Em parceria com a ONU, Instituto Avon lança série de vídeos sobre violência contra mulheres - São Paulo São

Visível ou invisível, a violência contra as mulheres tem estatísticas alarmantes. Uma iniciativa do Instituto Avon, em parceria com a ONU Mulheres, dá voz a histórias reais por meio de depoimentos e canções. Um dos principais objetivos da série de vídeos para a web “Quando Existe Voz” é usar o poder da música para empoderar e alertar todas as mulheres sobre os diferentes tipos de violência.

A produção conta com cinco episódios retratando mulheres que viveram e enfrentaram a violência e hoje são exemplos de superação. Cada episódio traz a participação de uma conselheira que aborda os caminhos para que qualquer pessoa possa, de alguma forma, ajudar uma mulher a sair de uma situação de violência.

Além dos depoimentos, os episódios trazem uma trilha sonora exclusiva para cada um dos temas abordados. As músicas são assinadas pelas irmãs Carol e Vitória Marcilio, duas jovens de Florianópolis que estão ganhando a Internet com respostas a músicas misóginas e machistas.

Atriz, empresária e embaixadora do Instituto Avon desde 2012, Luiza Brunet é a protagonista do primeiro episódio. Com uma história pública de violência física, ela traz em seu depoimento um outro ângulo de sua história: a violência moral.

Apesar de ser uma personalidade pública, a atriz sempre se manteve discreta em seus relacionamentos e conta como foi lidar, mesmo depois da agressão, com toda uma campanha orquestrada para manchar sua credibilidade e tornar mais difícil o processo judicial.

“Só nós mulheres podemos mudar a situação. Temos que nos unir para superar e para ajudar outras mulheres. Dois anos depois me sinto orgulhosa e, mesmo depois de ter me perdido na caminhada, posso dizer que agora me encontrei. A coragem é transformadora.”

Também participa do episódio a educadora social Bel Santos, que fala sobre seu trabalho na periferia de São Paulo com adolescentes que sofreram exposição da vida íntima na Internet, abordando as consequências disso e fornecendo estratégias para lidar com a situação.

Quando Existe Voz

Além dos depoimentos, os episódios trazem uma trilha sonora exclusiva para cada um dos temas abordados. Imagem / Reprodução.Além dos depoimentos, os episódios trazem uma trilha sonora exclusiva para cada um dos temas abordados. Imagem / Reprodução.

O lançamento da série de vídeos para web faz parte da programação oficial dos 16 dias de ativismo, movimento global pelo fim da violência contra as mulheres. O primeiro episódio está no ar nos canais do Instituto Avon.

“O trabalho de enfrentamento à violência contra a mulher é algo recorrente, pois vivemos uma realidade que assola um número cada vez maior de mulheres”, destaca Daniela Grelin, gerente sênior do Instituto Avon.

A série de vídeos foi produzida e dirigida por Bárbara Magri e Laura Zamboni e trará, a cada mês, um episódio diferente sobre violência moral, psicológica, sexual, física e patrimonial.

Entre as personagens, estão a ativista Maria da Penha e conselheiras como Mariana Ganzarolli, da Rede Feminista de Juristas, e Maria Sylvia Oliveira, do Instituto Geledés.

Assista o vídeo! 

***
Fonte: ONU Brasil.