Encontros - São Paulo São

São Paulo São Encontros

Depois de quase oito anos em obras, o Sesc Avenida Paulista reabre as portas no próximo domingo dia 29 de abril. O prédio de 17 andares e 12 mil metros quadrados de área construída, que antes era usado para abrigar a equipe administrativa, foi totalmente reformado e conta agora com salas para prática de atividades físicas, espaços culturais e lanchonete.

São Paulo é a cidade que mais recebe estrangeiros no Brasil. São dois milhões de turistas por ano, de todas as raças e partes do mundo. Eles se impressionam com a grandeza da cidade, mas também buscam diferenciais na hora de passear e visitar os lugares icônicos. 

Por outro lado, há lugares e opções que nem os próprios paulistanos conhecem direito. Quem nunca teve que ser guia turístico para um amigo de fora e acabou ficando perdido nas opções de passeios que a capital paulista oferece?

Pensando nisso, escolhemos 10 lugares que podem ajudar a mostrar para o seu amigo gringo ou visitante da cidade, toda a diversidade que São Paulo oferece, entre arte, gastronomia, história, cultura e lazer. Junto, um breve texto de orientação com as principais características do local. Confira: 

Vila Madalena e Pinheiros

Foto: Alf Ribeiro.Foto: Alf Ribeiro.Andar pela região da Vila Madalena e Pinheiros é uma experiência única. Em meio às ruas tortas, apertadas e cheias de árvores, você pode encontrar obras de arte como o Beco do Batman, que guarda grafitti de diversos artistas; bares dos mais variados; baladas; livrarias; espaços para feiras, como o Armazém da Cidade; lojas de roupas alternativas; o Instituto Tomie Ohtake; a nova Casa Natura Musical e muito mais! Sem falar que, caso seu amigo gringo venha no Carnaval, a região concentra alguns dos melhores bloquinhos de rua.

Avenida Paulista

Foto: Carlos Alkmin.Foto: Carlos Alkmin.

É impossível entender a diversidade da nossa metrópole sem visitar o nosso mais famoso cartão postal. Com quase 130 anos de idade, a Avenida Paulista é um importante centro comercial do Estado e, hoje, concentra inúmeras opções de cultura e entretenimento dentre museus, restaurantes, centros culturais, shoppings, cinemas e muito mais! Por lá você encontra o museu mais famoso da cidade, com um dos maiores acervos de arte da América Latina no mundo: o MASP. Um dia inteiro andando pela Paulista pode não ser suficiente para conhecer tudo que ela tem a oferecer.

Mercado Municipal

Foto: Shutterstock.Foto: Shutterstock.Um dos mais famosos pontos turísticos da cidade foi inaugurado em 1933 e projetado por Felisberto Ranzini, o mesmo engenheiro responsável pelo Theatro Municipal e a Pinacoteca. O "Mercadão" apresenta mais de 280 boxes para atender cerca de 20 mil fregueses que, a cada dia, levam mais de 350 toneladas de alimentos. Além disso, o mercado conta com uma área de alimentação onde é possível comer o conhecido pastel de bacalhau ou o tradicional sanduíche de mortadela.

Praça da Sé

Foto: Alf Rbeiro.Foto: Alf Rbeiro.Histórica, autêntica e um marco de São Paulo, a praça abriga diversos monumentos e esculturas, entre eles o célebre Marco Zero, que indica o "coração" da cidade. À frente do Marco Zero encontra-se o monumento a José de Anchieta, fundador de São Paulo e "Apóstolo do Brasil", inaugurado em 1954 por ocasião do quarto centenário da cidade. Com a reforma de 2006, a praça recebeu diversas novas intervenções artísticas, de maioria abstrata. Atração à parte é a famosa Catedral. Uma vez lá, vale a pena dar uma volta para conhecer o famoso prédio da Faculdade de Direito da USP no Largo São Francisco ou a Galeria do Rock.

Parque do Ibirapuera

Foto: Shutterstock.Foto: Shutterstock.

Um dos parques mais famosos de São Paulo, o Parque do Ibirapuera tem atrações para todo tipo de público. Nos seus 1,6 milhão de m² abriga a Fundação Bienal, o Museu Afro Brasil, o MAM (Museu de Arte Moderna) e a Oca, que é palco de mostras temporárias. Sua infraestrutura oferece aos visitantes campo de futebol de saibro, pista de corrida de seis mil metros, dois playgrounds, sete quadras poliesportivas e aluguel de bicicletas, além de lanchonete e restaurante.

