7 destinos para fazer um bate e volta a partir de São Paulo no feriado - São Paulo São

Nós gostamos de São Paulo, mas também gostamos muito de viajar e conhecer cidades turísticas. Fizemos uma seleção de alguns lugares para conhecer neste feriado. São lugares distantes até 140 km de São Paulo para ir e voltar no mesmo dia, ou para quem vai emendar, poder explorar bem os destinos. Os roteiros são só um resumo do que as cidades oferecem, mas já dá para se ter uma ideia de onde é possível aproveitar o feriadão.

São Roque
 
Conhecida pela produção de vinho, na cidade o turista pode passear pelo Roteiro do Vinho e conhecer as 13 adegas que oferecem diariamente degustação e venda de vinhos, além do Museu do Vinho. Em São Roque, também é possível conhecer o maior parque de montanhas do Brasil, o Ski Mountain Park. Além da pista de esqui, o visitante tem à sua disposição teleférico, tobogã e restaurante. O Dia do Nacional do Vinho é comemorado no primeiro domingo de junho, porém, em São Roque os organizadores resolveram proporcionar um evento com duas semanas de duração. A programação vai de 19/05/2017 até 02/06/2017. Cada estabelecimento participante do evento em São Roque recepcionará os turistas com atividades comemorativas, que variam desde atrações como conhecer os parreirais e a produção de vinho, gastronomia portuguesa e italiana, cosméticos a base de vinho e descontos especiais em produtos da região. As atrações estarão reunidas em estabelecimentos ao longo do roteiro que conta com diversas atividades de lazer para a família e grupos de amigos, desde pesqueiros até a visita a fazenda e ranchos, o passeio turístico. São Roque fica a 65 km de São Paulo. Confira a programação: http://www.diadovinho.com.br/programacao
Em São Roque há um roteiro das vinícolas para celebrar o Dia do Vinho. Foto: Divulgação.Em São Roque há um roteiro das vinícolas para celebrar o Dia do Vinho. Foto: Divulgação.Como chegar de carro: Rodovia Raposo Tavares (SP-270) ou Rodovia Castello Branco (SP-280), acesso 8 km depois de Araçariguama, pela saída do km 54B. 
De ônibus: várias empresas e horários que partem do Terminal Rodoviário Barra Funda (São Paulo – SP). http://www.roteirodovinho.com.br/


Santana do Parnaíba

Santana de Parnaíba, localizada a 35 km da capital, é uma das cidades que mais cresceram no estado de São Paulo nos últimos 30 anos, passando de pouco mais de 5 mil habitantes, na década de 1970, para mais de 120 mil em 2012. Inserida na região metropolitana da Grande São Paulo, com um território de 176 km² interliga as Rodovias Estaduais Anhanguera e Castello Branco. Detentora do maior núcleo urbano em taipa, tombado em 1982, pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (CONDEPHAAT). Convido a você a conhecer um pouco da história e as curiosidades desta bela cidade que também e berço dos Bandeirantes e desfruta das peculiaridades da arte, cultura e culinária que apresentaremos neste roteiro. O Corpus Christi de Santana de Parnaíba é uma das maiores manifestações religiosas do Estado de São Paulo e que atrai, a cada ano, milhares de visitantes a cidade. Diversas ruas do centro histórico são ornamentadas, pelos moradores, com os tapetes coloridos feitos com serragens, pó de café e cascas de ovos. As ilustrações com motivos religiosos surpreendem pelo capricho e perfeição. A comunidade participa ativamente fazendo com que o Centro Histórico amanheça coberto pelo tapete.

Uma cidade tranquila e aprazível. Santana do Parnaíba. Foto: Divulgação.Uma cidade tranquila e aprazível. Santana do Parnaíba. Foto: Divulgação.

Como chegar de carro:  pegar a castelo Branco e Proximo a Barueri Pegar a estrada dos Romeiros. São 42 kms saindo do centro de São Paulo.
De Trem: a maneira mais fácil é pegar o Trem CPTM. Na estação barra funda faz a transferência. Descer em Barueri, pegar ônibus para Pirapora do Bom Jesus e descer em Santana do Parnaíba.
Outra maneira um pouco mais demorada é pegar um ônibus para Pirapora do Bom Jesus na Estação Barra Funda do Metrô. Empresa EMTU – número do ônibus 385. Descer na rodoviária de Santana do Parnaíba. De ônibus: a empresa Urubupungá tem vários horários diariamente saindo de vários pontos de São Paulo.
Confira no site aqui. 
Site com informações sobre a cidade: Parnaibaweb

