Site cria vitrine cultural de imigrantes que vieram para o Brasil em situação de vulnerabilidade - São Paulo São

O projeto Conectados é uma ferramenta virtual gratuita que facilita e estimula a venda de produtos e a contratação de serviços oferecidos por refugiados e imigrantes que moram em São Paulo.

O objetivo do projeto é contribuir para a inserção econômica e social dos imigrantes na sociedade brasileira. “Também queremos promover a visibilidade, confiança e um sentimento de pertencimento destes com a cidade e com as pessoas” segundo Paola uma das idealizadoras do projeto.

“Queremos proporcionar a inclusão econômica dos imigrantes, a partir da geração de renda através da venda de seus produtos e serviços e desenvolver uma plataforma que seja capaz de conectar brasileiros e refugiados/imigrantes no Brasil“, adiciona Juliana idealizadora do projeto.

O projeto é um dos ganhadores da segunda edição do Programa Vai Tec realizado pela AdeSampa – Agência São Paulo de Desenvolvimento.

São mais de 160 perfis de produtos/serviços que a plataforma oferece:


Palestras com diversos temas: Mulheres na África, História e Filosofia Árabe, Cultura Hip-Hop, Gastronomia Árabe, Direito dos imigrantes e refugiados, Direitos Humanos e da Criança, História e Cultura de Cuba entre outras..

Moda: é possível encontrar produtos como a venda de acessórios e roupas bolivianas, africanas e árabes e também serviços de costura. Além disso, há estilistas e cabelereiros.

Música: é possível encontrar talentos musicais dentre cantores, percussionistas, violinistas, trompetistas e outros. Além disso, pode-se contratar bandas já formadas para eventos e todas trazem um pouco de sua cultura local.

Artesanato: são muitos produtos de diferentes cultura: bonecas africanas, o sapo da sorte - tradicional da cultura boliviana, bonecas bolivianas, além de painéis de decoração árabes.

Pintura: serviços e produtos voltados para as artes visuais. Tem o Alberto Valencia, fotógrafo boliviano que vende fotos tiradas por ele há mais de 50 anos, Raheel vindo do Paquistão que produz pinturas a óleo. Há também trabalhos de alguns plásticos e ilustradores de várias origens.

Aulas: inglês, espanhol, francês e outras línguas. Aulas de paisagismo, cinema, costura, marcenaria, culinária árabe e africana.

Dança: são professores que abordam danças típicas de suas culturas: África, Oriente Médio e Caribe.

Culinária: são delicias típicas para encomendar e também diferentes perfis para realizar eventos gastronômicos. Comidas árabe, haitiana e boliviana são bem saborosas.

Comida árabe. Foto: Talal Gastronomia.Comida árabe. Foto: Talal Gastronomia.


***
Com informações de Paola Caiuby Santiago da Conexão CulturalCultural.