Ciclovias da cidade vão ganhar sinalização de orientação para ciclistas. A primeira é a da Paulista - São Paulo São

User Rating: 0 / 5

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) inauguram, no feriado da Independência (07/09), a nova sinalização de orientação aos ciclistas na Avenida Paulista. O objetivo é indicar aos ciclistas os vários destinos das ciclovias, com informação de distância e o tempo de percurso.

O projeto, que futuramente será levado para outras ciclovias da cidade, foi implantado entre a Praça Oswaldo Cruz e a Praça Marechal Cordeiro de Farias (Praça dos Arcos), onde há um bicicletário. Esse trajeto de 5,4 km (ida e volta) ganhou nova sinalização, com placas verdes e adesivos fixados nos totens.

As placas vão orientar os ciclistas para os seguintes destinos: Parque Ibirapuera, Praça Roosevelt, MASP, Parque Trianon, bicicletário da Praça dos Arcos, Estádio do Pacaembu e Praça da Bandeira.

O site Vá de Bike, especializado no assunto, analisa a novidadeFoto: SMT/DivulgaçãoFoto: SMT/Divulgação

Em meio a diversas incertezas e preocupações em relação à rede cicloviária na gestão João Doria, a medida é positiva, tanto auxiliando quem já utiliza as ciclovias quanto incentivando quem ainda não usa a bicicleta, pois mostra de forma clara que é possível viável e rápido se deslocar pedalando na cidade, sobretudo com a rede implantada nos últimos anos.

A ideia não é exatamente nova na cidade: essa sinalização já foi solicitada algumas vezes por ciclistas e entidades, inclusive por meio de abaixo-assinado (que pedia também a instalação de totens com mapas da estrutura próxima). Essas solicitações resultaram numa proposta de sinalização por parte da CET, que foi enviada para avaliação do Contran no final de 2015, mas que ainda não havia sido posta em prática.

Locais

O projeto foi implantado inicialmente na Avenida Paulista, com placas verdes e adesivos fixados nos totens, entre a Praça Oswaldo Cruz (Av. 13 de maio) e a Praça Marechal Cordeiro de Farias (Praça dos Arcos), onde há um bicicletário. A SMT informa que “futuramente o projeto será levado para outras ciclovias da cidade”, mas ainda não há previsão.

Sinalização é comum em outros países

Placas indicando rotas e destinos são comuns no exterior, em cidades que investem sem receios em estrutura cicloviária e no apoio os cidadãos que pedalam. Recentemente estivemos na Holanda, para participar da conferência internacional Velo-City e realizando uma cicloviagem, e pudemos ver sinalização semelhante em vários pontos do país. Veja abaixo fotos de alguns locais com essa sinalização.

Coréia do Sul também tem sua sinalização. Foto: Kojects (cc).Coréia do Sul também tem sua sinalização. Foto: Kojects (cc).

placa bike holandaPlacas sinalizando caminhos e distâncias são comuns nas ciclovias holandesas. Foto: Bicycle Dutch.placa bike holandaPlacas sinalizando caminhos e distâncias são comuns nas ciclovias holandesas. Foto: Bicycle Dutch.

Sinalização com rotas e distâncias em Londres. Foto: J.P.Lon (cc).Sinalização com rotas e distâncias em Londres. Foto: J.P.Lon (cc).

***
Com informações da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes / Portal da PMSP.