Festa das Cerejeiras enche o Parque do Carmo de cores - São Paulo São

A Festa das Cerejeiras acontece nos próximos dias 5, 6 e 7 de agosto no Parque do Carmo, zona leste de São Paulo. Organizada pela Federação Sakura e Ipê do Brasil São Paulo atrai milhares de visitantes que vão até lá para ver as árvores floridas.

Na região vive uma numerosa comunidade nipônica que, todos os anos, se reúne pois faz parte da tradição japonesa visitar o bosque para desfrutar das belezas do lugar e apreciar a florada anual de cerejeiras. A comunidade promove uma festa (o "Hanami") e, entre outras atrações, há espetáculos de dança e comidas típicas. O sabor do picnic em meio às árvores é garantido por yakissoba, temaki, tempurá e guioza, e também por um doce muito especial, o sakura moti, que é preparado com a folha da cerejeira, árvore tema da festa.


A cerejeira é a árvore símbolo do Japão e tornou-se a marca dos descendentes da comunidade nipônica que vivem naquela região de Itaquera. A florada poucos alguns dias e é a única oportunidade de conferir os caminhos formados pelas flores rosadas. O vento sopra suas delicadas pétalas fazendo com que elas se espalhem produzindo um lindo espetáculo da natureza, tal como acontece no Japão.

Há um lindo lago no meio do parque. Foto: SP City.
 

Infraestrutura

O Parque Olavo Egydio Setubal  é mais conhecido como Parque do Carmo, extensa área verde – segundo dados oficiais são 1,5 milhão de metros quadrados, sendo 390 mil de mata preservada – localizada no extremo leste da cidade. O local conta com flora diversificada e um trecho preservado de Mata Atlântica.

Um Planetário da Prefeitura foi aberto no Parque este ano. O Parque é bem democrático e tem atividades para todas as idades. Há pistas de atletismo, ciclovia e pista de skate para quem quer praticar esportes. Tudo é bem sinalizado para que não haja dúvida sobre o espaço de cada um.

Mas não é só. Quem prefere praticar exercícios ao ar livre também pode usar os aparelhos de ginástica em dois pontos do parque. Quem gosta de andar de skate pode fazer uso da pista especialmente criada para manobras radicais. O parque tem churrasqueiras espalhadas em diversos pontos, quiosques, um lago e lá convivem espécies da fauna nativa. É muito comum durante a caminhada ou corrida que circunda o lago, ver esquilos atravessando a pista de um lado para outro.

A pelada do final de semana também está garantida. O parque tem um campo de futebol. As crianças também não ficam de fora. São três áreas com playground, além do museu de ecologia e um anfiteatro ao ar livre.

É muito comum ver grupo de pessoas praticando tai chi chuan na semana e nos finais de semana o forte são as prática de corrida e de bicicleta.

Próximo à entrada principal há um bosque da leitura. Nos finais de semana é possível ler jornais, revistas e livros, principalmente para crianças, que ficam disponíveis aos frequentadores. Aos sábados acontece uma tímida feira orgânica. Não há lanchonetes no parque. Água, refrigerantes e "petiscos" podem ser comprados de ambulantes autorizados que estão espalhados em alguns de seus pontos.

É permitido levar animais domésticos, desde que estejam, no caso de cães, em guias ou focinheiras, para os maiores ou aqueles mais bravos. O parque tem uma boa infraestrutura de banheiros, estacionamento e segurança. Há um bom número de vigias no parque. É possível vê-los em vários pontos, o que transmite sensação de segurança. 

Serviço

Av. Afonso de Sampaio Souza, 951, Itaquera.
Aberto todos os dias das 6h às 18h.
Site do Parque.
Há um estacionamento gratuito para veículos com entrada pela Av. Osvaldo Pucci, ao lado de um Distrito Policial.
Como chegar: linhas de ônibus 2522-10 Shopping C. L. Aricanduva – Vila Progresso. 3027-10 Shopping Aricanduva – Vila Minerva. 3406-10 Terminal Pq. D. Pedro II – Cohab Juscelino. 3760-10 Metrô Tatuapé – Jardim Cibele. 3760-42 Metrô Tatuapé – Jd. N. Sra. do Carmo e 3774-10 Metrô Tatuapé – Jd. Soares.

***
Por Patrícia Ribeiro. Parceira de conteúdo do São Paulo São com o blog Passeios Baratos SP



-->