Cobertura do Edifício Martinelli vai ganhar museu, restaurantes e bares - São Paulo São

A cobertura do primeiro arranha-céu de São Paulo, o Edifício Martinelli, será transformada em museu, com restaurantes e bares.

O 25º e o 26º andar abrigarão um espaço para receber estudantes e uma área de leitura, entre outras coisas. A ideia é reproduzir o conceito de prédios como o Rockfeller Center e o Empire State Building, ambos em Nova York, nos Estados Unidos.

O projeto deve ser concluído até o fim deste ano e as obras iniciadas em 2018 segundo publicou a Vejinha.

Confira algumas curiosidades sobre a histórica construção:

  • A planta original do prédio previa doze andares, mas, até 1934, foram erguidos trinta pavimentos.
  • Os últimos cinco andares abrigavam a residência  do comendador italiano Giuseppe Martinelli, idealizador da obra.
  • O edifício entrou em decadência nos anos 60 e chegou a ser palco de alguns crimes rumorosos.
  • Sob a administração do prefeito Olavo Setúbal, o local foi reformado e reinaugurado em 1979.
História

O primeiro arranha céu da América Latina, o Edifício Martinelli está localizado no centro de São Paulo entre as ruas São Bento, Av. São João e a Rua Libero Badaró 

O Edifício foi projetado pelo seu idealizador, o italiano Giuseppe Martinelli, em 1924 e simbolizou progresso da cidade. Mais de 600 operários trabalharam nas obras. A construção foi iniciada em 1924 e a inauguração aconteceu em 1929, com 20 andares. 

Com o passar dos anos, novos pisos complementaram a construção. O objetivo de Martinelli, contudo, era chegar aos 30 andares. A obra gerou muita polêmica, pois até então não havia nenhum prédio em São Paulo com grande altura. Na época, edifícios com mais de 10 andares eram considerados muito altos. 

Atualmente, o prédio é um dos principais símbolos arquitetônicos do Brasil, já foi ponto de encontro da alta sociedade paulistana. Por lá já passaram o Cine Rosário, barbearias, lojas, uma igreja e o luxuoso Hotel São Bento.


O Prédio Rosa que marcou São Paulo

Hoje, quando andamos pelas ruas do centro de São Paulo e perguntamos sobre o prédio Martinelli, temos como resposta o seguinte: “É aquele prédio rosa”. Próximo do gigantesco prédio do Banespa e do imponente Banco do Brasil, o Martinelli ainda é o mais querido prédio dos paulistanos.

O primeiro arranha céu da América Latina, o Edifício Martinelli está localizado no centro de São Paulo. Foto: José Cordeiro / SP Turis.O primeiro arranha céu da América Latina, o Edifício Martinelli está localizado no centro de São Paulo. Foto: José Cordeiro / SP Turis.Conhecido e querido, o Martinelli hoje é composto por 11 lojas na área externa. As lojas mais antigas são a Pacific Tur e a Ravil Canetas, ambas instaladas no condomínio desde 1954. Na parte interna, o edifício abriga a Secretaria da Habitação e de Planejamento, a Companhia Metropolitana de Habitação - COHAB, a Empresa Municipal de Urbanização – EMURB.

***
Da Redação.