Quando foi a última vez que você se perguntou: o que eu quero ser? - São Paulo São

_Você está achando que as coisas estão acontecendo numa velocidade muito absurda? _Principalmente quando você deixa de fazer aquilo que precisa em função do objetivo que gostaria de alcançar?

_ Mas, e se eu não tiver um objetivo assim como você está falando?

_ Como assim?

_ Assim: _ no momento meu único objetivo é ganhar algum dinheiro para liquidar as contas que já se acumulam há alguns meses. Nem penso mais em sonho, penso apenas que preciso encontrar qualquer coisa, mas, qualquer coisa mesmo.

_ Pode me explicar melhor o que você quer dizer com qualquer coisa?

_ Claro, eu já quis muita coisa. _Quis ser diretor de cinema, quis ficar rico com meu trabalho, quis ser referência, mas nada disso rolou da maneira como eu acreditava, acabei artista gráfico. _Hoje eu seria um designer. _Mas, nem isso posso ser porque perdi meu emprego. _Trabalhei quase vinte anos na editora. _Até que me senti um pouco orgulhoso por isso. _Hoje em dia quem consegue?

_ Entendi. _ Mas se você está procurando qualquer coisa, porque ainda não encontrou? _ O que está te impedindo?

_ Não sei não, acho que é a crise. _ Não tem ninguém contratando. _A barra tá bem pesada lá fora. _Por isso que eu vim aqui.

_ Ok, mas, exatamente para o quê você veio aqui?

_ Pode me ajudar a conseguir um emprego?

_ Posso te ajudar a descobrir uma maneira de estar apto a conseguir encontrar um caminho que te leve exatamente onde você queira chegar.

_ Uau! Que ousado. _ Mas não preciso de tudo isso não. _ Só quero encontrar um emprego que pague as minhas contas e já tá bom.

_ Ok, mas que tipo de emprego você quer?

– Qualquer um! _Não me importa o que seja, só quero pagar minhas contas.

_ Tá bom. _Vamos por hora esquecer um pouco que você precisa apenas ganhar dinheiro para pagar suas contas, pode ser?

_ Posso tentar, mas acho difícil.

_ Pode tentar?

_ Acho que sim.

_ Se você não estivesse desempregado onde gostaria de estar? _O que gostaria de estar fazendo?

_ Bem, acho que se estivesse ainda na editora poderia ser bom.

_ Poderia mesmo?

_ Não. _Acho que queria mesmo estar em algo melhor.

_ Como seria esse algo?

_ Você tá delirando e tá querendo me levar junto?

_ Digamos que sim. Vamos?

_ Bem, eu gostaria de estar seguro. _ O meu pai trabalhou 41 anos em uma mesma empresa. _ Eu queria o mesmo. _ É isso o que eu gostaria. _ Por isso me interessa qualquer trabalho, vou fazer de tal maneira que possa garantir minha permanência durante muito tempo.

_ Mas, você acha que isso é real?

_ Achar eu não acho, o que vejo é muitos amigos no mesmo barco depois de anos de serviços prestados a uma empresa.

_ Então, qual você acha que deveria ser a maneira certa de encarar esse momento?

_ Você quer dizer que eu não tenho que correr atrás de qualquer coisa?

_ Não, não estou querendo dizer nada disso. _ A minha pergunta foi muito clara:

_ O que você acha que deveria fazer para encarar esse momento da melhor forma possível?

_ Não sei. _ Não faço a menor idéia.

_ Faça uma força.

_ Não quero. Não tô afim de entrar nessa de autoajuda, etc e tal.

_ Tá afim do que então?

_ Trabalho, salário, contas pagas e ponto final.

_ Você acha que isso é real agora?

_ O que eu acho é que não posso ficar delirando enquanto minhas contas estão chegando e eu não tenho como pagá-las. _ Estou nessa batalha.

_ Entendo. Mas, o que você acha que um general que estivesse numa batalha, faria para vencê-la?

_ Hahahaha, tá me cercando mesmo né? _ Bom, acho que ele teria que fazer um plano estratégico.

_ Ótimo, então, se você fosse um general, qual seria a sua estratégia? _ O que você precisaria saber primeiro antes de entrar nessa batalha?

_ Hummmm, acho que precisaria saber quais são minhas possibilidades.

_ E, o que mais?

_ Dicidir se quero me defender ou atacar.

_ Bom. _ E para atacar você precisaria saber o quê?

_ Qual o ponto fraco do inimigo?

_ Sim,  que mais?

_ Qual o meu ponto forte?

_ Boa!!! _ E qual é o seu ponto forte?

_ Meu ponto forte é que se eu estivesse empregado hoje eu seria um designer com mais de vinte anos de experiência .

_ E o que significa isso?

_ Pode significar que eu sou um designer com mais de 20 anos de experiência.

_ Então ser um designer pode ser considerado como seu arsenal para entrar na batalha?

_ Talvez.

_ Ok, como então essas armas poderiam te levar a encarar essa batalha da melhor forma possível?

_ Só se eu for procurar um emprego como designer?

_ Você acha que isso é real?

_ Não. Não acho.

_ O que poderia ser então?

_ Ser free lancer? _ Não consigo. _ Muito complicado.

_ O que te faz acreditar que não consegue porque é muito complicado?

_ Sei lá, vou ter que ficar indo atrás … oferecer meus serviços … e se alguém achar … pode ser que eu consiga pegar algum trabalho… mas pode ser que não …

_ Me diz uma coisa; se você estivesse na sua empresa e aparecessem duas pessoas para falar com você, a primeira delas pedindo qualquer coisa para fazer porque precisa pagar as contas, e a segunda, um designer querendo fazer um contato para uma prospecção de trabalho. Qual das duas pessoas chamaria mais a sua atenção?

_ Hahahahahaha, você tá querendo me pegar mesmo né?

_ Pode responder?

_ Sim. _ Bem, eu daria a maior atenção para a pessoa que está necessitada, mas acho que ficaria mais interessado em saber o que o designer teria para me propor. _ Não sei, mas acho que seria assim.

_ Ok. E o que você acha que te levaria a se interessar mais pelo designer?

_ Talvez o fato de não estar pedindo nada.

_ BINGO!!!! _ Entendeu?

_ O quê eu deveria entender?

_ Hahahahaha, agora te peguei né? _ Na verdade acho que entendi. _ Na verdade mesmo, acho que o tempo todo eu sabia disso.

_ Então porque não se movimentou?

_ Medo eu acho. _ Medo de não ser reconhecido como um designer. _ Medo de ser colocado a prova, e não conseguir encarar as demandas. _ Cada vez que penso nisso me dá uma sensação de estar sendo jogado na piscina sem saber nadar direito, fico apavorado.

_ Você sabe nadar?

_ Sim, nado desde criança.

_ Então o que você acha que deveria fazer para não morrer afogado?

_ Nadar? _ Acho que deveria treinar um pouco antes, rs.

_ Agora, sem titubear, o que você deveria fazer para encarar esse momento da melhor forma possível?

_ Não esquecer que eu sei nadar?

***

Adi Leite é coach, jornalista e fotógrafo.