Anunciada a aliança de montadoras com a Microsoft para a produção de carros conectados - São Paulo São

A Aliança Renault-Nissan e a Microsoft assinaram um acordo de parceria global de longo prazo em relação às próximas gerações de tecnologias que avancem as experiências de condução conectada ao redor do mundo.

As companhias trabalharão juntas para desenvolver a futura geração de serviços conectados para carros equipados com o Microsoft Azure. Segundo as empresas, esses novos serviços melhoram a experiência do consumidor por meio de navegação avançada, manutenção preventiva e serviços centrais dos veículos, monitoramento remoto dos equipamentos do carro, experiências móveis externas e atualizações via OTA (over-the-air).

“Os carros estão se tornando cada vez mais conectados, inteligentes e pessoais”, afirmou Ogi Redzic, Vice-Presidente Sênior da Aliança Renault-Nissan para Veículos Conectados e Serviços de Mobilidade. “Ser parceiros da Microsoft nos permite acelerar o desenvolvimento de tecnologias-chave associadas fundamentais para permitir criar os cenários que nossos consumidores querem e construir modelos 100% novos que eles ainda nem imaginaram. Temos como foco nos tornar fornecedor de mobilidade conectada para todos com uma única plataforma global”, observou.

A Aliança Renault-Nissan tem o objetivo de desenvolver tecnologias de conectividade e equipamentos que deem suporte ao lançamento de mais de 10 veículos com a tecnologia da condução autônoma até 2020 com serviços que maximizem a melhor utilização do tempo livre obtido com este novo tipo de automóvel. A Renault-Nissan continuamente desenvolverá e lançará novos serviços conectados e aplicativos que tornem mais fácil para as pessoas permanecer conectados ao trabalho, ao entretenimento e às redes sociais, além de oferecer serviços centrais do veículo que vão simplificar e aumentar o engajamento com o carro por meio de informação e acesso remoto, diagnósticos remotos e manutenção preventiva. O Microsoft Azure provê uma plataforma global já testada e com escala ilimitada que permite à Renault-Nissan entregar serviços ao redor do mundo para sua ampla base de clientes.

Consumidores poderão customizar suas preferências sabendo que os dados estão seguros. Foto: Divulgação.Consumidores poderão customizar suas preferências sabendo que os dados estão seguros. Foto: Divulgação.

A Aliança Renault-Nissan escolheu o Azure em parte por conta de seu grau de segurança corporativa e comprometimento da Microsoft com regras de conformidade. Em adição, o Azure roda em múltiplos sistemas operacionais, linguagens de programação e ferramentas, garantindo flexibilidade e poder de escolha para que se construa uma plataforma comum para a Renault-Nissan desenvolver serviços para ambas as marcas da Aliança.

“Ao passo que a experiência do carro conectado está em seu início, nós acreditamos que há muito potencial para realmente mudar esta indústria”, afirmou Jean-Philippe Courtois, Vice-Presidente Executivo e Presidente Global de Vendas, Marketing e Operações da Microsoft. “Estamos nos tornando parceiros para acelerar os serviços móveis e estratégias de nuvem da Renault-Nissan e abrir possibilidade de novas experiências para seus clientes”, completou.

A parceria acelerará o desenvolvimento de serviços de informação e entretenimento e dos baseados em localização que permitirão que consumidores personalizem e protejam suas preferências. Consumidores poderão customizar suas preferências sabendo que os dados estão seguros e que têm a opção de transferir suas preferências de um carro para outro, ou travar ou cancelar esta transferência. Ao adicionar uma experiência central do motorista ao carro, a condução se torna mais pessoal e permite, por exemplo, que sejam feitas sugestões de adaptação de rotas e navegação avançada.

O foco também estará em produtividade, expandindo uma gama de serviços dentro do carro – transformando a tarefa diária de dirigir em uma experiência produtiva ao integrar perfeitamente as experiências digitais presentes no trabalho e vida para dentro do carro. Além disso a proposta ainda é de dar acesso a atualizações OTA (over-the-air), ajudar os clientes a permanecerem em contato, monitorar o carro à distância, proteger o veículo e melhorar a experiência do automóvel.

***
Esse conteúdo é um oferecimento