Arte em Cores estreia mural de 100m na Estação do Barreiro, em Belo Horizonte

Depois de produzir 27 novos murais artísticos descentralizados por Belo Horizonte, o projeto Arte em Cores segue para sua última etapa com a criação de um painel de 100 m² na Estação Barreiro, por onde passam diariamente cerca de 40 mil pessoas. Os transeuntes poderão apreciar o mural, a partir de 5 de agosto, com técnicas como graffiti, stencil, pintura e colagem, entre outras.

Para essa produção, os artistas que participaram da primeira etapa do projeto passaram por mais uma seleção, que contemplou um artista de cada uma das nove regionais de BH. A construção do mural foi realizada por nove artistas, sendo cada um deles morador de uma das nove regionais da capital. O trabalho foi realizado coletivamente e ainda contou com o acompanhamento de profissionais reconhecidos do campo das artes urbanas, como Davi DMS, Fhero e Lídia Viber, que atuaram como mentores ao longo de todo o processo. O projeto Arte em Cores BH é patrocinado pela Cemig, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, idealizado pelo Instituto Vivas e realizado pelo Instituto Odeon, pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Fundação Municipal de Cultura, e pelo Governo de Minas Gerais.

A Cemig, que é uma das maiores patrocinadoras de cultura do estado, participa dessa importante iniciativa desde o início. A diretora de Comunicação e Sustentabilidade da companhia, Cris Kumaira, ressalta que o incentivo permanente a projetos culturais permite que ações relevantes possam ter a continuidade necessária para se consolidarem e ampliarem seus benefícios para toda a população. “Graças ao patrocínio da Cemig, por meio das leis de incentivo cultural, projetos inovadores como o Arte em Cores podem se capacitar para ter uma atuação não só na cidade, mas também para se expandir e atingir outras regiões do estado e do país”, afirmou a diretora.  

Os artistas selecionados para esta etapa são: ART.V (Oeste); Bark (Venda Nova); Carol Smocowisk (Pampulha); Fresh (Barreiro); Julianismo (Nordeste); Magu (Leste); Mariana Marinato (Centro-Sul); Othu CLN (Norte); e Pimenta (Noroeste). “O painel coletivo é uma etapa importante do projeto. Dá aos artistas a oportunidade de trocar experiências ao mesmo tempo que gera aprendizados sobre o processo de criação compartilhada”, afirma André Amparo, coordenador do projeto.

O Arte em Cores BH visa descentralizar a produção artística, ativando diversos espaços expositivos em todas as regionais de Belo Horizonte. A primeira etapa do projeto realizou um chamamento público de artistas, selecionando três representantes de cada regional para a produção de obras em seus territórios. Ao todo, 27 artistas produziram murais e contaram com videoaulas sobre arte urbana, técnicas e suportes, além de mentoria para a produção de obra autoral.

A Secretária Municipal de Cultura, Eliane Parreiras, ressalta a importância de todo o processo do Arte em Cores BH. “A arte urbana é uma marca forte da cultura em Belo Horizonte em todos os seus territórios e que abrange uma cadeia produtiva propositiva, pulsante e criativa. A parceria da Prefeitura de Belo Horizonte com o Arte em Cores cumpriu, por meio do projeto, um trajeto de transparência, que passou pelo chamamento de artistas, seleção de propostas, criação de murais de diferentes técnicas em todas as regionais, e culminando na criação deste grande painel coletivo, colorindo com arte 28 variados espaços da capital. É uma parceria que cumpre e fortalece as Políticas Públicas de Acesso, Formação e Descentralização e Democratização para o setor”, diz a Secretária.

Sobre o Arte em Cores

O Arte em Cores BH é um desdobramento da iniciativa que já realizou duas edições nos estados do Pará e do Maranhão, com patrocínio do Instituto Cultural Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. O projeto se dedica à valorização das diversas expressões artísticas difundidas nas ruas, como grafite, estêncil e colagem. Seus múltiplos efeitos podem transformar a vida de pessoas e de comunidades inteiras, redesenhar as paisagens das cidades, desenvolver habilidades e talentos e promover a inclusão social. Em Belo Horizonte, o projeto estimula a descentralização da arte urbana, levando novas intervenções artísticas para todas as nove regionais da capital.

Texto originalmente publicado em: https://prefeitura.pbh.gov.br/noticias/pbh-e-arte-em-cores-bh-promovem-criacao-de-mural-de-100m2-na-estacao-barreiro

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found
Posts relacionados
Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.