Socorro

Conhecida como a capital dos esportes de aventura por ter vários esportes como rapel, tirolesa, rafting e arvorismo, Socorro também outras atrações para quem prefere um programa mais calmo. Para quem gosta de emoção, recomendo o rafting do rio do Peixe que podem ser de 7 km passando por 22 corredeiras. No Corredor Turístico do Rio de Peixe tem vários parques para praticar vários esportes de aventura. O Parque dos Sonhos é conhecido por ter várias opções para todas as idades de esportes de aventura e para pessoas de mobilidade reduzida. Para quem gosta de tranqüilidade, visite o Balneário Pompéia, com vários banhos medicinais, massagens e tratamentos estéticos; a Pedra da Bela Vista, que dá para ver várias cidades da região; a visita ao Cristo Redentor, onde se tem uma bela vista de Socorro, a Gruta do Anjo, onde se pode conhecer num passeio de bote dentro da gruta. As compras podem ser feitas na Feira Permanente de Malhas. Socorro fica a 132 km de São Paulo.
 
Tirolesa em Socorro. A cidade é onhecida como capital da aventura. Foto: Divulgação.Tirolesa em Socorro. A cidade é onhecida como capital da aventura. Foto: Divulgação.
Como chegar de carro: saindo de São Paulo, seguir pela rodovia Fernão Dias estrada até Bragança Paulista. Entre nesta cidade e siga as placas que indicam as cidades de Socorro. São aproximadamente 135 km até lá.  
De ônibus: em faz o percurso é a viação Bragança saindo do Terminal Tietê.
Para agendamento de passeios: http://www.cidadeaventura.com.br/ 
Mais informações sobre a cidade: http://socorro.tur.br

Extrema

A cidade mineira fica a apenas 111 km da capital paulista e tem aquele clima de interior gostoso e faz o clima típico das montanhas, com temperaturas amenas e friozinho à noite nesta época do ano. A cidade tem várias atrações e chama a atenção dos aventureiros por ter um dos raftings com mais adrenalina nas corredeiras do rio Jaguari, de níveis IV e V tem uma queda de 10 metros. Somente para os fortes.  Outra atração é percorrer as trilhas pela Serra do Lopo, que fica a 1700 metros de altura. São várias trilhas, a da Pedra das Flores leva em média duas horas, onde pode se observar a divisa dos estados de Minas Gerais e São Paulo e a represa da Cantareira em dias mais claros, a mais alta e com acesso mais difícil é a Pedra do Cume, com 1780 m e uma vista ainda mais bonita que a primeira. Recomenda-se ir com guias. Quem prefere algo mais calmo pode fazer compras no outlet da Centauro e da Bauducco e almoçar no Armazém Bertolotti, de comida caipira.

Pico do Lopo proporciona belas vistas. Foto: Passeios Baratos em SP.Pico do Lopo proporciona belas vistas. Foto: Passeios Baratos em SP.

Como chegar de carro: acesso pela BR 381, Rodovia Fernão Dias. 
De ônibus: do terminal rodoviário Tietê,  empresa Auto Viação Cambuí.
Informações sobre a cidade: http://extrematur.com.br/


Holambra

Conhecida com cidade das flores por sediar o evento mais importante da produção de flores, o Expoflora, Holambra é uma cidade graciosa de colonização holandesa que possui várias atrações para um passeio de um dia ou final de semana.  A influência holandesa está nas casas, moinho e nas comidas oferecidas nos restaurantes e docerias.  Vale a pena visitar: Campos de de flores, fazer  um city tour pela cidade, o Moinho Povos Unidos, Sítio Estrela do Leste Arurá.  Como chegar de carro: Siga pela Rodovia Anhanguera até o Km 86 (indicado na placa como Saída 86). Continue atento às placas que indicam Mogi Mirim. Na Rodovia SP-340 (uma das melhores do estado de São Paulo, que liga Campinas a Mogi MIrim) haverá placas indicando Holambra. Pela Rodovia dos Bandeirantes: Se preferir outra opção, siga pela Rodovia dos Bandeirantes até Campinas. Ao chegar no entroncamento com a Rodovia Anhanguera (km 103) entre na Rodovia D. Pedro I e siga até o km 134 (Saída 134 na placa), onde você entrará na Rodovia SP-340, pegando o sentido Mogi Mirim. Preste atenção ao chegar no Km 141: é a partir dele que começam as placas indicando quantos quilômetros faltam para chegar a Holambra.
 

