'Essa cidade é invisível? SP|NYC' no CCSP - São Paulo São


De que maneira o uso da bicicleta é capaz de reformular tanto a utilização do espaço público como as relações humanas? A resposta a essa pergunta pode estar na exposição de fotografia e arte “Essa cidade é invisível? SP|NYC”, que chega ao Centro Cultural São Paulo (CCSP), no dia 12, tendo a cidade como motivação – com suas ruas, pessoas e relações– e a bicicleta como pretexto.

O projeto original, denominado “Am I invisible”, surgiu em Nova York (EUA), em 2013, idealizado pela fotógrafa Jeanne Hilary, fundadora da organização Bicycle Utopia. Este foi trazido para o Brasil pela fotógrafa Sylvia Sanches, da CicloUtopia, criando um diálogo visual entre as duas metrópoles. “No que diz respeito à ocupação do espaço público e à mobilidade, o que está acontecendo em São Paulo também acontece em Nova York”, conta Sylvia. Segundo ela, a ideia é promover esse diálogo para ver o ponto de vista sobre a cidade tanto do brasileiro quanto do norte-americano, partindo da bicicleta. A mostra chega, simultaneamente, ao North Brooklyn Farms, em Nova York. 

A curadoria é dividida entre Jeanne Hilary e Baixo Ribeiro, fundador do Instituto Choque Cultural. Ao todo, são 16 obras de brasileiros e norte-americanos, dos coletivos Garapa, TEC, Bijari, 6Meia e de Felipe Russo. As peças estarão expostas em diversos pontos do CCSP e também nas ruas próximas e nas ciclovias que levam ao polo cultural. “Mais do que pensar em uma imagem, estamos pensando na relação entre elas, criando um circuito. Além disso, a ideia é proporcionar um diálogo da parte interna do CCSP com a rua e do ciclista com a exposição”, diz Sylvia. 

Serviço

Centro Cultural São Paulo – diversos espaços.
R. Vergueiro, 1.000, Paraíso. Próximo da estação Vergueiro do metrô. Centro. 
Abertura: Dia 12, 10h. 
De 13/9 a 8/11. 3ª a 6ª, das 10h às 20h. Sáb., dom. e feriados, das 10h às 18h. Grátis.