Um roteiro com mais de 30 blocos para os foliões do carnaval de rua de São Paulo - São Paulo São

Se você pretende passar o feriado mais animado do ano na cidade de São Paulo, aproveite para tomar as ruas para festejar. Afinal, o que não vai faltar durante essa época do ano são blocos de carnaval puxando a multidão e fazendo a alegria dos foliões - moradores e turistas.

O ressurgimento do Carnaval de rua paulistano não aconteceu de repente. Com o passar do tempo, a festa foi aumentando. De acordo com especialistas, essa vontade de ocupar a rua com mais pessoas, em detrimento dos carros, fez crescer o Carnaval na cidade.


O carnaval de São Paulo já se tornou um dos mais animados do Brasil e para começar logo a folia é só escolher um – ou mais – entre os vários blocos de rua que prometem animar o Carnaval SP 2018. Confira o roteiro do Divirta-se!

Dia 3/2

Foto: Juliana Ariza.Foto: Juliana Ariza.

+ Alceu Valença (foto) está de volta com seu Bicho Maluco Beleza. No bloco, que estreou em 2015, o artista traz o clima da folia pernambucana, tocando frevos e seus grandes sucessos. Neste ano, Lia de Itamaracá, nome forte da ciranda, participa do desfile. Obelisco do Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Ibirapuera. Sáb. (3), 13h. Inf.:bit.ly/alceu2018

+ Para o seu sexto carnaval de rua em São Paulo, o bloco Casa Comigo terá cinco horas de desfile no sábado pré-carnaval. O repertório da festa vai de marchinhas tradicionais até músicas de Jorge Ben Jor e Gilberto Gil. Av. Brig. Faria Lima, 432, Pinheiros. Sáb. (3), 11h. Inf: bit.ly/casacmg

+ Criado em 2017, o bloco Beleza Rara será conduzido pela Banda Eva. No trio elétrico, o vocalista Felipe Pezzoni anima os foliões com sucessos do grupo e muito axé. Na concentração, a festa fica por conta do DJ Betinho. R. Gomes de Carvalho, 1.692, V. Olímpia. Sáb. (3), 13h. Inf.: bit.ly/BRara18

+ Homenageando Rita Lee, o Bloco Ritaleena (foto) faz dois desfiles. Músicas como ‘Lá Vou Eu’ entram no repertório ao lado de outros sucessos da cantora. R. dos Pinheiros com R. Antônio Bicudo. Sáb. (3), 14h. Pça. do Monumento com R. dos Sorocabanos, Ipiranga. 10/2, 14h. Inf.: bit.ly/rital2018 

Foto: Jal Vieira.Foto: Jal Vieira.

Está no Papo, com Elba Ramalho

A cantora Elba Ramalho estreia seu Trio Frevo Mulher em São Paulo. O desfile ocorre neste sábado (3), com concentração às 12h, na Avenida Pedro Álvares Cabral, em frente ao Obelisco do Ibirapuera. Elba (foto) conversou com o Divirta-se:

Como surgiu a ideia de desfilar em São Paulo? É como uma amiga minha paulista falou: não precisamos ir pra outro lugar curtir a festa, ficamos por aqui. São Paulo também aderiu ao carnaval. Esse desfile é uma vontade que eu tenho desde o ano passado.

É uma emoção diferente estar no trio? É um esforço dobrado, mas é um prazer enorme porque, em Pernambuco, no Galo da Madrugada, sou acompanhada por milhões de foliões.

Foto: Divulgação.Foto: Divulgação.O que você escolheu para cantar aqui? Para São Paulo, montei um repertório bem diversificado, com samba, xote, frevo, Chico Science e alguns sucessos da carreira. Vamos colocar os sons de todas as regiões do Brasil.

No mesmo dia do desfile paulistano, você canta à noite no Baile Municipal do Recife.
Como arranja fôlego pra fazer tanto em tão pouco tempo? Tem que ter uma saúde boa. Acabei de fazer um show no aniversário de São Paulo e, agora, estou descansando na praia, pra me recuperar.

O trio de Alceu Valença sai depois do seu. Como será o encontro de vocês? A gente tem uma afinidade e uma amizade; estamos juntos fazendo ‘O Grande Encontro’. Mas ainda não conversamos sobre o que podemos fazer para o carnaval.

Dia 4/2

+ O Gambiarra (foto) inicia o trajeto com Miro Rizzo e Madzoo, DJs residentes da festa homônima, tocando clássicos da música brasileira. O bloco terá ainda show de Tiago Abravanel (foto). Av. Brig. Faria Lima, 64, Pinheiros. Dom. (4), 14h. Inf.:bit.ly/Gamb18

Foto: Julio Salvo.Foto: Julio Salvo.+ Na 6ª edição do Pilantragi, criado em 2012, um grupo de 50 percussionistas participa do bloco, que também conta com a Banda Pilantragi; set do DJ residente da festa, Rodrigo Bento; e uma comissão de frente composta por mais de 40 mulheres. No repertório, ritmos como samba-reggae, afoxé e marchinhas. Av. Prof. Alfonso Bovero com R. Caraíbas, Perdizes. Dom. (4), 13h30. Inf.: bit.ly/Pil18

+ O bloco Os Capoeira tem à frente o percussionista e mestre de capoeira Dalua. O desfile inclui cantigas de capoeira e maculelê, além de homenagens a grandes mestres do samba. A sonoridade é sustentada por timbaus, congas e uma ala de berimbau. A atriz Marisa Orth (como porta-estandarte) e a cantora Maria Gadú participam da apresentação. Pça. da República. Dom. (4), 11h.

Foto: Marcos Credie.Foto: Marcos Credie.

+ O Monobloco (foto) vai para a avenida celebrando 18 anos com uma nova rainha de bateria, a cantora Mariá Pinkusfeld. Para o desfile de 2018, Moraes Moreira compôs, a pedido do grupo, a música ‘Amor de Carnaval’, lançada em janeiro. A bateria paulistana terá 150 ritmistas. Obelisco do Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Ibirapuera. Dom. (4), 14h. Inf.: bit.ly/mono2018

+ Já virou tradição: há 15 anos, o Cordão Carnavalesco Confraria do Pasmado sai na rua todo domingo pré-carnaval. Neste ano, o grupo promete trazer marchinhas, samba, axé e músicas de autoria do próprio bloco. Quem comanda a festa, durante seis horas de folia, são os oito músicos da banda e os 90 ritmistas que compõem a bateria. R. dos Pinheiros, 82, Pinheiros. Dom. (4), 13h.
Inf: bit.ly/cpasmado

Foto: Coletivo Clapp.Foto: Coletivo Clapp.

+ O Sargento Pimenta (foto) terá o tema ‘Felicidade, Uma Arma Quente’, em referência à canção ‘Happiness Is a Warm Gun’, da banda The Beatles. O bloco apresenta músicas do quarteto britânico com ritmos brasileiros – a bateria, com 80 pessoas, é regida por Felipe Reznik. Nesta edição, o grupo, criado em 2010, traz arranjos como o xote ‘Penny Lane’ e a ciranda ‘Yellow Submarine’. Av. Brig. Faria Lima com R. Chilon, V. Olímpia. Dom. (4), 8h. Inf.: bit.ly/SargP18

+ Fundado em 1998 pelo cantor Rodrigo Maranhão, o Bangalafumenga é um bloco carioca que veio para São Paulo em 2011. Nesta edição, recebe sua própria bateria, a Oficina de Percussão do Bangalafumenga, hoje composta por 240 integrantes. No repertório, arranjos com ritmos como maracatu, ciranda e samba. Av. Brig. Faria Lima com Av. Hélio Pellegrino. V. Olímpia. Dom. (4), 14h. Inf.: bit.ly/Bang18

+ Com o tema ‘É Proibido Proibir’ – uma referência aos 50 anos do Ato Institucional 5 (AI-5), de 1968 -, o Acadêmicos do Baixo Augusta terá nomes como Maria Rita, Tulipa Ruiz e a rainha do bloco, Alessandra Negrini (foto), que conduz ato em defesa da liberdade. O evento também apresenta uma performance teatral do grupo Satyros. R. da Consolação com Av. Paulista. Dom. (4), 14h. Inf.: bit.ly/AcadBA18

Foto: Acadêmicos do Baixo Augusta.Foto: Acadêmicos do Baixo Augusta.Dia 10/2

+ Após dois anos desfilando na Avenida 23 de Maio, o Agrada Gregos já definiu seu novo destino: o Obelisco do Ibirapuera. Com axé, pop e funk, a expectativa é atrair muita gente fantasiada para assistir aos shows do grupo de samba Adryana e a Rapaziada e da ex-loira do É o Tchan, Sheila Mello. Obelisco do Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Ibirapuera. 10/2, 13h. Inf: bit.ly/agregos

+ Grupo que estreou na folia paulistana em 2014, o Bloco Bastardo ocupará as ruas de Pinheiros em quatro desfiles, marcados para a semana do carnaval. Com marchinhas e muita música brasileira, a festa será comandada pela banda do próprio bloco e por seus instrumentistas de percussão e sopro. R. João Moura, 727, Pinheiros. 10, 11, 12 e 13/2, 14h. Inf: bit.ly/bbastardo

+ Para o Tarado Ni Você, a irreverência do carnaval se traduz na personalidade de Caetano Veloso. Com repertório composto por vários sucessos do cantor e compositor baiano – e permeado por outras músicas de ritmos como samba-reggae, ijexá e funk -, a festa trará seu primeiro single autoral, o funk ‘Profani’. Av. São João com Av. Ipiranga, Centro. 10/2, 10h. Inf: bit.ly/taradonivc18

DIA 11/2

Foto: Divulgação.Foto: Divulgação.+ Com uma bateria formada exclusivamente por mulheres, o Ilú Oba De Min (foto), criado em 2004, promove a cultura negra com ritmos de matrizes africanas e afro-brasileiras. Neste ano, o tema do bloco reverencia as mulheres quilombolas. R. Barão de Piracicaba, s/nº, Casa Verde. 11/2, 14h. Inf.: bit.ly/BlocoAfroIlú18

+ Com Sidney Magal – O Bloco!, o cantor estreia sua festa de carnaval. No repertório, hits de sua carreira, como ‘Sandra Rosa Madalena’, ‘Meu Sangue Ferve por Você’ e ‘Me Chama que Eu Vou’. O bloco marca os 50 anos de carreira de Magal. Pça. da República, s/nº, República. 11/2, 16h. Inf.: bit.ly/BlocoMagal

Dia 12/2

+ Formado por fãs de Gilberto Gil, Filhos de Gil estreia no carnaval paulistano tocando, exclusivamente, clássicos do cantor e compositor baiano. São dezenas de canções interpretadas por uma banda, que acompanha a bateria do bloco. R. Sena Madureira, 500, V. Mariana. 12/2, 14h. Inf: bit.ly/filhosdegil

+ Criado pelo músico Thiago França e pela chef Talitha Barros, o Espetacular Bloco da Charanga do França terá 60 músicos este ano. O repertório tem faixas dos álbuns da Charanga, além de sucessos de Anitta, Raça Negra e Michael Jackson. R. Imaculada Conceição, 151, V. Buarque. 12/2, 9h. Inf.: bit.ly/charanga2018

+ Outro estreante deste carnaval, o Forrozin é liderado pela cantora Mariana Aydar. No bloco, ela recebe os amigos Gilberto Gil, Mestrinho e As Bahias e a Cozinha Mineira. A ideia é celebrar o forró, com repertório composto por mestres do estilo, além de outros ritmos do nordeste. Av. São João com Av. Ipiranga, Centro. 12/2, 10h.

Dia 17/2

+ Claudia Leitte (foto) desfila com seu bloco Largadinho. Ela interpreta músicas como ‘Carnaval’, cuja gravação comemora seus dez anos de carreira solo. Av. 23 de Maio, Paraíso (na altura do Viaduto Santa Generosa). 17/2, 12h.

claudia leitteclaudia leitte+ O forró contagia o Rindo à Toa. Além da atração principal, o Falamansa, o grupo Dona Zaíra também se apresenta no bloco. Av. Brig. Faria Lima, 104, Pinheiros. 17/2, 14h. Inf:bit.ly/rindoatoa18

+ Com sua pressão percussiva, o grupo BaianaSystem traz o seu Navio Pirata. No trio, eles celebram as tradições da Bahia misturadas com a música eletrônica. Av. 23 de Maio, Paraíso (na altura do Viaduto Santa Generosa). 17/2, 12h. Inf.: bit.ly/navio2018

+ Beto Jamaica e Compadre Washington, as caras do É o Tchan, vêm da Bahia para mostrar seu CarnaTchan. Sucessos da banda, que atualmente roda o Brasil em uma turnê ao lado do grupo de pagode Molejo, devem animar os foliões paulistanos. Pça. Heróis da FEB, Santana. 17/2, 12h.

