Malala Yousafza vem a São Paulo para um encontro sobre educação e direitos femininos - São Paulo São

Depois de muitos convites, Malala Yousafzai aceitou, finalmente, vir a São Paulo e desembarca na cidade, no próximo dia 9 de julho, em pleno feriado paulista, a convite do Itaú / Unibanco.

Malala Yousafzai tem apenas 20 anos de idade, um Prêmio Nobel da Paz, conquistado aos 17. Foto: Rui Vieira / AP.Malala Yousafzai tem apenas 20 anos de idade, um Prêmio Nobel da Paz, conquistado aos 17. Foto: Rui Vieira / AP.

A mais jovem ganhadora do Nobel da Paz da história (em 2014, aos 17 anos), vem participar de evento no Auditório Ibirapuera — fechado para convidados — sobre o poder transformador da educação e da leitura.

Vai falar com alunos de escolas públicas e de ONGs parceiras do banco envolvidas na mesma causa. Ana Lúcia Vilella, presidente e fundadora do Instituto Alana e conselheira do Itaú / Unibanco, vai conduzir a conversa entre a convidada, os jovens e pessoas engajadas em ações nas áreas de educação, leitura, direitos da mulher, vínculo familiar e tolerância.

O evento será transmitido pelas redes de Facebook e Twitter do banco. O roteiro de Malala, depois, pode incluir eventualmente outras cidades — mas isso não foi ainda definido.

Nobel

Malala Yousafzai tem apenas 20 anos de idade, um Prêmio Nobel da Paz, conquistado aos 17, e uma história de vida inspiradora. A jovem ativista é, atualmente, uma das maiores referências quando o assunto é o direito das mulheres à educação, principalmente em países menos igualitários, como o Paquistão, sua terra natal.

Malala Yousafzai na cerimônia do Prêmio Nobel em 2014. Foto: Suzanne Plunkett / Reuters.Malala Yousafzai na cerimônia do Prêmio Nobel em 2014. Foto: Suzanne Plunkett / Reuters.

A jovem completa 21 anos daqui a duas semanas, foi ferida por um tiro de militantes do Talibã quando tinha 15 e, desde então, tornou-se uma figura conhecida mundialmente por sua campanha em defesa das mulheres e de seu direito à educação, numa região, o vale do Swat, onde a guerrilha havia imposto regras rígidas contra elas.

***
Da Redação com informações do Itaú / Unibanco.



-->