Para a Semana da Mobilidade, prefeitura de São Paulo revisita a icônica imagem “perda de espaço“ de 1991, da cidade de Münster - São Paulo São

A imagem é clássica, mas diante ainda do privilégio que o transporte individual recebe em praticamente todo país, vale a pena reproduzi-la.

Além de contribuir com a redução da poluição, o transporte público auxilia no melhor aproveitamento do espaço urbano.

Imagem: Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes / Reproducão - GIF.Imagem: Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes / Reproducão - GIF.Quando o transporte coletivo recebe os investimentos necessários e se torna foco das políticas públicas, não é questão simplesmente de os carros saírem das ruas, mas de as pessoas ganharem espaço na cidade.

Os números absolutos não deixam mentir e, nesta terça-feira, 12 de setembro de 2017, a prefeitura de São Paulo recriou uma cena clássica, que surgiu na Europa no inicio dos anos 1990, que mostra o aproveitamento melhor do espaço urbano pelo transporte público.

Imagem: Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes / Reproducão - GIF.Imagem: Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes / Reproducão - GIF.Para isso, foram usados três carros modelo Gol, da prefeitura, um ônibus Caio Millennium IV – Mercedes-Benz, da empresa Viação Campo Belo, uma das que prestam serviços municipais e um grupo de 70 pessoas, a capacidade do veículo de transporte coletivo.

Segundo o site da Volkswagen, a versão do modelo Gol usada nas fotografias e filmagem tem as seguintes dimensões: largura 1,65 metro e comprimento de 3,89 metros. Sendo assim, a área ocupada pelo carro parado é de 6,41 metros quadrados.

Imagem: Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes / Reproducão - GIF.Imagem: Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes / Reproducão - GIF.
Mas a capacidade máxima de lotação do carro é de 5 pessoas.

Assim, cada ocupante do carro, requer 1,2 metro quadrado da cidade.

Já o ônibus usado na filmagem tem 13 metros de comprimento e 2,5 metros de largura. Sua área, parado, é de 32,5 metros quadrados.

Mas a capacidade é de 70 passageiros, Assim, cada passageiro do ônibus ocupa 0,46 metro quadrado proporcionalmente.

Imagem: Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes / Reproducão - GIF.Imagem: Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes / Reproducão - GIF.
Isso significa que, na comparação entre os dois veículos lotados, o passageiro do carro usa uma área 2,6 vezes maior que do que o usuário do ônibus.

Entretanto, há mais um condicionante.

De acordo com último balanço da CET – Companhia de Engenharia de Tráfego, de 2015, cada carro de passeio leva, em média, na cidade 1,2 pessoa por viagem.

Já o ônibus, por viagem, em média, pode atender 90 passageiros, entre embarques e desembarques.

Imagem: Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes / Reproducão - GIF.Imagem: Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes / Reproducão - GIF.Assim, levando em conta os dados de ocupação e média transportada na cidade, no carro de 6,41 metros quadrados, a pessoa toma da cidade, 5,34 metros quadrados.

Já com o ônibus, a ocupação por pessoa levando em conta estes fatores da cidade, é de 0,36 metro, proporcionalmente.

Assim, para o perfil da cidade, o ocupante do carro usa 14,8 vezes proporcionalmente para se deslocar.

O dado ainda não conta a área de distância segura entre um carro e outro, que também toma espaço nas vias, mas varia de acordo com fatores como peso e velocidade dos veículos.

Por isso, que propostas como a Cide-Municipal, um imposto sobre gasolina e álcool para financiar o transporte público ou pedágio urbano, se baseiam no fato de divisão mais justa do espaço urbano. Já que o usuário do carro usa mais  a cidade, seria mais justo, de acordo com estas propostas, que ele pague mais e financiar quem usa de forma mais racional.

Na semana da Mobilidade e do Dia Mundial Sem Carro, a prefeitura de São Paulo terá uma série de atividades.

A programação pode ser conferida em: http://semanadamobilidade.prefeitura.sp.gov.br/

O GIF animado da foto produzida pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes pode ser visto na página do Facebook: https://www.facebook.com/SMTSP/

***

Por Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes. *Artigo publicado originalmente no blog Diário do Transporte.


***
A história da foto icônica 

Imagem: Cidade de Münster.Imagem: Cidade de Münster.

Em 1991, um fotógrafo contratado pelo departamento de planejamento da Cidade de Münster na Alemanha, produziu uma série de fotografias para um cartaz de três painéis que mostrava o espaço necessário para transportar 72 pessoas de carro, ônibus ou bicicleta. Tomado em Prinzipalmarkt, a rua principal de Münster, o tríptico de transporte tornou-se icônico e geralmente é usado como a principal representação de como carros de ocupação única utilizam uma quantidade desproporcional de espaço rodoviário nas cidades. Fonte: Bike Hub (Inglês).

***

Da Redação.