wikipraça Arouche começou há uns meses um novo caminho cartográfico para o largo do Arouche: uma cartografia viva, afetiva, emocional, para achar espaços comuns para todos os públicos do Arouche. Depois de vários encontros (o próximo é sábado 13 as 13 horas), estamos chegando no ponto da cartografia em formato digital. Nas próximas semanas vamos enriquecer ela com os diferentes inputs recebidos.

WikiHorta. 

A horta comunitária que surgiu no final do ano passado no largo do Arouche foi uma experiência coletiva marcante. Depois da assembleia para discuti-la, a parceira Júlia Álvarez desenhou uma planta de como imaginava a construção. Criamos uma planilha aberta na internet, cutucamos digitalmente muitos que poderiam ajudar (Hortelões Urbanos, por exemplo) e desenvolvemos alguns mutirões. A horta se transformou em um dos espaços mais agregadores e transversais do largo do Arouche e do projeto Wikipraça.

LabCidade. 

O projeto Wikipraça foi convidado para participar no Laboratório da Cidade. O objetivo do Lab é compartilhar pesquisas e projetos para a capital paulista. As mais de 40 iniciativas participantes pretendem criar uma rede aberta e multidisciplinar. Por enquanto, alguns colaboradores da Wikipraça participam em alguma reunião e frequentam o espaço do Lab Cidade, na Vila Madalena.

Fonte: #Wikipraçahttp://bit.ly/1BZ78xv