Negócios Criativos - São Paulo São

São Paulo São Negócios

Lançada pela ProjectHub em parceria com a Virada Sustentável, a chamada criativa pretende ampliar as oportunidades para Empreendedores Criativos viabilizarem seus projetos transformadores e aumentarem as chances de conexão com investidores e parceiros da principal iniciativa de mobilização para a sustentabilidade em São Paulo.

Para participar é fácil: os criativos devem inscrever seus projetos já aprovados no ProaAC-ICMS (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo) e liberados para captação de recursos no até o dia 26 de junho. Clique e se inscreva: http://goo.gl/nNUrm6

Desta forma, artistas, oficineiros, palestrantes, movimentos, coletivos, escolas, organizações, fundações e faculdades que tenham projetos culturais ligados à sustentabilidade têm a oportunidade de ampliar e divulgar seu trabalho com todos aqueles que compartilham o interesse no tema, podendo participar da programação oficial da Virada Sustentável, que acontecerá em agosto em São Paulo.

Os projetos selecionados poderão receber investimento dos patrocinadores parceiros do evento para as edições de 2015 ou 2016. Além disso, poderão ter acesso às oportunidades de conexão e conhecimento oferecidas pela ProjectHub para sua rede de Empreendedores Criativos. 

A lista dos aprovados será divulgada do dia 10 de julho, na página da ProjectHub no Facebook: https://goo.gl/71ExEZ

Por Equipe ProjectHub

 

Os cerca de 300 corretores da incorporadora Tecnisa, em São Paulo, passaram anos enchendo seus carros com catálogos dos imóveis à venda — o que geralmente resultava em bagunça, papéis amassados e perda de tempo. 

Essa era a regra até que, neste ano, a empresa passou a oferecer um aplicativo que permite acessar uma cópia digital de todos os catálogos em tablets e smartphones.

A solução não era, obviamente, complexa. Mas o que chamou a atenção no caso da Tecnisa foi a rapidez. Da decisão de resolver o problema à implantação total, foram menos de dois meses. Isso porque a incorporadora recorreu à startup Asapp, com sede na capital paulista, que já tinha um serviço na medida para esse tipo de demanda.

Assim como a Tecnisa, outras grandes empresas têm buscado startups para resolver seus problemas — e também repensar parte de seus negócios. A lista inclui os bancos Bradesco e Itaú, as fabricantes de bebidas Coca-Cola e Pernod Ricard e a fabricante de cosméticos Natura.

O objetivo de todas elas é o mesmo: aproximar-se da nova geração de empreendedores digitais e aproveitar as ideias que eles têm a oferecer. “As startups trabalham com eficiência e custo menor. É importante estar perto delas para incorporar essa cultura e aprender a inovar”, diz Erica Jannini, superintendente de canais digitais do Itaú.

Os grandes conglomerados têm vários caminhos para encontrar as startups mais indicadas. Um deles é interno. Monta-se um escritório para hospedá-las, como o Itaú, em parceria com o fundo Redpoint e.ventures, fará em São Paulo a partir de setembro.

Outras empresas de grande porte escolhem estratégias mais pontuais. Organizam os chamados hackathons, encontros de programadores que recebem um desafio e, muitas vezes, viram a noite atrás de uma solução. Ou promovem concursos — caminho seguido pelo Bradesco.

No segundo semestre de 2014, o banco recebeu projetos de inovação de 550 startups. No começo deste ano, selecionou os oito melhores e nos próximos meses deverá escolher os vencedores. As startups que entregarem produtos inovadores serão contratadas como as mais novas fornecedoras do banco.

“Mesclamos a experiência de uma grande empresa com a ousadia de uma startup”, diz Fernando Freitas, gerente executivo do Bradesco para a área. Entre as grandes empresas há ainda as que terceirizam a seleção — contratam consultores para escolher os empreendedores digitais mais indicados a suas necessidades.

Foi a agência de marketing A.Senses que apresentou os fundadores da startup Boozebox, de São Paulo, aos executivos da Pernod Ricard no começo do ano. A Boozebox tinha desenvolvido uma máquina de coquetéis no estilo de uma chopeira. “A solução estava alinhada com nossa estratégia. Investimos num piloto para, mais tarde, darmos uma maior escala a esse projeto”, afirma André Limaverde, gerente de marketing em pontos de venda da Pernod Ricard.

Para as grandes empresas não existe uma estratégia de aproximação ideal. Elas escolhem a mais adequada a cada projeto. O que talvez seja o ponto em comum é a tendência de evitar apostas. Em geral, as grandes empresas procuram startups que tenham encontrado uma solução funcional. Entre as startups, também há algumas preferências quando o assunto é associar-se a uma empresa de grande porte.

“O mais importante não é o dinheiro, não é o espaço físico e não é a mentoria. É o acesso ao mercado”, afirma o administrador Marcelo Nakagawa, professor de empreendedorismo da escola de negócios Insper. Em resumo, o foco dos empreendedores digitais costuma ser menos o “start” e mais o “up”.

Felipe Serrano na Exame.

 


Prêmio de Inovação Intercultural, promovido pela Aliança de Civilizações da ONU (UNAOC) em parceria com o Grupo BMW, financiará em até 40 mil dólares organizações sem fins lucrativos que promovem o diálogo e a cooperação entre pessoas de diferentes origens culturais.