Terraço Itália

Foto: Gabriel Cabral.Foto: Gabriel Cabral.O Terraço Itália é uma das principais casas de cozinha italiana e se consolidou como cartão postal de São Paulo. O restaurante foi criado nos anos 60 pelo imigrante italiano Evaristo Comolatti, que encontrou na bela vista do terraço de um majestoso edifício de 165 metros de altura, 46 pavimentos e 19 elevadores uma grande oportunidade. É um ótimo lugar para levar seu amigo gringo para um jantar e ainda garantir uma bela vista panorâmica do centro da cidade - só não se esqueça de fazer a reserva antes!

Liberdade

Foto: Diego Grandi.Foto: Diego Grandi.O bairro da Liberdade é perfeito para mostrar pro seu amigo turista a influência de imigrantes orientais em nossa cidade. Além de lojas de artigos variados, o visitante pode experimentar diversos pratos típicos, se divertir nos tão característicos karaokês e até participar das típicas festas de Ano Novo Chinês. Aos finais de semana, vale a pena passar um tempo na Praça da Liberdade, na saída do metrô, e aproveitar a famosa Feirinha da Liberdade, com comidas e diversos artigos típicos.

Museu do Futebol

Foto: Divulgação.Foto: Divulgação.Localizado embaixo das arquibancadas do famoso Estádio do Pacaembu, o Museu do Futebol é um ponto turístico imperdível em uma viagem pelo país do futebol. A partir de três eixos - história, emoção e diversão -, o museu permite ao visitante entender como um esporte da elite inglesa chegou ao Brasil, se popularizou e se tornou o esporte mais popular entre todas as classes sociais do povo brasileiro.

Theatro Municipal

Foto: Alf Ribeiro.Foto: Alf Ribeiro.Inaugurado em 1911, o Theatro Municipal é referência em espetáculos de balé, orquestras e documentos de arte. Construído em 1903, com a ópera Hamlet, mantém o estilo renascentista barroco, inspirado na Ópera de Paris, mesmo depois de várias reformas. Foi, ainda, o principal palco da Semana de Arte Moderna de 1922 e hoje destaca-se pela sua majestosa arquitetura interna e externa. Vale a pena levar seu amigo gringo para uma apresentação ali.

Instituto Moreira Salles - Paulista

Foto: IMS / Divulgação.Foto: IMS / Divulgação.
Em setembro de 2017 o Instituto Moreira Salles inaugurou seu centro cultural na Avenida Paulista, o coração de São Paulo. São sete andares, todos com pé-direito duplo, em um projeto realizado a partir de conceitos sustentáveis pelo escritório Andrade Morettin Arquitetos. Além das áreas para exposições, com mais de 1200 metros quadrados, o IMS Paulista conta também com a Praça IMS (um ambiente de espaço e convívio), um cineteatro que abriga mostras de filmes, eventos musicais, seminários e debates, uma Biblioteca de Fotografia com capacidade para até 30 mil volumes, salas de aula para cursos e oficinas, a loja/livraria IMS por Travessa, um café e o restaurante Balaio, e sedia eventos como o Festival ZUM e o Festival serrote.

***
Da Redação, com informações do Guia da Semana.

A mesma São Paulo que abria largas avenidas para a circulação de novíssimos automóveis, que trocava seus simpáticos bondes por barulhentos e poluidores ônibus, que louvava e cantava um novo futuro moderno, fabril, cosmopolita e brilhante, é também a São Paulo que fez nascer em seus edifícios centrais uma cidade em que o privado se confundia com o público, o comércio com a moradia, a cultura com a vida noturna.

Em princípio, todos os parques servem para relaxar, mas escolhemos alguns em especial porque, além dos projetos paisagísticos serem muito interessantes, nestes lugares não há quadras, não é permitida a prática de esportes ou levar animais de estimação. Ou seja, são cantinhos para contemplar a natureza, desfrutar da paisagem, ouvir o canto dos pássaros, ler um livro embaixo de uma árvore ou reunir os amigos para encontros e até para fazer um piquenique.