Exposição celebra os 70 anos da FAU / USP, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - São Paulo São

A história de sete décadas da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP será lembrada, a partir da próxima semana, por todos os seus protagonistas. Alunos, ex-alunos, professores e funcionários participam da exposição que será aberta no 17 de abril, terça-feira, às 19 horas, no Centro Universitário Maria Antonia (Ceuma) da USP.

A mostra FAU 70 Anos será apresentada em duas grandes salas do Edifício Joaquim Nabuco do Ceuma. Na primeira, estarão reunidos projetos, práticas políticas, experiências didáticas, realizações técnicas e artísticas, num espectro amplo da produção de conhecimento. Já na segunda sala estarão expostas as atividades mais recentes da faculdade, que detalham a presença e o compromisso da FAU com a sociedade.

Também poderão ser vistos projetos premiados, registros da presença em instituições públicas, ações de cultura e extensão realizadas por professores, alunos e funcionários que fizeram a escola ao longo dos seus 70 anos.

Fará parte ainda dessa exposição, a apresentação de um vídeo institucional produzido pela equipe do VideoFAU, que poderá ser apreciado durante a permanência da exposição.

História
João Batista Vilanova Artigas: Curitiba, 23 de junho de 1915 - São Paulo, 12 de janeiro de 1985. Foto: Divulgação.João Batista Vilanova Artigas: Curitiba, 23 de junho de 1915 - São Paulo, 12 de janeiro de 1985. Foto: Divulgação.
A FAU foi fundada em 1948, surgindo a partir do curso de engenheiro-arquiteto da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Seu fundador e primeiro diretor foi o Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello. Ele também foi responsável por direcionar o curso em um rumo urbanístico. A grade original da FAU combinava as antigas disciplinas técnicas, provenientes do curso da POLI, com a grade artística de outra instituição de ensino proeminente na época, a Escola Nacional de Belas Artes.

A faculdade passou por uma extensa reforma curricular na década de 1960, o que acabou levando à expansão de suas atividades e a uma inevitável necessidade de maiores espaços. Portanto, o projeto de expansão da FAU, que a transformaria no que ela viria a se tornar o que é hoje o edifício Vilanova Artigas (FAU-USP), foi proposto em 1961 e teve sua finalização em 1969 pela assinatura do arquiteto João Baptista Vilanova Artigas com auxílio de Carlos Cascaldi - arquiteto que participou de diversas outras obras de Artigas na época, abrigando a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo na Cidade Universitária. 

A mostra FAU 70 Anos será apresentada em duas grandes salas do Edifício Joaquim Nabuco do Ceuma. Foto: FAU / USP.A mostra FAU 70 Anos será apresentada em duas grandes salas do Edifício Joaquim Nabuco do Ceuma. Foto: FAU / USP.

A construção da FAU na Cidade Universitária evidencia as características gerais do arquiteto, ademais de evidenciar sua concepções acerca da formação de um arquiteto - "o arquiteto total", como ele se referia a essa formação. O edifício pode ser caracterizado pelo uso do concreto bruto, do vidro, da simplicidade de suas linhas; além disso, o prédio evidencia um foco na integração dos espaços - permitindo caracterizar, pois, o edifício como econômico, funcional e plasticamente original. Olhando-se de fora, a FAU se assemelha a um imenso paralelepípedo de concreto, suportado por pilares no formato de trapézios. A FAU acabou se tornando uma das obras mais importantes da carreira de Artigas - quem se tornou, posteriormente, uma das figuras mais importantes da arquitetura em São Paulo na década seguinte.

Serviço

A exposição FAU 70 Anos será inaugurada no dia 17 de abril, terça-feira, às 19 horas, no Centro Universitário Maria Antonia (Ceuma) da USP - Rua Maria Antonia, 294, Vila Buarque, em São Paulo. 
Fica em cartaz até 24 de junho, de terça a domingo, das 10 às 18 horas, com entrada franca. 

***
Da Redação, com informações do Jornal da USP.