Clubes de leitura se espalham por São Paulo - São Paulo São


“Ler é muito solitário. Então, quando a gente tem a possibilidade de trocar experiências, fica um hábito mais completo.” A afirmação da servidora pública Leila Costa Pereira, de 40 anos, resume bem o que leva cada vez mais paulistanos a frequentar clubes de leitura – há dezenas espalhados por bibliotecas, livrarias e outras instituições culturais da cidade.

Integrante há dois anos do clube da Biblioteca Mário de Andrade, no centro, Leila também simboliza uma estatística: segundo pesquisa interna da editora Companhia das Letras, a imensa maioria dos frequentadores de grupos do tipo é de mulheres (76,7%) de 30 a 59 anos (38,7%). Como era de se esperar, os membros desses clubes são leitores vorazes (40,6% consomem de quatro a seis títulos por trimestre e 36,4% dedicam de 1 a 2 horas por dia aos livros).

O grupo da Mário foi criado em 2013 e é frequentado assiduamente por cerca de 20 pessoas. “Cadastrados em nossa base de e-mail, são mais de 40”, conta a coordenadora, a produtora cultural Natame Diniz, de 26 anos. A cada mês, uma obra é escolhida para ser devorada ao longo das quatro semanas e comentada no encontro seguinte, sempre na segunda quarta-feira de cada mês. O título da vez éDois Irmãos, de Milton Hatoum. “Na troca de impressões, pela bagagem de cada um, é como se um livro pudesse se abrir em vários diferentes”, comenta o publicitário Heitor Botan, de 27 anos, assíduo participante.

A médica Maria Aparecida Telles, de 66 anos, gosta tanto da ideia que já participou de seis grupos diferentes – atualmente, vai aos clubes da Mário de Andrade, da Casa das Rosas e da livraria Martins Fontes. “A cada encontro, saio enriquecida pela diversidade de visões apresentadas.”

Público. O mercado editorial tem acompanhado de perto o fenômeno, ciente de que é uma maneira de estar em contato direto com seu público – e um público extremamente qualificado, em que 44% têm ensino superior e 35% são pós-graduados. “Sabemos que na literatura a divulgação boca a boca é muito importante. E a partir do que esses leitores dizem, podemos trazer o feedback para a editora”, afirma Kim Doria, coordenador de divulgação e eventos da Boitempo – a editora apoia os clubes da livrarias Blooks e da Vila.

A Companhia das Letras é a editora que mais apoia clubes no Brasil – são dezenas, que contam com títulos emprestados pela empresa. “É um canal de troca com os leitores, uma troca direta”, acredita o coordenador da iniciativa, Pedro Schwarcz. “Queremos trazer para mais perto, de maneira mais intimista, todas as possibilidades de interação que o livro oferece.”

Também há atividades do tipo em unidades do Sesc – Vila Mariana, Carmo, Belenzinho e Ipiranga contam com um clube cada. “Quero frequentar sempre que estiver em São Paulo”, afirma o escritor mineiro Alex Sens Fuviy, de 28 anos, que esteve pela primeira vez em um, no Ipiranga, na quinta-feira. “Cada unidade tem suas peculiaridades. Aqui cuidamos de reforçar o acervo da biblioteca com ao menos cinco unidades do título escolhido para o mês”, afirma Vanessa Rosado, que coordena o do Sesc Carmo.

Se mulheres são a maioria dos participantes dos clubes, o mesmo não acontece entre os autores das obras debatidas. “Foi pensando nisso que lançamos o Leia Mulheres”, conta a jornalista Juliana Leuenroth, de 30 anos. O grupo começou em março de 2015 e costuma reunir, mensalmente, de 20 a 30 pessoas.

Serviço

Clube da Leitura Biblioteca Mário de Andrade
Segunda quarta-feira de cada mês.
Endereço: R. da Consolação, 94 – Consolação.
Telefone: 3775-0002.

Clube de Leitura da Casa das Rosas.
Próximo encontro: 24/5.
Horário: 19h30.
Endereço: Av. Paulista, 37.
Telefone: 3285-6986.

Clube de Leitura Livraria Martins Fontes
Última quarta-feira de cada mês.
Horário: 19h30 às 20h30.
Endereço: Av. Paulista, 509 – Bela Vista.
Telefone: 2167-9900.

Clube de Leitura Livraria da Vila.
Segunda segunda-feira de cada mês.
Horário: 20h às 21h.
Endereço: R. Fradique Coutinho, 915 – Vila Madalena.
Telefone: 3814-5811.

Grupo de Estudos da Casa Guilherme de Almeida
Último sábado de cada mês.
Horário: 14h às 16h.
Endereço: R. Macapá, 187 – Perdizes.
Telefone: 3673-1883.

Clube da Leitura SESC Ipiranga
Próximos encontros: 28/6 e 28/7.
Horário: 20h.
Endereço: Rua Bom Pastor, 822, Ipiranga.
Telefone: 3340-2000.

Clube da Leitura SESC Vila Mariana.
Próximo encontro 24/5.
Horário: 21h30.
Endereço: Rua Pelotas, 141, Vila Mariana.
Telefone: 5080-3000.

Clube da Leitura SESC Carmo
Próximo encontro: 31/5.
Horário: 19h às 20h30.
Endereço: Rua do Carmo, 147, Sé.
Telefone: 3111-7000.

Clube de Leitura Blooks Livraria
Primeira terça-feira de cada mês.
Horário: 20h às 21h.
Endereço: R. Frei Caneca, nº 569 – 3º Piso.
Telefone: 3259-2291

Clube de Leitura Tapera Taperá
Primeiro sábado de cada mês
Horário: 16h às 17h
Endereço: Galeria Metrópole – Av. São Luís, 187
Telefone: 3151-3797.

Clube de Leitura Leia Mulheres.
Itinerante. Acompanhe pelo site.

***
Edison Veiga em seu blog no Estadão.