Novo espaço gastronômico tem pratos orgânicos a R$ 15 feitos por jovens da periferia - São Paulo São

User Rating: 0 / 5


Um conteiner instalado numa praça pouco conhecida na região da Avenida Paulista tem chamado a atenção de quem está acostumado a passar às pressas por lá.
 
A Praça dos Arcos é mais um espaço gastronômico da cidade, mas com uma proposta um pouco diferente. Quem está à frente da cozinha industrial montada na caixa metálica são jovens da periferia de São Paulo que sonhavam em ter o próprio negócio no ramo da gastronomia e não cozinheiros profissionais. A comida vendida é produzida com alimentos orgânicos provenientes de pequenos produtores também da periferia da capital e com preços não superiores a R$ 15.
 
O projeto Cozinha São Paulo é uma iniciativa do Instituto Mobilidade Verde, que trabalha eventos de ativação de espaços públicos. A proposta levou um ano para ser viabilizada e tem apoio da iniciativa privada e da prefeitura. Por um ano, o conteiner terá a cada mês um cozinheiro diferente. Jovens da periferia com vocação e interesse na área gastronômica estão sendo recrutados. Eles estão passando por treinamento e recebendo orientações que vão desde a execução dos pratos idealizados por eles à gestão do próprio negócio. Todo o dinheiro arrecadado ficará com o cozinheiro, segundo o presidente do Instituto Mobilidade Verde, Lincoln Paiva.
 
- "A gente quis juntar duas ideias que eram como transformar aquele espaço público subutilizado em algo para a população e como ajudar aquelas pessoas que têm vontade de empreender no ramo da gastronomia, mas não têm condições financeiras" - explicou Paiva.

 
 
Ele contou que o conteiner de gastronomia colaborativa é um contraponto à onda dos food trucks. Os donos de food trucks são, em sua maioria, pessoas que amam cozinhar, que estavam exercendo outra profissão e decidiram abrir o próprio negócio. Na periferia está cheio de pessoas com esse mesmo perfil, mas com a diferença de que não têm o dinheiro necessário para levar isso adiante. Eu tenho dito que esse projeto, além de um novo espaço gastronômico na cidade, é uma fábrica para ajudar a realizar os sonhos desses cozinheiros amadores. A proposta é seja comida boa a barata.

A instalação da cozinha na Praça dos Arcos começou há cerca de uma semana. O valor investido até o momento foi de R$ 350 mil vindos de apoiadores da iniciativa privada. O custo total do projeto está estimado em R$ 600 mil. Ao final de um ano de atividade, o conteiner todo equipado será doado à prefeitura.

Como a base do cardápio é de produtos vindos de pequenos produtores, os pratos não serão fixos. Haverá sempre uma opção para vegetarianos e não-vegetarianos. Mas o menu será decidido a cada dia de acordo com a oferta dos alimentos. Outra ideia é informar no cardápio a procedência dos produtos.

- "O fato de ter que trabalhar com o alimento que estiver disponível no dia será um aprendizado e tanto para os cozinheiros. Já pra os clientes, será garantia de estar comendo um alimento sempre fresco. Também estaremos dando visibilidade a esses pequenos produtores dentro da cidade e incentivando as pessoas a conhecerem essa possibilidade de consumo. A ideia é resgatar aquela coisa de saber o que se está comendo, de onde vem os alimentos que estão no prato. Isso é algo que se perdeu principalmente nas grandes cidades" - disse Paiva.

O site: www.cozinhasp.org

Endereço: Praça dos Arcos (cruzamento das Avenidas Paulista e Angélica e Ruas Minas Gerais e Itápolis).

Fonte: O Globo / Silvia Amorim.