Projeto funde Paris e Nova York em fotos para criar uma cidade imaginária - São Paulo São

User Rating: 0 / 5

Com o projeto “Phantasm“ (fantasma), os fotógrafos Carla De La Matta de Nova York e o francês Loic Remy fundiram seus respectivos universos urbanos para dar vida a uma cidade imaginária, de sonho.

Pela sobreposição de lugares clássicos de Paris e Nova York, com seus estilos arquitetônicos tão reconhecíveis, o resultado visual é surpreendente e majestoso. Uma maneira de alimentar o fascínio comum que cada um tem pela cidade do outro através da reflexão de Manhattan nas janelas do Louvre ou da fusão das torres de La Défense, juntamente com o World Trade Center (capa).

A série é baseada no tema da fantasia, da cidade como musa, bem como fantasia e ilusão, temas que se refletem em seu título. Além disso, a palavra “Phantasm“ (fantasma), acrescenta um grande dimensão para esta cidade fantástica que não existe (mais).

Uma bela homenagem para as duas cidades, que se pode descobrir nas páginas de Carla De La Matta e de Loïc Rémy e que pode ser vista a seguir.

Imagens de prédios de Manhattan refletidas em janelas do Louvre.Imagens de prédios de Manhattan refletidas em janelas do Louvre.

 

Montparnasse em Paris e o WTC de Nova York.Montparnasse em Paris e o WTC de Nova York.

 

Ponte do Brooklin em Nova York e a Torre Eiffel em Paris.Ponte do Brooklin em Nova York e a Torre Eiffel em Paris.

 

Vista geral ao longe de Paris e Nova York.Vista geral ao longe de Paris e Nova York.

 

Prédio de Paris a direita, de Nova York a esquerda.Prédio de Paris a direita, de Nova York a esquerda.

 

O Museu do Louvre Museum e os arcos da Washington Square.O Museu do Louvre Museum e os arcos da Washington Square.

 

Vale lembrar que a Estátua da Liberdade foi um "presente" dos franceses aos americanos, construída conjuntamente entre os dois países e que o arco da Washington Square, construído no final do século 19 em Nova York, foi inspirado no Arco do Triunfo parisiense, encomendado por Napoleão em 1806 e inaugurado em 1836.

Qual a técnica usada no projeto

O resultado final é o produto da combinação de duas fotografias digitais, uma de cada cidade, uma de autoria de cada um dos fotógrafos. “Compartilhamos nossas ideias em um brainstorm até nos empolgarmos com uma delas e começarmos a trabalhar”, disse Carla de la Matta em entrevista ao Nexo Jornal. Segundo ela, eles começam a trabalhar a partir de uma imagem, de qualquer uma das duas cidades, que instigue o processo criativo de ambos, e então buscam o complemento perfeito para esta imagem. Normalmente, diz a fotógrafa, esse processo leva semanas.

***
Fonte: Fubiz.