Negócios - São Paulo São

São Paulo São Negócios

Foto: Getty Images.Foto: Getty Images.É provável que capitais brasileiras como São Paulo e Rio de Janeiro recebam a novidade nos próximos meses. Foto: Getty Images.

Na última semana, o gigante Google anunciou em seu blog, um novo recurso para o seu Maps. O aplicativo de navegação da empresa agora será capaz de mostrar rotas adequadas para cadeirantes, pessoas com mobilidade reduzida ou pessoas com carrinhos de bebê sempre que alguém usá-lo para procurar por caminhos entre dois pontos de uma cidade. 

De acordo com a empresa, o aplicativo levará em conta informações providenciadas pelos usuários para decidir quais caminhos são mais adequados para esses casos. Ele dará preferência a trajetos mais planos e a estações de transporte público que contenham rampas ou elevadores em vez de apenas escadas. 

Imagem: Google / Ilustração.Imagem: Google / Ilustração.Imagem: Google / Ilustração.

A opção de trajetos adequados para cadeirantes aparecerá na aba de opções do aplicativo quando o usuário pesquisar um trajeto por transporte público. Em inglês, a opção se chama "Wheelchair Accessible"; em português, deverá ser algo como "acessível para cadeiras de rodas". Ao selecioná-la, o app mostrará uma série de opções de caminho que incluem locais mais simples para se navegar com cadeiras de rodas, muletas ou carrinhos de bebê.

Imagem: Google / Ilustração.Imagem: Google / Ilustração.Imagem: Google / Ilustração.

Fora isso, os trajetos mostrados incluirão links para fotos das estações de transporte público captadas por usuários ou, em alguns casos, pelo próprio Google Street View. As fotos podem ajudar as pessoas com mobilidade reduzida que usam o app a decidir se aquela estação é adequada para elas ou não.

Chama Scrooser, é feita na Alemanha, e promete uma nova era para a mobilidade urbana. Não faz barulho, não solta fumaça, é elétrica, já vem com sistema anti-roubo, reconhece o peso do condutor e, de acordo com o impulso dele, acelera mais ou menos. Os pneus largos o tornam fácil de dirigir. A chave para ligá-lo é digital. Vai entrar agora em produção para sair às ruas e pode ser comprado on-line por $5,999.00.

Ostentando um design elegante e minimalista, o "scrooser" (sem tradução) é um scooter (lambreta) elétrico que dá às pessoas a chance de andar sem a necessidade de habilitação ou capacete. Como uma vespa elétrica para o asfalto, este scooter com estilo de vida para a cidade, possui um motor de 1000 W que permite que os viajantes trafeguem confortavelmente a velocidades de até 45 km/h, andando ou parando, por até 55 km com uma única carga.

O "scrooser" é impulsionado por uma espécide de dínamo, que inclui um motor elétrico de transmissão direta incorporado ao cubo da roda traseira que aumenta o poder de impulso do piloto. Quando o scooter atinge velocidades de 3 km/h, o motor de 1000 W aumenta sua potência em quatro vezes, até o limite de velocidade a 25 km/h. O piloto então espera até o próximo impulso, pois o equipamento é dotado de um assento confortável para pessoas que querem enfrentar percursos mais longos.

Uma bateria de íon de lítio removível de 48 V, localizada discretamente debaixo do assoalho, fornece energia ao veículo. A duração da bateria varia de acordo com a força / energia do piloto, no entanto, o fabricante alemão afirma que é possível percorrer até 55 km com uma carga, que pode ser recarregada completamente em apenas três horas, com o carregador padrão, incluindo o funcionamento de luzes LED diurnas, ignição digital, além de um bloqueio de cabo de aço embutido no quadro para proteção contra roubos.

Assista o vídeo do Scrooser.

***
Da Redação com informações Design Boom. Fotos: Scrooser / Divulgação.