Especialistas compartilharam perspectivas da IA inseridas na Economia Criativa

Em evento realizado pela Brasil-Flórida Business Council, Inc no último dia 21 de fevereiro, o webinar Criadores Digitais: A economia gerada pela inteligência artificial levou ao público as tendências e oportunidades na economia digital.

Mediado por Fernando Cariello, fundador do Cubo Start e membro do conselho e co-presidente do Comitê de Inovação e Tecnologia do Brasil-Florida Business Council, o debate reuniu importantes empreendedores que discutiram as tendências desse cenário digital.

De acordo com Sueli Bonaparte, presidente fundadora da organização, a revolução digital e a ascensão da IA estão remodelando o cenário econômico global. “Um tema importante para a economia brasileira, e que leva apoio aos empreendedores com essas oportunidades que hoje existem com a inteligência artificial e com os avanços tecnológicos”, afirmou.

Segundo Fernando, a tecnologia trouxe para perto da pessoa a capacidade de fazer coisas que antes, só empresas faziam. “A gig economy empodera a pessoa a ser sua própria empresa e gerir seu próprio negócio com tecnologia.”

Essa convergência entre tecnologia e criatividade está impulsionando uma nova onda de inovação e oportunidades, moldando o futuro da economia digital. Na visão de Maurício Benvenutti, sócio da StartSe, escola de negócio internacional que conecta profissionais brasileiros com o polo de inovação pelo mundo, a inteligência artificial está remodelando a maneira como os criadores de conteúdo digital trabalham e prosperam. Em suas falas, ele ressaltou que a tecnologia não apenas oferece novas ferramentas e plataformas para a expressão criativa, mas também abre novas oportunidades de negócios e modelos de receita.

Durante o evento, Benvenutti enfatizou a importância dos criadores de conteúdo digital entenderem e aproveitarem as capacidades da inteligência artificial para impulsionar sua criatividade e alcance. Ele compartilhou exemplos de empresas e profissionais que estão adotando estratégias inovadoras, e as inúmeras soluções e tipos de modelos de linguagem que podem servir para para produção e personalização de conteúdos e análise de dados para identificar tendências de mercado.

“A Inteligência Artificial não é de hoje e já existe há muito tempo. Seu acesso foi democratizado de uma forma absurda nesses últimos anos, assim como acontece com toda a parte de tecnologia e isso causa uma mudança na nossa leitura em relação a quem é o nosso competidor, porque ele pode estar em qualquer lugar. Se você não estiver usando inteligência artificial, você está deixando passar uma grande oportunidade de poder aprimorar em algum aspecto o que você faz.”

Marcelo Moscato, CEO da Alboom desde 2016, apresentou insights sobre a interseção entre a gig economy e a revolução digital, especialmente no contexto da economia criativa.

Uma das observações feitas por Moscato foi sobre o papel da tecnologia na capacitação de profissionais independentes, como fotógrafos, videomakers e designers, ressaltando como a acessibilidade e a aplicabilidade da inteligência artificial utilizada pela Alboom estão ajudando esses profissionais a expandirem seus horizontes de negócios e alcançarem novos patamares de faturamento, graças a uma ferramenta que simplifica a capacidade de entrega e os torna mais competitivos no mercado.

Ao falar sobre a importância da adaptação e da agilidade no atual cenário de transformação digital, Moscato pontuou a necessidade de revisitar constantemente o roadmap de desenvolvimento de produtos e serviços. Além disso, acredita que a rapidez com que novas tecnologias e modelos de negócios surgem, exige-se cada vez mais uma abordagem ágil e proativa por parte das empresas, caso contrário, corre-se o risco de ficarem para trás no mercado altamente competitivo da economia criativa.

Encerrando o painel, Arquimedes Ferreira, co-fundador da Alboom descreveu os desafios e as oportunidades encontradas ao longo de sua jornada na criação e expansão da Alboom, reforçando como a tecnologia evoluiu significativamente durante o período, tornando mais acessível e viável a implementação de soluções baseadas em inteligência artificial.

Ferreira mencionou plataformas como Amazon, Google Cloud e Microsoft, como facilitadoras essenciais nesse processo, permitindo que empresas como a Alboom desenvolvam e integrem IA em seus produtos de forma rápida e eficiente.

Diante desse cenário acredita ser fundamental a adaptação e agilidade diante das mudanças tecnológicas. E destacou como alguns profissionais podem inicialmente sentir-se intimidados ou resistir à adoção de novas tecnologias, mas enfatizou a necessidade de superar esses obstáculos e abraçar as oportunidades que a inteligência artificial oferece.

Para Arquimedes, a inteligência artificial desempenha um papel vital no aprimoramento das operações diárias da Alboom e de seus clientes, oferecendo recursos avançados, como a geração e desenvolvimento de textos com estilos e características próprias e a ferramenta de reconhecimento facial criada, que visa otimizar o trabalho de quem precisa lidar com uma grande quantidade de dados e imagens, proporcionando maior eficiência e precisão em suas tarefas.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found
Posts relacionados
Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.