Moradores em situação de rua cultivam horta comunitária em abrigo - São Paulo São


Em São Paulo, a Casa de Convivência Porto Seguro, localizada no bairro da Armênia, destaca-se entre os abrigos da capital paulista por possuir uma horta comunitária.

Muito além de um prato de comida, um banho ou mesmo um local para lavar suas roupas, a Casa oferece aos moradores em situação de rua da cidade a oportunidade de colocar a mão na terra para o cultivo de legumes, verduras e ervas para chás. Tudo 100% livre de agrotóxicos!

Depois de colhidos, os alimentos têm destino certo: a cozinha da Casa, onde são preparados, diariamente, mais de 130 almoços – além de café da manhã. Com os legumes e verduras cultivados na horta comunitária, a equipe do abrigo já garante cinco dias de salada, por mês, para os frequentadores, o que rende uma economia de R$ 200 no orçamento da Casa.

Já os moradores em situação de rua ganham muito mais do que um prato de comida cultivada por eles mesmos. Ocupam-se, sentem-se úteis, aprendem um ofício e têm a oportunidade de fazer, de graça, uma das mais eficazes terapias do mundo: mexer na terra.

A Casa de Convivência Porto Seguro ainda oferece aulas de alfabetização, Ensino Fundamental e Ensino Médio aos frequentadores, além de outras atividades complementares – como capoeira, xilogravura e arte em mosaico, feita com lixo coletado nas ruas.

Assista o vídeo e saiba mais: https://youtu.be/9CTwmFQ07NQ

Débora Spitzcovsky / The Greenest Post.