Semana Mazzaropi homenageia o ator e cineasta, que deu vida ao personagem Jeca Tatu - São Paulo São

A 24ª edição da Semana Mazzaropi, que será realizada entre 2 e 9 de abril, contará com uma intensa programação de atividades e eventos culturais em São Paulo. Evento idealizada pelo Instituto Mazzaropi, que reúne mais de 20 mil itens sobre a vida e a obra do cineasta e comediante Amácio Mazzaropi (1912-1981), visa preservar a memória, o legado e a extensa lista de trabalhos do ator e cineasta que imortalizou o personagem Jeca Tatu.

Realizada em São Paulo e Taubaté, a programação terá mesas redondas e, claro, mostras de filmes – O Lamparina (1964) , R e O Corintiano (1966), por exemplo, estão entre as películas que serão exibidas. Na capital paulista, o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc e o Centro de Memória do Circo são exemplos dos espaços que vão receber atividades da Semana Mazzaropi.

Espaços como o Caixa Belas Artes, o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc e o Centro de Memória do Circo receberão espetáculos, palestras e exibição de filmes. Destaque para um show no Armazém da Cidade, que terá números circenses como malabarismo e equilibrismo, apresentação musical e dos palhaços da Trupe Irmãos Atada, no dia 9 de abril, às 14h.

No Museu da Imigração, na Mooca, acontecerá a exibição do filme O Puritano da Rua Augusta, no dia 8, às 14h30, seguida por uma roda de conversa sobre temas como a imigração italiana, a construção da identidade caipira, o êxodo rural, a modernização de São Paulo na metade do século XX e o cinema brasileiro.

Cena de "O Corintiano" (1966).Cena de "O Corintiano" (1966).Para o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, na Bela Vista, está previsto um encontro no dia 6, às 19h, que discutirá a influência da tradição do cômico caipira em Amácio Mazzaropi e sua proveitosa passagem pelos picadeiros.   

Já o Centro de Memória do Circo, na Galeria Olido, exibirá a comédia Crime da Cabra que faz uma homenagem ao circo e a Mazzaropi, com direito a um bate-papo com Ariane Porto, diretora do filme, e com Walter de Souza Junior, professor pela ECA/USP e autor da tese “Mixórdia no picadeiro: circo, circo-teatro e circularidade cultural na São Paulo das décadas de 1930 a 1970”.

As únicas atividades pagas serão a exibição dos filmes O Corintiano (1966) e Zé do Periquito (1960) nos dias 8 e 9 de abril, respectivamente, no conjunto Caixa Belas Artes. Os valores ficam entre R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia).

***
Com informações da AVIESP.