462 anos: a cidade em festa nas avenidas, ruas, parques, praças e periferia - São Paulo São


Mais de 30 mil pessoas comemoraram nesta segunda-feira (25) o 462º aniversário de São Paulo com o cantor Gilberto Gil, que animou o público do Centro Esportivo e de Lazer Tietê no encerramento da programação cultural do feriado. A festa teve três dias de atrações em 12 ruas abertas, teatros, parques, centros culturais, CEUs e palcos externos na periferia. Um dos destaques foi o axé da cantora Daniela Mercury, que antecipou com carnaval e levou 150 mil pessoas neste domingo para a folia na avenida Rebouças e na rua da Consolação.

Em seu show, Gilberto Gil fez o público dançar e se emocionar, com clássicos de seu repertório, como “A Paz” e “A Novidade”, o xote “Esperando na Janela” e “Tempo rei”, canção que abriu a apresentação. O cantor fez ainda uma homenagem a Bob Marley, com os reggaes “Three Little Birds” e “Is This Love”.

A funcionária pública Roseli de Souza, 38 anos, estava curtindo a música com sua filha Ludmila, 6 anos. “Fizemos um passeio hoje no Memorial da América Latina. Quando entramos no metrô para voltar para casa, decidimos aproveitar esta tarde bonita para ver o show. Ela está adorando”, conta Roseli, que mora na Vila Guarani, zona sul de São Paulo. 
 

No Centro Esportivo e de Lazer Tietê. Foto: Leon Rodrigues / Secom.
 
Um dos momentos mais emocionantes foi quando o baiano e as milhares e pessoas da plateia cantaram juntos Parabéns para Você em homenagem a São Paulo. “Uma cidade que se esforça tanto, trabalha tanto, se preocupa tanto com o Brasil, merece uma festa com o povo”, disse Gilberto Gil. Acompanharam o espetáculo Ana Estela Haddad, primeira-dama e coordenadora do "São Paulo Carinhosa", e os secretários Nabil Bonduki (Cultura) e Eduardo Suplicy (Direitos Humanos e Cidadania).

A apresentação do cantor baiano foi aberta pelos Demônios da Garoa, que cantaram os sambas de Adoniran Barbosa. Marchinhas tradicionais de carnaval fizeram o público entrar no clima de folia. A apresentação terminou com as milhares de pessoas cantando os versos de Trem das Onze, de Adoniran. 


 Show dos Demônios da Garôa e Gilberto Gil no Centro Esportivo e de Lazer Tietê. Foto: Leon Rodrigues / Secom.


“O show está incrível. Fiquei ontem até as 21h no trio elétrico da Daniela Mercury, fui para casa e saí hoje para o show do Gil. As atrações estão muito bacanas. E coisa boa de graça não dá para perder”, avalia Beatriz Machado, 22 anos. A paulistana, que mora no Jaraguá, zona norte, conta que seu grupo de amigos teve diversão garantida no feriado, por conta da maratona cultural do aniversário da cidade.

As comemorações foram abertas oficialmente neste sábado (23) com uma festa em ritmo de samba. Um espetáculo em homenagem ao centenário do gênero musical foi realizado no Viaduto do Chá, em palco montado em frente à sede da Prefeitura. A programação começou por volta das 12h e se estendeu até às 20 horas, com rodas de samba, comunidades e apresentação do Dj Malê que levaram animação para os fãs do gênero. O espetáculo, gratuito, contou com shows de sete grupos que fazem parte da Associação de Sambistas, Terreiros e Comunidades de Samba de São Paulo (Astec), entre eles as comunidades Maria Cursi, Samba da Laje, Samba da Vela, Pagode da 27 e Rua do Samba Paulista.

A programação de shows contou ainda com atrações como Maria Gadú, que se apresentou no sábado (23) na Casa de Cultura Palhaço Carequinha, no Grajaú, e Criolo que cantou no Palco Parelheiros, na zona sul.  O CEU Aricanduva, na zona leste, recebeu a banda de hardcore Ratos de Porão e o CEU Alvarenga, na zona sul, ouviu o rock da banda Raimundos.

