Seis passos para transformar resoluções do ano novo em realidade - São Paulo São

Aproximadamente 80% dos nossos pensamentos são negativos.

Cientistas estimam que desenvolvemos entre 12mil e 60 mil pensamentos por dia.

Numa contabilidade rápida, somos detentores de uma verdadeira obsessão por erros, arrependimentos, culpa, incapacidades, etc.

A neurociência explica dizendo que nossa primeira reação é a defesa.

Nossa primeira reação é fundamentada no medo.

O ápice do nosso medo é registrado em momentos de mudança.

O que não nos damos conta é de que as mudanças são espontâneas.

Nosso corpo muda muitas vezes ao longo de nossas vidas.

Nossos relacionamentos mudam.

O clima muda.

A economia muda.

A Política muda.

Se tem algo para o qual deveríamos estar preparados é a mudanca!

O que dizer então das mudanças de ano?

Suspeita-se que as listas de resoluções de ano novo são mecanismos criados para amenizar incertezas.

Estima-se que a quantidade de resoluções tomadas a cada final de ano sofre do mesmo mal que os pensamentos de nossas cabeças.

Mais de 80% sequer saem do papel por conta de pensamentos limitantes.

Mas, o que diferencia quem cumpre as resoluções e quem não cumpre?

Decisão.

Não basta criar uma lista de resoluções, você precisa decidir realizá-las.

O que você poderia fazer para mudar isso?

Pensando na melhor resposta para essa pergunta, segue uma sugestão em seis passos para te ajudar na construção de suas resoluções de ano novo:

Passo 1 - Reserve alguns minutos por dia para permanecer em silêncio, comece com 5 minutos, caminhando ou sentado em uma posição confortável. Observe sua respiração. Observe a sequência de seus pensamentos, não se apegue a eles, deixe irem embora. Experimente não julgar, não negar nem apoiar. Apenas observe.

Passo 2 - Agora que você parou para observar os pensamentos, ouça a si mesmo. Quais são seus desejos? Quais são seus medos? No que você acredita? Onde gostaria que sua vida estivesse? Onde gostaria de estar? Aceite suas respostas, não critique, não julgue. Se precisar perdoar a si mesmo, PERDOE. Estenda seu perdão para aqueles que considerar necessário. Seja honesto com você mesmo!

Passo 3 - Lembre-se você não consegue controlar o externo. Porém seu maior poder é a capacidade de controlar a si mesmo. Aproveite, se desfaça de todo ressentimento. Agradeça por tudo aquilo que conseguiu até hoje. Todas as suas conquistas. E se estiver passando por um momento de dificuldade, pergunte-se: Qual a oportunidade que este momento me trás?
Seja honesto!

Passo 4 - Escolha a área de sua vida que precisa urgentemente ser transformada.  Escreva em um papel ou caderno de fácil acesso o nome da área e o como seria se estivesse ideal. Depois responda: O que está me impedindo? O que eu posso começar a fazer agora para mudar isso? 

Seja específico!

Passo 5 - Agora você está pronto para criar a imagem perfeita para a sua vida. Crie uma imagem respondendo essas perguntas; 

Onde gostaria de estar? Com quem? Qual a cor do lugar? Tem cheiro? Qual é?
Seja específico. Pense em quais outras perguntas poderia se fazer para tornar ainda  mais precisa a sua imagem. Depois de respondê-las, escreva em uma folha de papel, num diário ou em um caderno de fácil acesso.

Passo 6 - Transforme todos esses passos em uma MEDITAÇÃO! Crie uma EXPERIÊNCIA! Visualize aquilo que deseja da forma mais realista que puder. Sinta fisicamente, coloque seu corpo e suas emoções dentro dessa visualização. Pratique diariamente, encerre sua prática diária respondendo a pergunta: 

O que eu preciso fazer agora para alcançar isso?

Feliz Ano Novo!

***
Adi Leite é coach, jornalista e fotógrafo.