Inovação com empatia: tudo o que as pessoas querem em sua relação com as empresas - São Paulo São

Em tempos em que o sentimento da empatia vem sido discutido em diversos setores da sociedade atual, viver em São Paulo é também buscar por serviços de atendimento e lazer que transmitam empatia. Esse sentimento procura “confundir-se com a história do outro”, propondo soluções com inovação, criatividade e reconhecimento daquilo de que precisamos.

Leroy Merlin: especializada em construção e decoração, amplia a sua unidade da Marginal Tietê. Foto: Germano Luders.Leroy Merlin: especializada em construção e decoração, amplia a sua unidade da Marginal Tietê. Foto: Germano Luders.Na capital paulista, algumas empresas têm desconstruído o padrão tradicional de compra e venda no varejo, investindo num modelo que atenda às necessidades das pessoas, oferecendo muito além de produtos, mas novas experiências carregadas de empatia.

A Leroy Merlin, por exemplo, que amplia a sua unidade da Marginal Tietê nesta terça-feira, dia 5/12, pretende oferecer aos paulistas maior facilidade e inovação. A ideia é reduzir o tempo de espera e aperfeiçoar a experiência de compra dos clientes. A empresa é considerada multiespecialista do lar, por ser especializada em construção, acabamento, bricolagem, decoração e jardinagem com 80 mil itens divididos em 15 setores.

As mudanças vão desde os horários de funcionamento da loja (Segunda a sábado, das 6h30 às 23h. Domingos, das 8h às 22h. Feriados, das 6h30 às 23h.), alternativas inteligentes à falta de tempo e ao corre-corre comuns às grandes metrópoles, até o investimento em tecnologia, como a venda via website e pelo smartphone. Neste ano, o mobile commerce completa 20 anos de existência e os investimentos na tecnologia, no mundo todo neste segmento, devem ultrapassar US$ 516 bilhões somente em 2017. Portanto, cada vez mais, as empresas estão de olho neste nicho.

Para quem gosta de fazer experimentações em casa e também quer apostar no empreendedorismo, a Loja Zôdio, uma das bandeiras do Grupo Adeo, controlador da Leroy Merlin, chega ao novo espaço oferecendo aos clientes a possibilidade de se “vivenciar paixões”. Isso significa que será possível caminhar por dentro de uma casa montada, fazer aulas de crochê ou tricô, ou participar de um ateliê culinário, colocar a mão na massa e depois sentar-se a mesa de jantar para experimentar a comida. Uma experiência pra lá de sensorial, diga-se de passagem.

Inovar com empatia é um dos grandes desafios para as empresas, atualmente. Muitas delas estão desenvolvendo hubs de inovação como forma de acelerar esse processo na criação de grandes ideias, mas que sejam também eficientes em conversar com simplicidade com o público, contando histórias e suprindo as reais necessidades das pessoas. 

A Leroy Merlin deu recentemente outro passo em direção à maior facilidade e funcionalidade da compra. Trata-se do Clique e Retire, que estará em funcionamento na Loja da Marginal Tietê e nas demais unidades da rede. Em casa, ou em qualquer lugar, através do site, o Cliente vê o estoque da Leroy Merlin, faz a escolha dos produtos de que necessita para a sua construção, reforma ou decoração e retira tudo na loja, de forma ágil e confortável.

Neste ano, a empresa tembém lançou um canal do YouTube chamado "Casa de Verdade", que tem como principal objetivo gerar um conteúdo prático e didático para quem quer mexer na casa com as próprias mãos.

Pode-se dizer que o varejo é um mercado que vem propondo diversas inovações aos consumidores, sendo um setor promissor na transformação dos negócios. Um dos desafios, porém, é oferecer produtos e serviços que estejam munidos de empatia, um valor cada vez mais urgente e fundamental aos novos tempos.

Cena da “Casa de verdade”, da Leroy Merlin, web série inspirada nos momentos vividos em uma residência real. Foto: Reprodução.Cena da “Casa de verdade”, da Leroy Merlin, web série inspirada nos momentos vividos em uma residência real. Foto: Reprodução.

Os formatos inovadores em curso, as mudanças nas relações empresa e clientes, as experiências geradas e a facilidades na escolha dos produtos, vão proporcionar maior economia e conforto, estimular o convívio entre as pessoas, amigos e familiares, e também maior participação de todos nas tarefas da casa. Isto já é comum nos países desenvolvidos onde cuidar dos afazeres, fazer compras de objetos e instalá-los, promover reformas e se ocupar da manutenção da casa, fazem parte do dia a dia das pessoas sem stress. E cada vez que transformamos a nossa casa, ela nos transforma um pouco é sempre bom lembrar.

***
Por Juliana Welling da Redação.

 

Este conteúdo é um oferecimento Leroy Merlin.