Centros esportivos oferecem espaços para prática de bocha - São Paulo São

User Rating: 0 / 5

Precisão, excelente mira, estratégia e paciência. Esses são os requisitos fundamentais pra quem quer se aventurar no mundo da bocha. O esporte também pode ser uma ótima forma de distração, movimentando o corpo e a mente.

O local em que se pratica o esporte é chamado de “cancha”, com 26,50m de comprimento e 4m de largura. A bocha deve ser jogada com no mínimo duas pessoas se enfrentando diretamente, ou equipes de até quatro jogadores. O jogo consiste em lançar bolas para que se aproximem do bolim. Ganha quem fizer primeiro 15 pontos. Apesar de popular entre os idosos, o esporte vem ganhando força entre os jovens que, inclusive, são a maioria nos campeonatos.

Sua origem ainda é incerta. Alguns historiadores afirmam que a modalidade remonta um jogo praticado no antigo Egito e Grécia, em que eram usados objetos esféricos, pedras arredondadas. Outros concluem que o esporte tem suas origens na Itália, ainda com o Império Romano, praticado com o nome de “boccie”.

O jogo foi trazido para a América do Sul pelos imigrantes italianos, primeiro para a Argentina e mais tarde para outros países. São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul foram os pioneiros desta modalidade no Brasil. Em 1964, foi realizado em São Paulo o primeiro Campeonato Brasileiro de Bocha, tendo como participantes os estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. A equipe gaúcha levou o troféu pra casa. 

Mas, o primeiro Campeonato Mundial de Bocha só foi conquistado pela equipe brasileira em 2006, em Montenegro, no estado do Rio Grande do Sul, deixando para trás os italianos. Um dos integrantes da equipe campeã brasileira foi Rubens Barrichelo, avô do piloto de Fórmula 1, Rubinho Barrichello. Hoje, grandes clubes do país como Corinthians, Cruzeiro e Palmeiras têm equipes que competem nesta modalidade.

Onde praticar

A cidade de São Paulo oferece espaços para a prática de bocha em nove centros esportivos municipais espalhados por todas as regiões da capital. Os espaços têm entrada gratuita e basta ter uma carteirinha de sócio para exercitar o esporte.

Para fazer a carteirinha, é preciso comparecer a um centro esportivo e apresentar RG original, comprovante de endereço e uma foto 3x4. Também não é cobrada nenhuma taxa de inscrição. Com ela, o usuário pode praticar outros esportes oferecidos pelos centros e utilizar as piscinas.

O jogo consiste em lançar bolas para que se aproximem do bolim. Foto: Clube Campo Belo.O jogo consiste em lançar bolas para que se aproximem do bolim. Foto: Clube Campo Belo.
Cada centro possui um horário de funcionamento. Confira abaixo os endereços dos equipamentos que contam com espaço para bocha:

Zona sul
Centro Esportivo Ipiranga: Praça Nami Jafet, 45 – telefone 2273-1302.
Centro Esportivo Vila Carioca: Rua Campante, 100 – telefone 2215-5299.
 
Centro
Centro Esportivo Cambuci: Avenida Lins de Vasconcelos, 804 – telefone 3209-0995.

Zona leste
Centro Esportivo Tatuapé: Rua Monte Serrat, 230 – telefone 2097-7435.
Centro Esportivo Tiquatira: Avenida Governador Carvalho Pinto, 02 – telefone 2958-9705.
 
Zona oeste
Centro Esportivo Butantã: Rua Ernane da Gama Correa, 367 – telefone 3721-5711.
 
Zona norte
Centro Esportivo Freguesia do Ó: Rua Jacutiba, 167 – telefone 3975-7569.
Centro Esportivo Pirituba: Avenida Agenor Couto Magalhães, 32 – telefone 3904-1154.
Centro Esportivo Jardim São Paulo: Rua Viri, 425 – telefone 2973-5390.

***
Com informações da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação.