'Venha viver a rua'; IED SP promove evento criativo na Virada Sustentável - São Paulo São


A Faculdade de Design celebra dez anos em São Paulo e convida população para ocupar criativamente uma das ruas mais charmosas da cidade.

Uma série de atrações vai marcar a Virada Sustentável no bairro de Higienópolis, mais especificamente na Rua Maranhão. Dezenas de atividades gratuitas e interativas podem ser conferidas no domingo, 30 de agosto, das 12h às 18h, no espaço externo e interno do IED.

Experiências gastronômicas, oficinas, laboratórios, encontros, caminhadas, passeios, espetáculos musicais, pesquisas e mobilidade urbana são alguns dos destaques da programação “Venha viver a rua”, apresentada pelo Istituto Europeo di Design - IED São Paulo, que comemora dez anos no Brasil. As atividades são uma iniciativa do NEX - Núcleo Exploratório de Pesquisa em Design da faculdade.

O evento faz parte da Virada Sustentável, que chega à sua quinta edição em São Paulo e envolve diversos conteúdos ligados à sustentabilidade. A região impactada pela ação do IED São Paulo reúne restaurantes, padarias, bancas de jornal, edifícios históricos, calçamento largo, arborização, importantes instituições de educação e muito mais.

Além do IED São Paulo, apoiam e participam da iniciativa o Hotel Tryp Higienópolis, o Hortifruti Higienópolis, o ristorante Roma, a Faculdade Cultura Inglesa, a padaria Aracaju.

Design de cidades

A ideia do “Venha viver a rua” surgiu a partir do projeto de pesquisa e requalificação urbana “Essa nossa Rua Maranhão”, desenvolvido por professores e alunos da faculdade e que conclui sua primeira etapa, com apresentação de pesquisa e infográficos da via pública.

A discussão sobre o (re-)design urbano é pauta hoje das cidades mais importantes do mundo e em São Paulo não poderia ser diferente. “O IED com suas 11 sedes na Europa e no Brasil, sempre instalado em distritos criativos, participa ativamente dos debates e propostas para qualificar os espaços urbanos e potencializar a colaboração entre os agentes da sociedade por meio do Design. Comemoramos nossos dez anos na capital paulista levando a faculdade para a rua”, afirma Victor Megido, diretor geral do IED Brasil,

Debora Carammaschi, diretora acadêmica do IED Brasil, explica que a Cultura do Design tem como proposta central melhorar a vida das pessoas. “A cidade, com seus sistemas sociais, econômicos, culturais e de serviços é o habitat por excelência do ser humano contemporâneo. Qualquer transformação parte do indivíduo, para se refletir em sua casa e então ganhar a rua”, complementa a educadora.

Placemaking

Projetos como “Essa nossa Rua Maranhão” fazem parte de iniciativas de placemaking, uma nova abordagem, prática e multidisciplinar, para o planejamento, design e gerenciamento de espaços públicos, atualmente em pauta nos centros urbanos com grande vocação criativa e empreendedora, como é o caso de São Paulo.

“Com a programação Venha viver a rua, convidamos a população da rua, do bairro e da cidade a se apropriar do espaço público e retomar a convivência como um modo prazeroso e participativo de construir novos conceitos de vizinhança”, destaca Mari Pini, coordenadora do NEX e curadora da iniciativa.

Nas atividades do “Venha viver a rua” o público é protagonista, chamado para fazer, atuar, experimentar, ver, sentir, aprender na rua, convivendo, numa reunião entre pessoas de todos os tipos, mas que compartilham o interesse pela comunidade – estudantes, ambientalistas, ativistas sociais, produtores culturais, designers, artistas, músicos, circenses, contadores de história, arquitetos, professores, donas de casa e profissionais de todas as áreas.

Venha andando, de bike ou de troleibus

A mobilidade será uma grande atração com passeios a pé, cortejo, oficinas e práticas de ciclismo, parklet, praças impossíveis, além do trólebus, transporte público sustentável elétrico.

