Sete atividades e atrações que você encontra nos Museus paulistas e talvez não saiba - São Paulo São

Os visitantes das instituições geridas pela Secretaria da Cultura do Estado podem conferir uma programação variada, que vai além da observação de obras de arte. Atualmente, os museus atuam como centros culturais e reúnem atividades com música, dança, teatro, fotografia, literatura e gastronomia, entre outras, abertas à participação do público.

Além de apreciar as exposições, o público pode aproveitar os eventos gratuitos ou de baixo custo oferecidas pelas organizações. Todas oferecem ingressos grátis aos sábados, exceto o Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP), com entrada gratuita às terças-feiras. Confira, abaixo, as atividades promovidas pelos museus paulistas em novembro e aproveite:

– Participar de palestras e bate-papos sobre temas variados

Casa das Rosas: no dia 12 de novembro, às 14h, será realizada a apresentação “SOS Literatura”, em que será possível aprender com autores e profissionais do mercado sobre poesia, prosa, edição de livros, e-book, marketing para escritores e direitos autorais. Já em 14 de novembro, o espaço promoverá, às 19h, a palestra “Diante da Câmera: a Atuação para o Cinema”, com Ugo Giorgetti, com abordagem da atuação no contexto do cinema e tudo o que exerce influência diante da câmera. Para participar, é necessário retirar senha na recepção do museu.

Museu da Imigração: a instituição terá, nos dias 24 e 25 de novembro, entre 13h30 e 17h30, um bate-papo com o tema “Encrespô! Vamos falar sobre cabelo”. Na conversa, serão apresentados relatos de vida e da produção de campanhas editoriais de moda, no intuito de debater a estética capilar. A partir das discussões, os participantes produzirão um material sobre racismo, identidade e gênero.

Memorial da Resistência: o museu promove, todos os meses, a atividade “Sábado Resistente”, que envolve a apresentação de um filme ou documentário e a realização de um debate sobre momentos, nomes e questões importantes da história. No dia 11 de novembro, o tema da mesa redonda será “Um ano da morte de Fidel” e o filme exibido será “Um homem chamado Fidel”, de Oliver Stone. Em 25 de novembro, será proposto o debate “Negritude e resistência: a questão do genocídio da população negra no Brasil”. Os dois eventos têm início previsto para 14h.

Fidel Castro e o diretor Olivier Stone nas filmagens de "Um homem chamado Fidel". Foto: Divulgação.Fidel Castro e o diretor Olivier Stone nas filmagens de "Um homem chamado Fidel". Foto: Divulgação.– Participar de eventos de gastronomia

Os museus também realizam festas temáticas com música, comidas típicas e manifestações culturais. No dia 19 de novembro, das 14h às 18h, o Museu da Imigração promoverá o evento “Viva! Sabores da África”, que levará ao espaço os sabores da África, em tendas de alimentação de diversos países, como Congo e Moçambique.

– Participar de contações de histórias

As instituições organizam contações de histórias de todos os gêneros, para todas as idades. A Casa das Rosas apresentará, em 26 de novembro, às 15h, a atividade “Chove Chuva Choverando…”, narrativa inspirada no poema “Solidão”, de Oswald de Andrade, no qual as palavras e sonoridades traduzem os sentimentos do poeta em relação à capital paulista.

O Museu Afro Brasil oferece, todos os meses, a contação “Aos pés do Baobá”, que apresenta narrativas africanas ou afro-brasileiras ao público. Para acompanhar a programação, os interessados devem acessar o site do museu.

– Aproveitar apresentações de música

Artistas e grupos de diversos estilos musicais se apresentam nos museus da cidade de São Paulo. No dia 19 de novembro, às 15h, o evento “O sertão na canção e o som dos meninos quietos” homenageia os 50 anos da morte de Guimarães Rosa com apresentação musical inspirada no romance “Grande Sertão: Veredas”.

O Museu da Imagem e do Som também possui música em sua programação. Uma vez por mês, o programa “Estéreo MIS” convida um artista para apresentação. No espaço acontece também, em um domingo por mês, a “Maratona Infantil”, que oferece um dia inteiro de atividades na área externa do museu com shows de música, espetáculos e apresentações.

A banda Francisco, El Hombre é a atração de novembro do programa mensal Estéreo MIS. Foto: Divulgação.A banda Francisco, El Hombre é a atração de novembro do programa mensal Estéreo MIS. Foto: Divulgação.A Pinacoteca conta com programação musical pelo programa “Série Pina+Osesp”, que leva apresentações da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo ao local. A próxima sessão acontecerá no dia 8 de novembro, às 20h, com música barroca. No programa estão obras de Johann Sebastian Bach e Alessandro Marcello.

