2ª edição do Brasil Music Summit reúne talentos, show cases e negócios com foco no mercado externo

O evento, voltado para profissionais da música com foco na geração de negócios no exterior, contará com cerca quarenta palestrantes do Brasil e do mercado internacional. Além de palestras e workshops, representantes da música brasileira contemporânea vão se revezar nos showcases que integram o Festival BMS. Céu, Karol Conka, Luedji Luna, Maria Beraldo, Tássia Reis, Xênia França e Horoyá são alguns dos nomes que fazem parte do line-up.

A conferência faz parte de uma série de ações que a BM&A criou para fomentar a música como parte da economia criativa brasileira, uma indústria ainda com grande potencial de crescimento para geração de renda e empregos. A curadoria desta segunda edição é formada por uma comissão que inclui Leandro Ribeiro da Silva, diretor geral do BMS e gerente de projetos da BM&A, André Bourgeois, CEO da Urban Jungle, e Mário Di Poi, diretor executivo da Inputsom Arte Sonora.

Luedji Luna. Foto: Divulgação.

“Percebemos que poderíamos organizar um encontro aqui no Brasil, mas com foco em exportação. Isso está no DNA da BM&A há muito tempo, desde que iniciamos o projeto de exportação Brasil Music Exchange, em conjunto com a Apex-Brasil, em 2003. Além disso, existem muitos talentos e empreendedores da música não conseguem ainda participar de feiras internacionais. Então, nossa ideia é ampliar essas oportunidades e com potenciais compradores olhando 100% para nossa música, nos mais diferentes tipos de possibilidades de negócios”, comenta Leandro. E completa: “neste ano, traremos uma ampla delegação de convidados internacionais. Na primeira edição, em 2017, já tivemos um grande grupo, mas agora intensificamos ainda mais os perfis, incluindo programadores de festivais, bookers e selos, para a parte de live music, e supervisores musicais para a parte de sincronização e music branding. Também fizemos parcerias com marcas interessadas nesses mercados”.

Xênia França. Foto: Divulgação.

Para André Bourgeois, o BMS vai ter um papel de acelerador, de fomentar conexões entre a cultura da música brasileira e o mercado de fora. Acredito que, a cada ano, essa conferência vá crescer e apresentar resultados concretos de negócios, colocando no mapa internacional  novos artistas brasileiros, além de fomentar a entrada da nossa música no mercado de audiovisual e em festivais”, diz.

Brasil Music Summit acontece de 6 a 9 de fevereiro na Unibes Cultural. Imagem: Reprodução.

O line-up do Festival BMS vai contar com apresentações de vinte e três bandas e artistas brasileiros, que foram selecionados por uma curadoria de profissionais do mercado nacional e internacional: Pete Kelly, music supervisor da BT Sport Channel, Geoff Siegel, music supervisor na Fundamental Music, Jérôme Gaboriau, diretor de programação do Festival Les Escales, André Bourgeois, diretor de programação do BMS (live music), Mário di Poi, diretor de programação do BMS (sync e music branding) e Leandro Ribeiro da Silva, diretor geral do BMS e gerente de projetos da Brasil, Música & Artes (BM&A).

O festival será aberto ao público, que deverá fazer uma reserva online e chegar com uma hora de antecedência do primeiro show do dia para garantir o lugar.

Serviço

Brasil Music Summit
De 6 a 9 de fevereiro.
Unibes Cultural – Rua Oscar Freire, 2.500 (ao lado da estação Sumaré do metrô, na Linha 2-Verde).
Sumaré | São Paulo | Telefone: (11) 3065-4333.

***
Com informações namídia comunicação.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.