Cortejo Prédios - IED / Design: Helena Sbeghen

Programação IED na Virada Sustentável

Viver a Rua > Coletivo NEX > ambientação de modos de aproveitamento do espaço urbano para o lazer informal com espontaneidade;

Pesquisa “Essa Nossa Rua Maranhão” > Coletivo NEX > resultado da pesquisa aplicada na Rua e sua continuidade;

Passeios > Cortejo > Bicicletas

Passeando com > Hey Sampa > passeios guiados pela rua explorando os marcos arquitetônicos da Rua e seus patrimônios históricos, visita à Vila Penteado, ao Condomínio Cinderela, à igreja Santa Teresinha, Colégio Sion e ao IED São Paulo;

Cortejo > Acunpuntura Urbana > atividades criativas para o convívio, cortejo organizado pelos alunos do

IED personificando ambientes e paisagem da Rua e sua história;

Bicicletas Ecológicas > MuzziCycles > passeios com bicicletas produzidas pelo artista e designer Muzzi.

Labs > Oficinas 

Lab São Paulo São > Memória Concreta > estúdio do Portal e marca São Paulo São na Rua com seu CEO, Mauricio Machado captando histórias dos moradores e cidadãos para ser publicado em formato de filmetes no portal e redes sociais. Helena Sbeghen ilustrará as entrevistas.

Lab Cidade >  Liquid Midia Lab | André Deak + Felipe Lavignatti > conversa aberta com o público e coletivos urbanos sobre questões da cidade online live streaming ou periscope.

Oficina Parklet > Mobilidade Urbana > criando parques em estacionamentos com Lincoln Paiva > conversa com os moradores sobre usos e benefícios dos parklets para sua possível implantação;

Oficina Crochê > Coletivo Agulha > através da apropriação dos instrumentais do bordado livre, propõe o resgate da memória afetiva do público para criar redes tecidas de cores para transformar a pele da cidade, vestindo árvores, postes, grades etc.;

Oficina Moda > Roupa Livre > Transformar e dar liberdade para as roupas que não são mais usadas. O movimento Roupa Livre conecta iniciativas e pessoas através de um novo olhar sobre o consumo;

Saborear | Desgustar

Feira Gastronômica > bikefoods e truckfoods variados com propostas gastronômicas diversas;

Feira Verdinova > Produtos ecosustentáveis > design + gastronomia + moda

Bebendo Saúde > Hortifruti > degustação de sucos e chás preparados pela equipe da

Ouvir | Escutar | Intervenções

Performance Multi-Artística  > Guilherme Folco MuLtiSamBofônico > o artista faz um show com sax e outros cinco instrumentos, faz malabares e com monociclo cria uma apresentação única, fundindo som, circo e representação;

Biblocirco > uma bicicleta biblioteca com palhaço, livros, jogos, brincadeiras encantará a Rua

“Praças (Im) possíveis” > Coletivo Bijari > bicicletas que se “transformam” em praças, dando a sensação de levar o espaço público ao lugar que se deseja.

Serviço:

“Venha viver a rua” na Virada Sustentável.

Dia: 30 de agosto, domingo das 12h às 18h.
Onde: Rua Maranhão altura do número 617 (entre a Avenida Angélica e a Rua Aracaju).

Sobre o Istituto Europeo di Design – IED

O Istituto Europeo di Design – IED atua nos campos de educação e pesquisa, em todas as áreas do Design – Estratégico, Produtos, Serviços, Interiores, Gráfico, Digital, Moda, Social e negócios relacionados. Em contínua expansão, suas 11 unidades – presentes no Brasil, Itália e Espanha – já formaram cerca de 150 mil profissionais, provenientes de mais de 100 países.

Em São Paulo, em sua sede no bairro de Higienópolis, como faculdade reconhecida e bem avaliada pelo MEC, oferece cursos de graduação, pós-graduação e extensão, assim como programas de atualização e formação avançada para empresas, entidades e governos. No Rio de Janeiro, abriu sua sede no edifício histórico já ocupado pelo cassino da Urca e pela TV Tupi, onde oferece cursos livres e de pós-graduação.

O São Paulo São apoia esta iniciativa.

Informações para a Imprensa:

Ricardo Peruchi / http://ied.edu.br/