Deli Garage: na Vila Madalena, enfim uma ‘garage‘ onde se pode estacionar para comer em paz - São Paulo São

Recém-inaugurado, espaço próximo ao Beco do Batman é comandado por Fernanda Valdívia. Foto: Divulgação.Recém-inaugurado, espaço próximo ao Beco do Batman é comandado por Fernanda Valdívia. Foto: Divulgação.Quando conheci Fernanda Valdívia, pelos idos de 2009, ela me mostrou um caderno de notas, com textos e desenhos relacionados com um projeto seu para uma rotisserie/padaria/ou-coisa-assim. Nem sempre compreensível, era o seu *Codex Sheraphinianus pessoal. 

Fernanda vem da boa linhagem de cozinheiros brasileiros cujo pai-fundador é Laurent Suaudeau. Trabalhou com ele por quatro anos; fez o giro obrigatório pela Espanha; abriu uma rotisserie-delicatessen virtual; implantou a Padoca do Mani (e criou ali seu brioche de fubá); construiu uma cozinha de produção em um sítio em São Roque; desenvolveu uma “padaria móvel” ao estilo food truck; especializou-se em atender eventos corporativos e, agora, estacionou. É um caso vivo dos versos de Antonio Machado:

Caminante, son tus huellas
el camino y nada más;
caminante, no hay camino,
se hace camino al andar.

Fevald, como é chamada, faz a que considero a melhor massa folhada de São Paulo (certamente JB discordará…), um excelente palmier; um ótimo croissant que se pode comer também, na loja, sob a forma de sanduíche de picanha com tomate e mostarda Dijon. Faz boas terrines. Pães, etc.

Enfim, o seu Codex pessoal se materializou num lugar onde se pode ir, comer alguma coisa, um lanche, tomando o café Martins; levar para casa preparações artesanais elaboradas, como os pães, as geléias, as terrines e assim por diante. 

Como se trata deu um projeto com, no mínimo, 10 anos de maturação, não é uma coisa aventureira como boa parte das congêneres que pipocam aqui e ali. E teve tempo para planejar o investimento com recursos familiares, sem ter que alugar a alma a investidores "do mercado financeiro", também como sói acontecer...

Os produtos são feitos à mão, com paciência, habilidade e os melhores ingredientes. Foto: Divulgação.Os produtos são feitos à mão, com paciência, habilidade e os melhores ingredientes. Foto: Divulgação.

Seus produtos, sempre bem pensados, dialogam, inclusive, com aqueles mantras modernos - sustentável, orgânico, natural, diet - sem entrarem pelos desvios  daquilo que é clássico e imbatível por conta do apelo hipster que se respira hoje em São Paulo, como a prosa do capitalismo que bafeja a cozinha. Aliás, você nunca encontrará lá "o melhor brigadeiro" ou o "melhor pudim de leite condensado".

Sanduíche com croissant feito na casa. Foto: Felipe Rau / Estadão.Sanduíche com croissant feito na casa. Foto: Felipe Rau / Estadão.

Topa-se na Deli Garage com um respeito pelo tempo, pela cozinha francesa; com um empenho pessoal das mãos; enfim, tudo integrado naquele esforço humano universal para consolidar o que é bom, belo e agradável. 

Deli Garage. Imagem / Reprodução.Deli Garage. Imagem / Reprodução.

Serviço

Deli Garage
Rua Medeiros de Albuquerque, 431 - Vila Madalena
Fone: 11 3578-776.
Horário de funcionamento: 8h/20h. 
Página no Facebook.

*Nota: O Codex Seraphinianus é um livro escrito e ilustrado pelo artista italiano, arquiteto e designer industrial Luigi Serafini durante trinta meses, entre 1976 e 1978. O livro tem aproximadamente 360 ​​páginas (dependendo da edição), e parece ser uma enciclopédia visual de um mundo desconhecido, escrito em uma das suas línguas, um script alfabético absurdo.

***
Carlos Alberto Dória, sociólogo e conselheiro do São Paulo São, tem vários livros publicados sobre sociologia da alimentação. Mantém e edita o blog e-BocaLivre.