‘Com Muito Orgulho‘ mostra a história das Paradas de Orgulho LGBT pelo mundo - São Paulo São

Muito além de cores, a bandeira LGBT representa luta e identidade. Diferentes manifestações ao redor do mundo reforçam a necessidade de inclusão e respeito à comunidade. Em São Paulo, a partir da última sexta-feira (25), o Museu da Diversidade Sexual traz a exposição “Com Muito Orgulho” para reunir memórias de resistências locais e internacionais.

Em parceria com a Associação da Parada do Orgulho LGBT (APOGLBT), a entidade reuniu diferentes imagens de paradas do orgulho LGBT. No total, foram selecionados 90 registros de fotógrafos profissionais e amadores que contam a cronologia do evento em São Paulo e no mundo.

“Recebemos mais de mil fotografias e fizemos a seleção de bandeiras de diversos orgulhos. A ideia é reverenciar as pessoas e agradecê-las por fazerem parte das paradas”, explica o diretor do Museu da Diversidade Sexual, Franco Reinaudo.

As Paradas acontecem em São Paulo desde 1996 e, no próximo dia 3 de junho, o evento promete novamente reunir milhares de pessoas da comunidade. Diante disso, o Museu buscou celebrar o respeito com as diferenças.

Medelin, Colombia. Foto: Raul Arboleda / Getty Images.Medelin, Colombia. Foto: Raul Arboleda / Getty Images.

“Era um sonho ter um acervo contendo a história da Parada em São Paulo. Conseguimos a partir da parceria com o Museu, que fica em um ponto estratégico da capital. As pessoas que visitarem a exposição vão sair de lá diferente, com outra percepção”, comenta Diego Oliveira, secretário da APOGLBT.

Segundo ele, a ideia é mostrar que o mundo inteiro luta por esses direitos e, através do acervo, é reforçada a noção de que a luta não é de hoje, sobretudo, em São Paulo. Quem também realça essa questão é Cássio Rodrigo, Coordenador de Políticas para Diversidade Sexual.

“O Museu é o nosso parceiro, ajudamos na sua criação. Com a exposição não foi diferente, fizemos a divulgação dessa iniciativa e incentivamos as pessoas a mandarem suas fotos. É uma forma de mostrar o orgulho LGBT”, diz.

Parada LGBT em Amsterdam, capital da Holanda. Foto: Getty Images.Parada LGBT em Amsterdam, capital da Holanda. Foto: Getty Images.

A mostra selecionou iniciativas de países como Israel, Uganda, Cuba, México, Estados Unidos, Holanda, China, Chile e França. Para a cônsul adjunta do Reino dos Países Baixos em São Paulo, Nanna Stolze, a exposição terá grande impacto na conscientização do público.

“O fato de ter a Parada de Orgulho Gay de Amsterdã representada na exposição ‘Com muito orgulho’ é uma grande honra. Como governo, procuramos garantir direitos iguais para a [comunidade]. Sempre procuramos formas de cooperação com Brasil na área de direitos LGBT, que é um ponto importante na política interna e externa do governo dos Países Baixos”, afirma.

Museu da Diversidade Sexual

‘Com Muito Orgulho’ é exposta no Museu da Diversidade Sexual, na Estação República (Linha 3 – Vermelha) do Metrô. Foto: Divulgação.‘Com Muito Orgulho’ é exposta no Museu da Diversidade Sexual, na Estação República (Linha 3 – Vermelha) do Metrô. Foto: Divulgação.

Há seis anos, o Estado deu espaço à preservação da memória da população LGBT. O Museu da Diversidade Sexual só foi oficializado no último dia 05 de maio pelo governador de São Paulo, Márcio França. A unidade é a terceira do mundo e a primeira da América Latina.

Mais de 200 mil pessoas já passaram pelo Museu, que fica localizado dentro da Estação República (Linha 3 – Vermelha) do Metrô. A partir de agora, ele passa a integrar a área de Preservação do Patrimônio Museológico, tornando-se um órgão de valorização e visibilidade da diversidade cultural.

Serviço

Exposição “Com Muito Orgulho”
Até 31/05.
Local: Museu da Diversidade Sexual.
Endereço: Estação República do Metrô – Piso Mezanino, loja 518 – São Paulo.
Horário de atendimento: Terça a domingo, das 9h às 18h.
Entrada Gratuita.
Mais informações: www.mds.org.br

*
**
Com informações do Portal do Governo de São Paulo.