Holambra esbanja beleza por conta do cultivo de flores e os traços da arquitetura europeia trazidos pelos imigrantes. Foto: Prefeitura de Holambra.Holambra esbanja beleza por conta do cultivo de flores e os traços da arquitetura europeia trazidos pelos imigrantes. Foto: Prefeitura de Holambra.Como chegar de ônibus: Viação Cristália/Santa Cruz ou Cometa. Sai de São Paulo com destino a Mogi Mirim ou Mogi Guaçu (depende da Viação escolhida). Após passar por Campinas e Jaguariúna, chega-se ao cruzamento que liga Holambra a Santo Antônio de Posse. A parada, que fica em frente à Concessionária Renovias, deve ser solicitada ao motorista. De lá é possível pegar um táxi para ir a Holambra. Os táxis saem do centro da cidade, então é preciso ligar solicitando sua ida até a rodovia. Para maior comodidade, esta chamada poderá ser feita no ônibus, após passar pelo pedágio de Jaguariúna. 

Veja todas as atrações no site, tem até aplicativo para baixar.

São Vicente

São Vicente recebe o IV Festival Gastronômico entre os dias 1º a 31 de maio (exceto no Dia das Mães). É possível até fazer um tour por vários dos estabelecimentos participantes desta edição. O Festival funciona assim: cada local oferece um prato ou porção por um valor único. Só é preciso fazer sua reserva com 24 horas de antecedência.  Na página https://www.facebook.com/festivalgastronomicosv há informações sobre os pratos, restaurantes e a programação paralela de cursos e palestras voltados para a área de alimentos e bebidas. Entre as atrações da cidade, destaque para o passeio de teleférico que liga a Praia de Itararé ao Morro do Votoruá e tem uma bela vista da cidade. Mais informações aqui. Para quem gosta de história, não deixe de conhecer a Biquinha de Anchieta, que marca o local onde o padre catequizava os índios, o Parque Cultural Vila de São Vicente, réplica primitiva da vila com loja de artesanato, restaurantes e sorveterias e a ponte Pênsil, cartão-postal da baixada santista. Visite o site para ver todos os pontos turísticos.
O passeio de teleférico em São Vicente é imperdível. Foto: Wikimedia.O passeio de teleférico em São Vicente é imperdível. Foto: Wikimedia.Como chegar: Rodovia dos Imigrantes e depois a rodovia Padre Manoel da Nóbrega (antiga Pedro Taques). São 68 km de São Paulo. 
De ônibus: vários horários saem do terminal Jabaquara.
Site: http://www.saovicente.sp.gov.br/conheca/pontosturisticos.asp

Guarujá

A apenas 86 km de São Paulo, o Guarujá tem mais atrações além das praias. Embora seja muito cheia no verão e alta temporada, esta época é um período mais tranqüilo para passear, andar de bicicleta, caminhar à beira mar, conhecer o AcquaMundo, um dos maiores aquários da América do Sul com  1,5 milhão de litros de água, 4 mil animais e 250 espécies diferentes. Aberto de segunda a domingo das 10 às 22 horas. Outra dica é conhecer a Fortaleza da Barra Grande que abre de terça a domingo. Os visitantes têm acesso ao conjunto arquitetônico secular, a canhões, ao museu de réplicas de embarcações do período colonial e à Trilha do Paiol, que fica no Morro da Barra Grande. De difícil acesso, ela leva até as ruínas do antigo paiol de pólvora, que fica no alto do morro. A Trilha do Góes abre de sexta-feira a domingo, com saídas às 10 horas (em grupos de até 20 pessoas).
Para agendar é preciso ligar no telefone (13) 3384-6194 ou mandar e-mail para [email protected]

O passeio de teleférico em São Vicente é imperdível. Foto: Wikimedia.O passeio de teleférico em São Vicente é imperdível. Foto: Wikimedia.Como chegar de carro: sistema Anchieta – Imigrantes, descer a serra e pegar a saída para a rodovia Piaçaguera – Guarujá (Rodovia Cônego Domênico Rangoni), a partir de um entroncamento da Via Anchieta no Município de Cubatão. 

De ônibus: as empresas saem do Terminal Jabaquara diriamente em vários horários.
Mais informações no site:http://www.guaruja.com.br/

***
Parceria de conteúdo do São Paulo São com o blog Passeios Baratos SP. Texto: Patrícia Ribeiro.