Como transformar a cabeça em céu e pensamentos em nuvens - São Paulo São

User Rating: 0 / 5


Esses dias pelo WhatsApp:

- Preciso falar urgente como você, pode ser?

- Claro, respondi.

- Acabei de sair da minha médica e ela disse que minha ansiedade pode virar uma depressão e que o melhor remédio é meditar.

- Ótimo! Meditar é ótimo.

-  Pois é, pra mim não é, pra mim é um problema, kkkkkk.

- Como assim?

- Quando ela sugeriu a meditação, comecei a me coçar inteira, kkkkkkkkk.

- Qual o motivo da coceira?

- Ah, a imagem daquelas pessoas sentadas com as pernas cruzadas, olhos fechados, como se estivessem em um outro lugar …   pelo amor …  não é prá mim, kkkkkkkk.

- É mesmo? Mas, o que te impediria?

- Eu definitivamente não consigo nem ficar parada, quanto mais sentada com os olhos fechados sem pensar em nada. EU NÃO TENHO ESSA CAPACIDADE. Só de pensar nisso eu fico desesperada. Me ajuda?

- Sim, claro, o que eu posso fazer?

- Eu preciso aprender a meditar, você me ensina? E tem outra coisa, preciso aprender a parar de pensar, como eu faço? Você pode me ensinar também? Pacote completo, kkkkkkk.

- Quer vir aqui? Vou dar uma olhada na minha agenda e te ligo pra gente marcar.

- Não. Pode ser agora? Pode ser por aqui? Kkkkkkkkk.

- Como assim?

- Não vou aguentar esperar, vai ser mais uma coisa na minha cabeça pra pensar, pra resolver, e agora com esse peso médico … se você puder me ajudar um pouco agora eu agradeço. Minha cabeça não para. Tem dias que mal consigo dormir.

- Nossa!!!! Ok, vamos lá, onde você está?

- No estacionamento, entrando no carro, kkkkkkk.

- Você pode esperar 10 minutos dentro do carro sem sair do estacionamento?

- Sim, acho que sim.

- OK, então vamos lá:

- Você vai precisar imaginar uma coisa, você consegue?

- Sim. Sou muito criativa, kkkkkk.

- Primeiro, você vai sentar com a coluna reta, ajustando o banco se for preciso, pode ser?

- Pronto já estou retinha. Preciso cruzar as pernas? Acho que aqui não vai dar.

- Não, só precisa estar confortável e imaginar um céu azul, bem azul repleto de nuvens brancas?

- Mas, só dá pra fazer se for sentanda?

- Pode fazer caminhando, prefere?

- Hummm, caminhando não vai rolar, mas, imaginar, isso é fácil, quando eu era menina adorava deitar no quintal olhando pro céu pra ver as nuvens passar mudando de forma.

- Ótimo. Perfeito.

- Preciso fechar o olho? Não vou conseguir.

- Não precisa, desde que você consiga visualizar o céu e as nuvens.

- Acho melhor tentar fechar os olhos então, kkkkkkk.

- Agora você vai respirar devagar e tentar prestar atenção no caminho que o ar faz desde o momento em que ele entra pelas narinas, pode ser?

- Não. Não pode, PRESTAR ATENÇÃO NO CAMINHO DA RESPIRAÇÃO, fu***, mais uma coisa pra pensar, não vai rolar, kkkkkkk.

- Então, vamos voltar para o céu e as nuvens, isso você consegue?

- Sim, kkkkkk.

- Agora você vai imaginar que sua cabeça, a parte de dentro dela, é um céu azul, bem azul, tudo bem?

- Ai meu Deus, lá vem você  …  tá bom, vou ter que fechar os olhos então, pera,  vou tentar, o cara do estacionamento vai achar que sou louca, kkkkkkk.

- Conseguiu?

- Acho que sim, Kkkkk.

- Agora você vai colocar nesse céu azul da sua cabeça, todas aquelas nuvens brancas que você ficava olhando quando era criança, consegue?

- Tá pedindo demais, kkkkkk

- Vamos lá, você não quer meditar?

- Querer eu não quero, mas parece que eu preciso, kkkkkkkkk, vou tentar pera?

- E aí? Deu certo?

- Acho que sim, kkkkkk, é só isso?

- Espera, agora quero que você faça de novo essa imaginação, respirando normalmente.

- Olha a loucura, kkkkkkk.

- E?

- Consegui, mas minha cabeça parece um turbilhão. Tenho muitos pensamentos e não consigo parar de pensar que preciso meditar direito para diminuir minha ansiedade.

- Ótimo.

- Como ótimo? Eu aqui no meio de um estacionamento fazendo papel de louca e você fala ótimo? Kkkkkk.

- Ótimo, vamos em frente, quer continuar?

- Que jeito? Kkkkkk.

- Agora você vai imaginar de novo o céu e as nuvens, vai se concentrar um pouco mais para colocar cada pensamentoe dentro de uma nuvem e vai apenas observar o movimento e a transformação assim como fazia na sua infância, pode ser?

- Nossa agora você está querendo demais. Tenho que fazer tudo isso sem tomar nada para ajudar? …  fazendo a louca do estacionamento  …  kkkkkkkk.

- Vamos lá? Você não está precisando?

- Preciso, kkkkkkkkk. Pera, vou tentar?

- Conseguiu?

- Óbvio que não! É muito difícil.

- Quer tentar de novo?

- Sim, como é mesmo? Kkkkkkkk.

- Imagina que sua cabeça é um céu muito azul, e seus pensamentos são as nuvens brancas da sua infância, cada nuvem um pensamento; e você, olhando para o céu, observa os pensamentos mudando de forma e se desfazendo num fluxo semelhante ao movimento das nuvens. Vamos lá?

- Sim, kkkkkkk.

- Conseguiu?

- Não. Quero dizer, quase, sei lá, Kkkkkk, o que eu faço agora?

- Agora, você liga o carro, faz a manobra se precisar, sai do estacionamento e vai para onde precisa ir.

- Mas, peraí …  eu ainda não aprendi a meditar, é só isso? Kkkkkk.

- Não, não é só isso, quando você estiver fazendo esse exercício de imaginação, observe o ar entrando no seu corpo, preste atenção na sua respiração. RESPIRE. Se por acaso os pensamentos tomarem conta da sua cabeça, transforme-a em um céu maravilhosamente azul.

- É só isso e eu já estou meditando?

- Esse é um primeiro passo.

- Mas o que eu faço com os pensamentos? Kkkkkkk.

- Você já aprendeu, transforme em nuvens.

- Você falando assim parece fácil, como vou conseguir fazer isso?

- Fácil não é mesmo. Precisa de treino. Vai ter que fazer todos os dias, 10 minutos pelo menos e com o tempo começa a dominar. Mas, precisa treinar.

- Putz, vou tentar, mas você não me ensinou como faço para parar meus pensamentos e não pensar em nada.

- Ensinei sim.

- Não ensinou não. Kkkkk, só me disse para transformar meus pensamentos em nuvens.

- Pois é, incialmente você precisa aprender a deixar os pensamentos irem embora, você precisa aprender a não lutar contra eles e nem se apegar a eles, por isso que transformá-los em nuvens é uma boa estratégia, entendeu?

- Mais ou menos, Kkkkkkkk.

***

Adi Leite é coach, jornalista e fotógrafo.