Os ingressos gratuitos serão distribuídos a partir de 19h. A “Camerata Cantareira”, que leva a orquestra de cordas da Faculdade Cantareira para a Pinacoteca Luz, terá apresentação em 26 de novembro, às 16h. As entradas custam R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia). Crianças de até dez anos e pessoas maiores de 60 anos não pagam. O ingresso da Pinacoteca dá direito a assistir ao concerto gratuitamente.

– Aprender, na prática, em oficinas e cursos

Oficinas educativas e cursos sobre diversos temas são oferecidos com frequência nos museus. Nos dias 21, 22 e 24 de novembro, às 19h, a Casa das Rosas terá o curso “Poesia Brasileira de Invenção: do Modernismo à Poesia Concreta”, que fará uma abordagem da poesia brasileira voltada à pesquisa e à experimentação. O evento buscará compor uma antologia de criações norteadas pelo rigor, realizando análise dos poemas e tratando do universo dos livros e revistas que veicularam esse tipo de produção textual. As inscrições devem ser feitas presencialmente, na recepção do museu.

Na Casa Guilherme de Almeida, acontecem oficinas de desenhos para iniciantes e de pequenos restauros de livros e documentos antigos, além de cursos de tradução e literatura. Nas quintas-feiras de 9 a 30 de novembro, entre 19h e 21h, será promovido o curso gratuito “Fanfictions: narrativas ficcionais de fã para fã”, que mostrará um panorama histórico da fanfiction, ressaltando os impactos do advento da internet, que mudaram o modo como o público se relaciona com a ficção. As aulas serão ministradas por Joyce Pais, com destaque para casos da literatura e do audiovisual, como Sherlock Holmes, Jornada nas Estrelas, Arquivo X, Harry Potter, Crepúsculo e 50 Tons de Cinza.

“Fanfictions: narrativas ficcionais de fã para fã” mostrará um panorama histórico da fanfiction. Imagem: Divulgação.“Fanfictions: narrativas ficcionais de fã para fã” mostrará um panorama histórico da fanfiction. Imagem: Divulgação.O Museu Catavento também tem oficinas na programação. No dia 27 de novembro, das 10h às 16h, o espaço promoverá uma oficina de roteiro e produção de vídeos para iniciantes, com profissionais da produtora Zero Grau Filmes, que ensinarão técnicas de construção de roteiro cinematográfico, formatação, cenas, planos, roteiros originais e adaptados, planejamento executivo, produção de set e lançamento. Os participantes receberão certificado.

O Museu do Café, em Santos, oferece mensalmente o “Dica do Barista”, oficina introdutória gratuita que ensina os participantes a fazerem um bom café em casa, com orientações e dicas dos baristas do Centro de Preparação do Café da instituição. Os profissionais abordam curiosidades, apresentam métodos de extração da bebida e, ao final, oferecem degustação de café gourmet. A oficina acontece no dia 21 de novembro, às 14h. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail [email protected]

– Assistir a filmes

A Casa Guilherme de Almeida possui um espaço para transmissão de filmes ao público: em 11 de novembro, às 14h, o público poderá assistir “Cativas: presas pelo coração”, conteúdo que mostra a vida de mulheres que têm filhos, maridos e irmãos no sistema prisional, para estimular a reflexão sobre a pena que elas também cumprem do lado de fora dos muros dos presídios.

Após o filme, será realizado um debate com Camille Gavioli, psicanalista, psicóloga e mestre em Educação e Psicologia; Manuela Crissiuma, psicanalista, participante das Formações Clínicas do Fórum do Campo Lacaniano de São Paulo; e a jornalista Patrizia Corsetto. No dia 25 de novembro, às 14h20, será a vez do filme “O perfume da senhora de preto”, que aborda a vida de uma mulher assombrada pelo fantasma da mãe suicida. As atividades são gratuitas e limitadas a 45 vagas.

O Museu da Imagem e do Som apresenta mensalmente, pelo programa Cine MIS, de dois a cinco filmes de diretores brasileiros que ainda não tenham sido exibidos em projeções públicas no município de São Paulo.

– Participar de brincadeiras para bebês, crianças e adultos

Os museus promovem atividades, jogos e brincadeiras para todas as idades. O Museu Catavento oferece inúmeras possibilidades de interação, como o espaço para produção de bolhas de sabão gigantes, o projeto “Dinos do Brasil”, um tour virtual de 30 minutos que leva os visitantes a uma aventura pela pré-história até a Era dos Dinossauros utilizando óculos de realidade virtual, e o “Na Pista Certa”, atividade voltada para crianças que proporciona uma experiência lúdica de vivência no trânsito, com os participantes transitando em bicicletas enquanto são apresentadas orientações sobre comportamentos responsáveis no trânsito, respeito ao próximo e segurança.