Além das atrações musicais, turistas e paulistanos puderam conhecer melhor a cidade de bicicleta e de transporte público. O tradicional passeio de trólebus realizou nesta segunda-feira (25) mais de 120 viagens e apresentou toda a história da região central para 4.632 passageiros. Os ônibus saíram do Pateo do Collegio e passearam pelo Centro, em locais como o Viaduto do Chá, a Praça Ramos de Azevedo, a Praça da República, o Largo São Francisco e a Praça da Sé.

No domingo (25), mais de 10 mil ciclistas participaram do Passeio Ciclístico de Aniversário da Cidade de São Paulo. Com trajeto de 15,8 km, os participantes pedalaram pela avenida Paulista e pelos bairros de Pinheiros e Pompéia, pela praça Campo de Bagatelle, terminando na Praça Pedro Lessa, próxima ao Vale do Anhangabaú.

Carnaval

A cantora Daniela Mercury foi a grande atração do domingo (24). Em trio elétrico, ela arrastou uma multidão pelas ruas da cidade em um show que durou cerca de seis horas. Muitas pessoas pularam e dançaram durante toda a tarde com a rainha do axé, em um espetáculo que teve concentração na Avenida Brigadeiro Faria Lima, na zona oeste, e terminou por volta das 22h30 na Praça Roosevelt, no centro.

População segue o bloco Daniela Mercury na Avenida Paulista. Foto: Leon Rodrigues / Secom.
 

"Vamos inaugurar o Carnaval em São Paulo", disse Daniela diante do público, ainda na concentração, que começou por volta das 15h30. "Eu adoro São Paulo. Há muitos anos eu sonho em voltar aqui. Vamos animar São Paulo.” Perto do horário de saída do trio elétrico, com destino à Avenida Rebouças, começou a garoar, mas a cantora avisou que a chuva era para abençoar todos.

Previsto para durar quatro horas, o show se estendeu por mais duas horas e agitou a cidade. Daniela abriu o espetáculo com a música "Swing da Cor", um de seus primeiros sucessos, e durante o percurso interpretou praticamente todo o seu repertório. Uma das canções, composta em homenagem a São Paulo, foi "Antropofágicos São Paulistanos".

"A cidade de São Paulo está feliz. A Daniela Mercury gosta muito de São Paulo e transmite muita energia para as pessoas que estão acompanhando o trio elétrico", disse a primeira-dama e coordenadora do programa São Paulo Carinhosa, Ana Estela Haddad, que acompanhou grande parte do show.

"Este show foi único em São Paulo. Nunca um trio elétrico fez um percurso tão longo pela cidade, percorrendo cerca de cinco quilômetros, ainda mais acompanhando por uma cantora tão representativa para nossa cultura", comentou o secretário municipal Nabil Bonduki (Cultura).

“Pequena Virada Cultural”

As festividades em comemoração do aniversário de São Paulo começaram no sábado (23), quando aconteceram, segundo Bonduki, mais de 60 eventos espelhados pela cidade. Para os três dias de celebração, foram programadas mais de 100 atividades culturais, de esporte e de lazer, combinados com o programa Rua Aberta, que abriu vias para pedestres e ciclistas tanto no domingo quanto na segunda (25) e também ofereceu atrações para a população, principalmente o público infantil. O objetivo foi dar oportunidade para participação de moradores de todas as regiões do município.

Como as celebrações coincidiram com o feriado prolongado, Bonduki diz que a Prefeitura promoveu uma espécie de "Viradinha Cultural", com eventos programados para três dias seguidos. "Estamos trabalhando para termos várias festividades desse tipo ao longo do ano na cidade", afirmou o secretário.

***
Fonte: Secretaria Executiva de Comunicação.

 


-->