Neste verão, cinco cachoeiras para conhecer na Grande São Paulo - São Paulo São

User Rating: 0 / 5

Neste Verão, a Grande São Paulo tem muito mais a oferecer do que shoppings e outras atrações cujo ar condicionado é o refúgio de refresco. Conhecer as cachoeiras pode ser um programa fácil e interessante aos finais de semana.

Para aproveitar a estação e curtir ao ar livre, conheça cinco cachoeiras, situadas em parques estaduais ou terrenos privados localizados em áreas de mata atlântica, para serem visitadas.

Vale lembrar que deve-se sempre usar protetor solar para caminhadas ao sol, levar consigo garrafinhas de água e pequenos lanches, avaliar as condições climáticas antes de partir para a aventura, vestir calçados e roupas adequadas e nunca se embrenhar por caminhos fechados ou desconhecidos. Vamos a elas!

Atenção: a maioria dessas cachoeiras são de fácil acesso e podem ser visitadas por todas as pessoas, sem restrições, mas algumas delas são de difícil acesso e é muito importante ter a companhia de um guia especializado.
 
Cachoeira do Engordador Parque Estadual Cantareira, núcleo Engordador (22 km do centro)
Cachoeira do Engordador no Parque Estadual da Cantareira. Foto: Pétala Lopes / Folhapress.Cachoeira do Engordador no Parque Estadual da Cantareira. Foto: Pétala Lopes / Folhapress.
Pode ser acessada por uma trilha de três quilômetros com nível médio de dificuldade (aproximadamente 1h30 de caminhada), segundo avaliação da Secretaria de Estado do Meio Ambiente. O visitante ainda passa por outras duas quedas d'água - a Cachoeira do Tombo e a Cachoeira do Véu -, todas propícias para banho. Não é permitido acampar no local.
 
Av. Cel. Sezefredo Fagundes, altura do nº 19.100, Jardim das Pedras, zona norte, São Paulo, tel. 11 2995-3254. Dez. e jan.: de seg. a dom., das 8h às 17h. Demais meses: sáb., dom. e feriados. Mais informações aqui!
 
Cachoeira do Cabuçu Parque Estadual Cantareira, núcleo Cabuçu (24 km da capital)
O acesso é tranquilo, a trilha é segura e rápida e o parque oferece boa estrutura. Foto: Sema.O acesso é tranquilo, a trilha é segura e rápida e o parque oferece boa estrutura. Foto: Sema.
Acessível por uma trilha íngrime considerada difícil (com 5,2 km de extensão), o percurso até a cachoeira -que fica em um núcleo do parque localizado em Guarulhos- passa por árvores imponentes e outras atrações, como a barragem. A caminhada tem duração estimada de três horas, não é permitido acampar e há duas áreas para piquenique.

Av. Pedro de Souza Lopes, 7903, Vila Galvão, Guarulhos, SP, tel. 11 2401-6217. Dez. e jan.: de seg. a dom., das 8h às 17h. Demais meses: sáb., dom. e feriados. Mais informações aqui!
 
Cachoeira de Marsilac Engenheiro Marsilac, zona sul (cerca de 50 km do centro)
De fácil acesso, a cachoeira é, na verdade, uma grande corredeira com declives. Foto: Guia da Semana.De fácil acesso, a cachoeira é, na verdade, uma grande corredeira com declives. Foto: Guia da Semana.
A seis quilômetros do centro de Engenheiro Marsilac (zona sul), o local tem fácil acesso - veículos podem chegar até a margem da cachoeira, que fica na Área de Proteção Ambiental Capivari-Monos. Lá é possível nadar, assim como fazer outras atividades como canoagem e stand up paddle. 

O acesso à APA Capivari-Monos é pela av. Senador Teotônio Vilela, av. Samadu Inoue. A partir do centro de Parelheiros, deve-se seguir pela estrada Engenheiro Marsilac, onde há placas de sinalização. A SPTuris indica empresas que fazem tour para o local. Veja em: http://goo.gl/PPED0l
 
Cachoeira do Jamil Bairro Evangelista de Souza, zona zul (cerca de 55 km do centro)
A cachoeira é uma pequena queda com um pouco mais de 3 metros de altura. Foto: Silcol.A cachoeira é uma pequena queda com um pouco mais de 3 metros de altura. Foto: Silcol.
 
Formada na confluência dos rios Monos e Capivari, é um ponto para a prática de esportes (como o boia cross) que fica dentro de uma propriedade particular. Há guias especializados que podem auxiliar na visita. A empresa SelvaSP leva visitantes por uma trilha de nível médio (R$ 40 por pessoa). O acesso é feito por veículo até a estrada Sadamu Inoue, em Marsilac, onde deve-se seguir placas de sinalização para as cachoeiras.

SelvaSP. Tel. 11 94727-4296 ou 11 95499-7070. Mais opções: http://bit.ly/1IrZ5BG
 
Cachoeira do Sagui Emburá do Alto, zona sul (cerca de 52 km do centro da capital) 
Cachoeira do Sagui, dentro da Área de Proteção Ambiental Capivari-Monos. Foto: Folhapress.Cachoeira do Sagui, dentro da Área de Proteção Ambiental Capivari-Monos. Foto: Folhapress.
A cachoeira fica na Fazenda Maravilha, uma propriedade particular. Para chegar à queda d'água, deve-se percorrer uma trilha de cerca de 20 minutos sem a necessidade de guia. No trajeto completo (que passa pelas cachoeiras Oásis e Raio de Sol e dura quatro horas), é sugerido o acompanhamento de um conhecedor da área. A visitação deve ser agendada, e valores variam a depender do trajeto.

Rua Sem Nome, 1, Engenheiro Marsilac, zona sul, (acesso pela estrada Engenheiro Marsilac). Visitas mediante agendamento pelo tel. 11 97442-9619 ou 11 999749-1724 (assim como instruções de rota para chegar ao local). 

***
Com informações da Revista sãopaulo e Guia da Semana.