Prefeitura lança segundo Edital 'Redes e Ruas' - São Paulo São

 
A Prefeitura de São Paulo lançou na última quinta-feira (17), na Praça das Artes, região central, a segunda edição do Edital Redes e Ruas. A iniciativa tem o objetivo de fortalecer o direito à cidade, a inclusão digital, a cidadania e a ocupação do espaço público pela cultura. Neste ano, serão selecionados 47 projetos nas áreas de Cultura Digital, Inclusão e Cidadania, que contarão com o investimento de R$ 2,45 milhões. O evento também foi marcado pelo lançamento do livro sobre a primeira edição da iniciativa.

“O Redes e Ruas se encaixa na preocupação que temos, o da ocupação das praças e democratização dos espaços públicos. Queremos ver as praças ocupadas com música, teatro e outras formas culturais. E isso está dando certo. Só com o fato de colocarmos o WiFi Livre SP em alguns pontos, vimos, por meio de pesquisas da Universidade Federal do ABC, que os cidadãos passaram a ocupá-los com mais frequência”, afirmou o secretário municipal de Serviços, Simão Pedro.

O novo edital foi elaborado a partir da avaliação das experiências da primeira edição, que reuniu 59 iniciativas coletivas e individuais para o fomento da cultural digital em toda a cidade.

Nesta segunda edição, as inscrições serão feitas exclusivamente pela internet no período de 23 de março a 24 de abril. O edital completo poderá ser visualizado na página do Edital Redes e Ruas no Facebook.
 

Lançamento do Edital 'Redes e Ruas' na Praça das Artes. Foto: Sylvia Masini / Secom.

Os projetos serão divididos em quatro categorias:

- Robótica Livre: Destinado a pessoas físicas, terá até 15 projetos com abrangência na criação e aprimoramento de robôs e drones. Serão destinados R$ 50 mil.

- Midialivrismo: Abrange, entre outros pontos, a criação coletiva de conteúdos analógicos e digitais para sites, produção de jornalismo comunitário, webrádio e desenvolvimento de games entre comunidades. Serão até 12 projetos no valor de R$ 50 mil, destinados a pessoas físicas e jurídicas;

- Intervenção Digital: Compartilhamento e difusão de arte e cultura digital em espaços públicos. Serão até 15 projetos destinados a pessoas físicas e jurídicas no valor de R$ 50 mil;

- Formação em Rede: Focado em pontos de cultura, tem como objetivo criação de imagens e desenvolvimento de vídeos, uso da internet como ferramenta de aprendizagem, entre outros. Serão escolhidos até 5 projetos no valor de R$ 70 mil. Destinados a pessoas físicas e jurídicas.

A ação é uma parceria entre as secretarias municipais de Cultura, de Direitos Humanos e Cidadania e de Serviços. De acordo com o secretário de Cultura, Nabil Bonduki, a união das três pastas mostra que é possível trabalhar de forma integrada para atingir os anseios dos cidadãos.

“O programa trabalha com diferentes formas de apropriação dos espaços urbanos, em que as diversas formas de artes dialogam entre si e com outros pares. Os exemplos reunidos no livro mostram o enorme potencial da cultura como elemento vital do processo de transformação da cidade”, afirmou.

Ao destacar a importância do projeto para a cidade, o secretário de Direitos Humanos e Cidadania, Eduardo Suplicy, ressaltou o direito à cidade, cujo maior desafio é a construção de cidades igualitárias. Para ele, as produções culturais, como as desenvolvidas pelos contemplados do edital, simbolizam os valores dos direitos humanos na vida cotidiana dos cidadãos.

Livro “Redes e Ruas – Inclusão, Cidadania e Cultura Digital” - Organizado pela Sampa.Org e Coletivo Digital, o livro “Redes e Ruas – Inclusão, Cidadania e Cultura Digital” registra a primeira edição do programa, com depoimentos das experiências de cada grupo, relevando as transformações no cotidiano das pessoas envolvidas pelas atividades.

Serviço: 2º Edital Redes e Ruas
Inscrições: 23 de março a 24 de abril
Íntegra disponível na página do Edital Redes e Ruas no Facebook

*
**
Fonte: Secretaria Executiva de Comunicação / Prefeitura de São Paulo.