Negócios - São Paulo São

São Paulo São Negócios

O principal evento de internet e tecnologia do país, a Campus Party, começa nesta terça-feira (30) na capital paulista. A programação de palestras, debates e oficinas atrai o público para acompanhar temas como inovação, ciência, cultura, universo digital e empreendedorismo.

De acordo com a organização, serão mais de 900 horas de conteúdo em nove palcos temáticos no Pavilhão de Exposições do Anhembi, até o próximo domingo (4).

Um grupo de pesquisadores brasileiros criou uma escola de governo em São Paulo, inspirada nos moldes internacionais, para formar lideranças políticas da periferia. As inscrições para a primeira turma podem ser feitas até amanhã, 31 de janeiro, pelo site da Escola Comum. O curso é gratuito e os alunos selecionados vão receber alimentação e auxílio para o transporte. As aulas do primeiro semestre começam no dia 3 de março.

Estacionamentos equipados com luzes de LED que mudam de cor quando as vagas estão livres. Aplicativos que indicam programas culturais na cidade de forma personalizada. Consultas médicas marcadas pelo celular. Iniciativas tecnológicas que interferem diretamente na relação das pessoas com as cidades já são realidade há anos.

Qual a cidade mais verde do mundo? Dependendo do método, a resposta muda. Dá para contar os parques, somar as áreas verdes, quantificar apenas as zonas arborizadas, entre outras possibilidades. Agora um estudo do Instituto de Tecnologia de Massaschusetts (MIT) desenvolveu um novo algoritmo que diz quão verde é o espaço de uma cidade a partir da perspectiva dos pedestres.

Jacarandás em Sydney, Austrália, a segunda cidade no ranking das mais verdes do mundo. Foto: Hamilton Lund.Jacarandás em Sydney, Austrália, a segunda cidade no ranking das mais verdes do mundo. Foto: Hamilton Lund.

A ideia é da arquiteta Newsha Ghaeli, pesquisadora do Senseable City Lab do MIT, que desenvolveu um algoritmo que processa imagens do Google Street View e estima a porcentagem que corresponde a árvores e outros tipos de vegetação. “É importante compreender a quantidade de árvores e copas que cobrem as ruas, pois é isso que percebemos nas cidades”, afirmou Ghaeli.

Mapas Treepedia do MIT.Mapas Treepedia do MIT.Intitulado Treepedia, o estudo gera mapas de vegetação que apresentam os níveis de “frondosidade” para cada local. Estes são combinados para resultar no Green View Index (GVI), um índice que determina quão verde é o espaço urbano a partir da perspectiva de quem caminha nas ruas.

Dentre todas as cidades analisadas até o momento, Cingapura é a que lidera a lista com um GVI de 29,3%, seguida de perto por Sydney e Vancouver. Do outro lado do espectro, Paris ocupa o posto de cidade mais cinza, com um GVI de apenas 8,8%.

Foto: Bigstock.Foto: Bigstock.

A lista das dez cidades mais verdes do mundo segundo o MIT:

1. Singapura (GVI: 29.3%).
2. Sydney e Vancouver  (GVI: 25.9%).
3. Cambridge (US) (GVI: 25.3%).
4. Durban (GVI: 23.7%).
5. Sacramento e Johannesburgo (GVI: 23.6%).
6. Frankfurt (GVI: 21.5%).
7. Genebra (GVI: 21.4%).
8. Amsterdã (GVI: 20.6%).
9. Seattle (GVI: 20%).
10. Toronto (GVI: 19.5%).

***
Por Matthew Reynolds na Wired (Inglês).