Estudo aponta desafios de pequenas empresas na indústria

Em estudo publicado pelo portal da indústria, com dados do Panorama da Pequena Indústria, apontou sobre o cenário do terceiro trimestre de 2023, no qual empresários de pequeno porte na indústria de transformação destacaram a elevada carga tributária como o principal desafio enfrentado, representando 38,8% das assinalações.

Ainda sobre o relatório, foi apontado que para a indústria da construção, a carga tributária ocupou a terceira posição, citada por 23,4% dos empresários. O documento informa também que a demanda interna insuficiente, habitualmente uma questão de destaque, ocupou a segunda posição para a indústria de transformação, representando 27,4% das assinalações. Dados do relatório mostram que houve uma queda de 5,0 pontos percentuais na transição do segundo para o terceiro trimestre, indicando uma possível mudança na importância percebida de outros problemas no período.

O documento publicado pelo Portal da Indústria, aponta que, no segmento da construção, as altas taxas de juros mantiveram-se como o principal problema, com 34,7% das citações. Para a indústria de transformação de pequeno porte, segundo o relatório, as taxas de juros caíram para a quinta posição, assinaladas por 21,7% dos empresários. Dados do estudo apontam que a competição desleal, incluindo informalidade e contrabando, ocupou a terceira posição para a indústria de transformação (24,5%) e a segunda posição para a construção (25,8%), demonstrando, segundo o relatório, a necessidade de ações para promover uma concorrência justa e coibir práticas prejudiciais à competição e ao mercado.

José Antônio Valente, diretor da empresa de franquia de aluguel de ferramentas Franquias Trans Obra afirma que os dados revelados pelo estudo no terceiro trimestre de 2023 apontam desafios enfrentados por empresas de pequeno porte na indústria de transformação e que precisam de soluções efetivas para o setor. A carga tributária, como pode ser conferido no estudo, surge como o principal obstáculo, assinalada por 38,8% dos entrevistados. “É importante compartilhar a preocupação com essa realidade, reconhecendo a importância de abordar questões tributárias para fortalecer a competitividade e o crescimento sustentável do setor”.

O relatório divulgado, que pode ser acessado através do link no início da matéria, apresentou dados sobre a falta ou alto custo de trabalhador qualificado, que emergiu como um desafio para as empresas, ocupando a quarta posição no ranking tanto para a indústria de transformação (22,9%) como para a construção (22,6%). Esse índice, segundo o estudo, representa o maior percentual já registrado na série histórica. A combinação de competição desleal e a falta de trabalhadores qualificados destaca-se, conforme apresentado pelo relatório, como um desafio multifacetado enfrentado pela pequena indústria no terceiro trimestre de 2023.

Perguntado sobre o assunto, José Antônio afirmou que diante desse panorama, é fundamental adotar estratégias que promovam o desenvolvimento de habilidades e atração de profissionais qualificados, garantindo a sustentabilidade e competitividade da pequena indústria e impulsionando o crescimento e a inovação.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found
Posts relacionados
Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.