Lacoste troca seu crocodilo por animais em risco de extinção - São Paulo São

Dez espécies ameaçadas de extinção ocuparão o lugar do logo oficial da marca. Imagem: BETC.Dez espécies ameaçadas de extinção ocuparão o lugar do logo oficial da marca. Imagem: BETC.

 

Dez espécies ameaçadas de extinção ocuparão o lugar do logo oficial da marca. Imagem: BETC.

Há 85 anos, o crocodilo Lacoste estampa orgulhosamente os diferentes modelos da marca. Diretamente relacionado com a personalidade de René Lacoste, apelidado em 1927 por sua tenacidade nas quadras de tênis, o crocodilo tornou-se um dos logotipos mais famosos do mundo.

Pela primeira vez na história da marca, a Lacoste mexe em seu logo tão icônico para alertar sobre o estado global da biodiversidade e a causa animal. Nesta quarta (28) a marca divulgou um vídeo em uma de suas redes sociais para explicar o motivo da mudança.

O crocodilo Lacoste dá espaço para 10 animais em perigo em uma coleção de camisas polo em edições muito limitadas. Estão na lista, entre outros, o tigre de Sumatra, o rinoceronte de Java, a tartaruga de Myanmar e o gibão negro oriental ameaçados de extinção.

Para cada espécie, o número de polos produzidos corresponde ao número de espécimes ainda presentes na natureza. Imagem: BETC.Para cada espécie, o número de polos produzidos corresponde ao número de espécimes ainda presentes na natureza. Imagem: BETC.

Para cada espécie, o número de polos produzidos corresponde ao número de espécimes ainda presentes na natureza. Imagem: BETC.

A ação, criada pela agência BETC é fruto da parceria entre a Lacoste e a União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN). Em seus 70 anos de existência, a UICN se tornou referência global no conhecimento sobre o estado da natureza e as medidas necessárias para preservá-la. 

Através do programa Save Our Species, a UICN está coordenando dezenas de projetos globais destinados a conservar espécies ameaçadas, seus habitats e as pessoas que dependem deles a longo prazo.

Lacoste e BETC trabalharam em estreita colaboração com os especialistas da UICN para definir e selecionar 10 espécies ameaçadas cujos animais foram projetados pelo estúdio Lacoste para a criação dos logotipos, usando exatamente o mesmo princípio de bordado do crocodilo histórico.

Cada polo comprada vai ajuda a preservar essas espécies ao redor do mundo. Imagem @BETC.Cada polo comprada vai ajuda a preservar essas espécies ao redor do mundo. Imagem @BETC.Cada polo comprada vai ajuda a preservar essas espécies ao redor do mundo. Imagem @BETC. 

Para cada espécie, o número de polos produzidas corresponde ao número de espécimes ainda presentes na natureza. Variando de 30 cópias para o Golfinho do Pacífico (Vaquita) a 450 cópias para a Iguana da ilha de Anegada (arquipélago da Ilhas Virgens Britânicas), um total de 1.775 polos foram lançados para o desfile da marca na Semana da Moda de Paris e para compra on-line no site Lacoste

Cada polo comprada vai contribuir para preservar essas espécies ao redor do mundo.

“Com esta operação, a Lacoste e a BETC estão orgulhosas de inaugurar uma parceria de 3 anos entre a marca e a União Internacional para a Conservação da Natureza“, diz o comunicado das empresas.

***
Da Redação com informações da BETC Paris.




-->