A Pinacoteca promove, no segundo domingo de cada mês, o consagrado “PinaFamília”, com programação para famílias e amigos participarem de atividades e jogos e assistirem ao espetáculo PinaCanção, de Hélio Ziskind.

A Pinacoteca promove, no segundo domingo de cada mês, o “PinaFamília”. Foto: Divulgação.A Pinacoteca promove, no segundo domingo de cada mês, o “PinaFamília”. Foto: Divulgação.

Serviço

Atividades dos museus de São Paulo

Museu da Imigração
Rua Visconde de Parnaíba, 1316 – São Paulo.
Metrô Bresser-Mooca (900m).
(11) 2692-1866.
Funcionamento: terça a sábado, (fechado às segundas) das 9h às 17h e domingos das 10h às 17h.
R$ 10,00 – Grátis aos sábados.
Acessibilidade no local.
www.museudaimigracao.org.br

Museu Afro Brasil
Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº – Pavilhão Manoel da Nóbrega – Parque do Ibirapuera, portão 10 – São Paulo.
(11) 3320-8900.
Funcionamento: terça a domingo, (fechado às segundas), das 10h às 17h (permanência até às 18h).
Estacionamento pelo portão 3 (Zona Azul).
R$ 6,00 – Grátis aos sábados.
Acessibilidade no local.
www.museuafrobrasil.org.br

Museu da Imagem e do Som (MIS-SP)
Av. Europa, 158 – Jardim Europa – São Paulo.
(11) 2117-4777.
Funcionamento: terça a sexta, (fechado às segundas) das 12h às 21h | sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h.
Estacionamento pago no local/
Entrada gratuita às terças-feiras. Aos sábados, acesso grátis às exposições do térreo e do acervo – consulte os valores dos ingressos das exposições e eventos.
Acessibilidade no local.
www.mis-sp.org.br

Catavento Cultural e Educacional
Palácio das Indústrias – Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/no (Av. Mercúrio), Parque Dom Pedro II, Centro – São Paulo.
(11) 3315-0051.
Funcionamento: terça a domingo, (fechado às segundas), das 9h às 17h (Bilheteria fecha às 16h).
Estacionamento pago no local.
R$ 6,00 – Grátis aos Sábados.
Acessibilidade no local.
www.cataventocultural.org.br

Museu Catavento, localizado no Palácio das Indústrias, prédio tombado como patrimônio histórico estadual e municipal. Foto Divulgação.Museu Catavento, localizado no Palácio das Indústrias, prédio tombado como patrimônio histórico estadual e municipal. Foto Divulgação.
Museu do Café – Santos

Rua XV de novembro, 95 – Centro – Santos – SP.
(13) 3213-1750.
Funcionamento: terça a sábado, (fechado às segundas) das 9h às 17h | domingo das 10h às 17h.
R$ 10,00 – Grátis aos sábados.
Acessibilidade no local.
www.museudocafe.com.br

Casa das Rosas
Av. Paulista, 37, Bela Vista – São Paulo.
Estação Brigadeiro, do Metrô (850m).
(11) 3285-6986 | (11) 3288-9447.
Funcionamento: terça a sábado, (fechado às segundas) das 10h às 22h | domingos e feriados, das 10h às 18h.
Estacionamento pago no local.
Entrada gratuita.
Acessibilidade no local.
www.casadasrosas.org.br

Memorial da Resistência de São Paulo
Largo General Osório, 66 – Luz – Auditório Vitae – 5º andar, São Paulo.
(11) 3335-4990/ [email protected]
Funcionamento: quarta a segunda (fechado às terças), das 10h às 18h.
Estacionamento pago no local.
Entrada Gratuita.
Acessibilidade no local.
www.memorialdaresistenciasp.org.br

Pinacoteca do Estado de São Paulo
Praça da Luz, 02 – Luz, São Paulo.
(11) 3324-1000.
Funcionamento: quarta a segunda (fechado às terças) das 10h às 17h30 (com permanência até às 18h).
Estacionamento gratuito no local.
R$ 6,00 – Grátis aos sábados.
Acessibilidade no local.
www.pinacoteca.org.br

Casa Guilherme de Almeida
Anexo: Rua Cardoso de Almeida, 1943.
Museu: Rua Macapá, 187 – Perdizes – São Paulo.
Telefone: (11) 3673-1883 / 3672-1391.
De terça a domingo, das 10h às 18h.
www.casaguilhermedealmeida.org.br

***
Fonte: Portal do Governo do Estado de São Paulo.