+ O Bloco Não Fica Boba promete muita música eletrônica. Com seis DJs escalados, o repertório é composto por música pop e brasileira, sempre em versões remixadas. A festa é encerrada com o violinista Thiago Guerra, que acompanha um dos set lists. Pça. Pateo do Collegio, 2, Centro. 17/2, 14h. Inf: bit.ly/nficaboba

Dia 18/2

+ O Bloco do Síndico homenageia Tim Maia. Ao todo, 27 faixas do artista serão tocadas pela banda e pela bateria do bloco. Pça. Edgar Hermelino Leite, s/nº, V. Olímpia. 18/2, 14h. Inf: bit.ly/sindico2018

+ Formada em 2009, a Orquestra Voadora é composta por mais de cem músicos. O bloco carioca traz à capital seu repertório de marchinhas, além de samba, rock e até trilhas sonoras de filmes e desenhos. Pça. da República, s/nº. 18/2, 14h. Inf.:bit.ly/OrqVoa18

Foto: Tiago Queiroz / Estadão.Foto: Tiago Queiroz / Estadão.

+ Com Daniela Mercury (foto), o bloco Pipoca da Rainha veio para São Paulo em 2016 e promete agitar de novo a cidade com os principais sucessos da ‘rainha do axé’. R. da Consolação com Av. Paulista. 18/2, 15h. Inf.: bit.ly/DanMercurySP18

Carnaval para crianças 

Confira as dicas de blocos infantis, pelo site bora.aí:

+ Com food trucks e muita música boa para brincar o carnaval com os pequenos, o bloco Fraldinhas e Alfinetes (foto) chega à sua 3ª edição – e vai animar, neste fim de semana, a região de Moema. A concentração ocorre em frente à Escola Morumbi. Av. Jandira, 781, Indianópolis. Sáb. (3), 10h/16h.

+ Idealizado pela cantora Kel Figueiredo e pelo ritmista Manoel Filho, o Bloquinho Gente Miúda traz músicas infantis de várias épocas, marchinhas tradicionais e canções autorais. Com a rua fechada para a festa, o tema deste ano será a marchinha ‘Leite Materno’. Av. Prof. Alfonso Bovero, altura do nº 546, Perdizes. 11/2, 10h.

Foto: Priscila Furuli.Foto: Priscila Furuli.+ O Bloquinho do Giz reúne ‘pequenos artistas’ no Minhocão, na entrada da Consolação. Além da fantasia, cada um deve levar seu próprio giz para um desenho livre no asfalto. E mais: uma folha de papel gigante convida todos a criarem, com guache, uma obra de arte coletiva. Elevado Presidente João Goulart. 18/2, 8h/12h.

+ Fundado em 2015, o Bloco Mamãe Eu Quero (foto) é formado por ritmistas fantasiados de personagens infantis. No repertório da Bateria Encantada, estão referências musicais como Cartola, Wilson Simonal e Gonzaguinha. R. Pedro da Costa, Perdizes. Sáb. (3), 10h/14h.

+ A Praça Elis Regina recebe o ErêTantã – O Bloco do Brincar. Fundado em 2014, o grupo de ‘arteiros ativistas do brincar’ resgata ritmos e jogos tradicionais. Este ano, o tema do bloco é ‘A Gente Não É Todo Mundo!’, abordando a diversidade. R. Pereira do Lago, Butantã. 17/2, 13h/17h.

+ Desfilando pelo 3º ano consecutivo, o Tindôtetê (foto) vai abordar a questão da desconstrução dos gêneros e do livre brincar na infância. A concentração será às 15h na Praça Rotary, e a saída está marcada para as 16h. R. Major Sertório, 524, V. Buarque. Sáb. (3), 15h/19h.

***
Por Humberto Abdo, Renato Vieira e Matheus Riga (especial para o Divirta-se Estadão)