‘Meu Amigo Refugiado‘ quer aproximar refugiados de famílias brasileiras para o Natal - São Paulo São

User Rating: 0 / 5

Com mais de 8 mil refugiados registrados no Brasil e outros 28 mil esperando a aprovação do seu status de refugiado, aqui no país há uma grande quantidade de gente recomeçando a vida. Para ajudar essas pessoas a Migraflix, instituição de ajuda a refugiados, desenvolveu o projeto “Meu Amigo Refugiado“. 
 

O projeto tem como objetivo unir essas pessoas refugiadas a famílias brasileiras numa época que não poderia ser mais apropriada: o Natal.

Com o espírito de união, o projeto deixa qualquer refugiado se cadastrar e qualquer família brasileira abrir as portas para um convidado especial.

Já estão cadastrados na plataforma 13 refugiados em São Paulo e dois no Rio. Entre eles, uma síria, um cubano, um palestino e dois da América do Sul, um colombiano e um venezuelano.

Trata-se de uma iniciativa da Migraflix, ação social que promove a integração de refugiados e imigrantes, baseada em workshops culturais e atividades ministradas por eles para brasileiros. A criação é da NBS com apoio de mídia da Posterscope.

Segundo o fundador do Migraflix, o processo é muito simples. O interessado entra no site http://meuamigorefugiado.com.br/inicio e vai encontrar alguns dos refugiados que estão morando no Brasil e que podem ser convidados para a ceia do dia 24 ou o almoço do dia 25. Basta se cadastrar no site, colocar os dados solicitados e os motivos pelos quais a família quer conhecer aquela pessoa. Cumpridas essas etapas, o site faz a ponte entre o anfitrião brasileiro e o convidado refugiado.

Imagem: Posterscope.Imagem: Posterscope.

"Fizemos um levantamento de quais eram os refugiados que estavam procurando uma casa para passar o Natal com uma família brasileira, e já temos essas pessoas no site. Por enquanto estamos em São Paulo e no Rio. Fizemos o lançamento ontem (segunda-feira) e a campanha está bombando em emails, Facebook, e com pessoas em outras cidades que estão interessadas também em convidar refugiados. Já recebemos mensagens de Belo Horizonte, de Brasília. A gente está trabalhando para abrir esse convite em outras cidades a nível nacional."

Assista o vídeo aqui!

Leia as histórias de alguns deles e faça um convite no site do projeto.


***

Com informações da Migraflix