A Aliança de Civilizações das Nações Unidas (UNAOC) anunciou nesta sexta-feira (22) o lançamento da edição 2015 do Prêmio de Inovação Intercultural, uma parceria entre a UNAOC e o Grupo BMW. A iniciativa premiará projetos de base em todo o mundo que estão promovendo o diálogo e a cooperação entre pessoas de diferentes origens culturais, utilizando métodos novos e criativos.

Dez organizações sem fins lucrativos com projetos interculturais sustentáveis e inovadores que têm potencial de expansão e replicação receberão financiamento e apoio estratégico pelo Grupo BMW e pela UNAOC.

As organizações devem trabalhar nas áreas de: (1) Migração e integração; (2) Conscientização intercultural; (3) Educação para a cidadania intercultural; e/ou serem organizações que respondam às necessidades de grupos específicos na promoção da compreensão intercultural (por exemplo, com base na fé, juventude, mulheres, mídia etc.)

As organizações devem se inscrever online até o dia 30 de setembro de 2015 às 17h, hora de Nova York. Os dez finalistas serão convidados a apresentar os seus projetos no 7º Fórum Global da UNAOC. Um total de 100.500 dólares é oferecido a todos os premiados, dos quais 40 mil dólares para o primeiro colocado. Na edição de 2011, a organização brasileira Associação Vaga Lume foi uma das vencedoras.

Todos os detalhes em https://interculturalinnovation.org

Eventuais dúvidas serão respondidas somente pelo email [email protected]

Fonte: ONU/Brasil.

Diversas pesquisas apontam a Alemanha com um dos países no topo da lista de mais solitários em todo o mundo. Levando em consideração essas e outras questões, incluindo a possibilidade de gerar engajamento e aproximar as pessoas, a Nescafé criou uma ativação que alia tecnologia e gentileza pelas ruas de Berlim.

A marca, com a ajuda da OgilvyOne Frankfurt, instalou uma espécie de máquina de café no mesmo espaço do botão de pedestres para os semáforos. O aparelho tinha uma tela onde era possível ver a pessoa que estava do outro lado da rua, também tentando atravessar na faixa. A interação entre eles gerava um café quentinho numa cinzenta manhã europeia e arrancava muitos sorrisos de ambos os lados.

Uma ótima ideia para as marcas adotarem por aqui neste inverno que chega, não?

Confira o vídeo: https://youtu.be/s6liGluRidA

R
edação ADNews.

 

Para fugir da burocracia na hora de montar uma empresa, o empreendedor pode recorrer a uma página exclusiva criada pela Prefeitura de São Paulo. A Secretaria Municipal de Finanças vai orientar online, sem necessidade de despachantes ou dependência de servidores municipais, a abertura de um negócio.

A página pode ser acessada no portal da Prefeitura de SP: www.capital.sp.gov.br/portal/secoes/empresa.

A ação faz parte de uma revisão de procedimentos internos da Prefeitura começado em 2013. A proposta é que, com os procedimentos simplificados e agrupados em um lugar só, a burocracia para abertura de novas empresas seja reduzida, melhorando o ambiente de negócios da cidade.

A promessa da gestão Fernando Haddad foi trazer mais transparência para os procedimentos internos de abertura de empresas, emissão de licenças e processos de licenciamento.

Essas ações se mostraram mais urgentes depois de varreduras em estabelecimentos noturnos mostrarem falta de alvarás (caso que chamou atenção depois do acidente na boate Kiss, em Santa Maria, Rio Grande do Sul), e da máfia do Imposto sobre Serviços (em que fiscais se aproveitavam da subjetividade dos procedimentos da Prefeitura para driblar sistemas e sonegar impostos).

"Em 2014, foi assinado um Protocolo de Intenções, no qual os representantes da Prefeitura, governo estadual e federal reafirmaram seu compromisso em melhorar o ambiente de negócios da cidade, reduzindo o tempo médio necessário para abertura de empresas através da integração de sistemas. Entretanto, antes mesmo da integração, a Prefeitura decidiu reorganizar os procedimentos internos, de forma a facilitar a vida do empreendedor. Assim, surgiu a ideia de criar uma página específica em que todos os formulários, ainda que geridos por Secretarias diferentes, estivessem centralizados e conectados de maneira lógica", diz a Secretaria Municipal de Finanças, por meio de nota.

Estadão Conteúdo. 

Na esteira do sucesso dos livros de colorir sobre cidades, o escritório paulistano Terra Urbanismo disponibilizou gratuitamente em seu blog uma pequena série de croquis de pontos de São Paulo para colorir.

Série em andamento, a equipe do escritório publicará periodicamente desenhos de fragmentos urbanos: uma obra arquitetônica, um monumento, um conflito urbano, uma passagem trivial, detalhe que os olhos perdem no ritmo da cidade contemporânea.

Até o momento estão disponíveis para download no blog do escritório três croquis em preto e branco: uma vista frontal da Catedral da Sé, um detalhe de sua torre, e uma perspectiva do Pateo do Collegio, todos localizados no centro de São Paulo.

Para fazer o download, clique nas imagens para ampliar e salve no tamanho original: https://terraurbanismo.wordpress.com/

Dica: ArchDaily.