Ação de guerrilha para facilitar a vida dos nossos amigos emplumados - São Paulo São

As aves tem vida difícil na cidades. Elas colidem com arranha-céus e com linhas de energia e, por vezes, perdem a noção em seus vôos pois a iluminação brilhante à noite impede que naveguem se orientando pelas estrelas.

Uma intervenção urbana, em Londres, foi projetada para tornar a vida das aves um pouco mais fácil ao fornecer alguns habitats extras para elas. As pessoas podem colocar casinhas para pássaros em postes ou faróis de rua durante a época de nidificação para que as aves tenham um novo lugar para morar.

"Eu vivo em Londres há cerca de 10 anos, mas eu realmente cresci no campo", diz o designer Robin Howie, que criou o Nest Project (Projeto Ninho). "Então, eu acordava todos os dias ouvindo o canto dos pássaros e cercado pela natureza. Depois de alguns anos vivendo na cidade, me dei conta de que algumas coisas estavam faltando."

Além de fornecer um habitat temporário, as casinhas para os pássaros também são destinadas a assinalar a falta da natureza nas cidades. "Eles podem se tornar casas para as aves, mas também destacar que a natureza poderia ser encontrada no meio urbano", diz ele. "Elas são um tipo de intervenção urbana e casa ao mesmo tempo."

O projeto também exige um pouco de trabalho lúdico e voluntário: o suporte no fundo do ninho funciona como um apontador de lápis. Howie espera que aqueles que comprarem uma casinha possam passar uma semana apontando o lápis e usar as aparas para preencher o fundo do ninho.

"Qualquer um pode comprar essa casa de passarinho e colocá-la pela cidade, mas eu quero que as pessoas envolvidas com o projeto sintam como que estão contribuindo para a construção dela", diz ele. "Quando a pessoa apontar o lápis, deve pensar que isso é uma pré etapa para preencher o ninho, fazê-lo mais acolhedor e confortável."

Ao contrário da maioria das intervenções urbanas, esta pode precisar de autorização oficial. "Você não vai querer ter trabalho, subir o ninho para o passaro começar uma vida nova, e depois algum autoridade da cidade vir retirá-lo e levar embora", diz Howie. Por conta disso, o Projeto Ninho vem com um conjunto de instruções que explica como pendurá-lo e como lidar com as autoridades da cidade.

Os novos protótipos ainda não foram testados pois passou a época de nidificação em Londres. E no futuro, Howie vai promover duas variações adicionais: uma casinha que mostre fotos dos pássarinhos bebês em seu interior e outra que monitore a poluição do ar local.

O site do projeto: http://goo.gl/h7rsLj