Indústrias de bebidas inovam com soluções sustentáveis no uso da água

Criado em 1992 durante Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (Eco-92), o Dia Mundial da Água tem o objetivo de promover a conscientização sobre a relevância da água para a sobrevivência da humanidade e a importância do uso sustentável desse recurso. Por isso, alinhadas aos interesses da sociedade, empresas de bebidas têm atuado de forma responsável na utilização do recurso e vêm se comprometendo com a proteção e recuperação dos ecossistemas relacionados à água.

É o caso da Coca-Cola FEMSA Brasil, que recupera e reutiliza a água da produção de bebidas e, consequentemente, reduz o consumo em suas plantas. A exemplo da unidade de Marília, no interior do estado de São Paulo, são realizados vários processos, entre eles, a captação de água da chuva para a utilização em atividades como a lavagem de pátios, banheiros e vestiários, limpeza de maquinários e jardinagem, evitando a necessidade da utilização de água potável para estes fins.

Entre as estratégias da unidade em Marília, a água dos rinsers (máquinas para o envase) é recuperada e reutilizada, resultando em uma menor demanda de captação e reduzindo também o impacto sobre a estação de tratamento de esgoto. Mensalmente, recuperam-se cerca de 300 m³ de água, o equivalente a 300 mil litros. Nos processos dos rinsers das linhas de PET, 2 mil m³ são recuperados (2 milhões de litros).

No novo centro de distribuição na região do Grande ABC, considerado um benchmark de inclusão e acessibilidade ao iniciar suas operações com 50% das posições ocupadas por mulheres e PCDs, utiliza-se sistema de prevenção de enchentes com duas caixas de retenção pluvial que, juntas, têm capacidade para armazenar 410 m³. Os reservatórios, construídos para receber apenas água de chuva, também operam com mecanismo de controle de vazão no sistema de saneamento público.

Alinhamento global no uso racional da água

Os engarrafadores de bebidas sabem que a água é o principal ingrediente dos produtos consumidos por seus clientes. Ao mesmo tempo, é importante ressaltar como esse recurso compartilhado é relevante para a prosperidade econômica e social. Por isso, Coca-Cola FEMSA, em colaboração com a Fundação FEMSA, atua para melhorar a qualidade de vida das comunidades, ajudando a fornecer água segura, melhorar o saneamento e promover educação sanitária com estratégia integrada baseada em três pilares:

1 – Monitorar a eficiência do uso da água nas unidades

O programa “20 Principais Iniciativas para Economizar Água” incentiva o consumo eficiente em todas as unidades de produção, realizando desde a detecção e eliminação de vazamentos, passando pelo uso do recurso nas unidades de engarrafamento, até a implementação de sistemas de recuperação. “Atualmente, devolvemos ao meio ambiente mais de 100% da água que usamos para produzir as nossas bebidas no Brasil, na Colômbia, no México, na América Central e na Argentina”, explica Craig. Além disso, as unidades contam com certificação ISO 14001.

2 – Promover acesso à água segura e saneamento para as comunidades

São realizados projetos para melhorar a qualidade de vida das comunidades, ajudando a fornecer água segura, a melhorar as condições de saneamento e a promover educação sanitária. Embora a Fundação se envolva profundamente no início de cada projeto, todas as iniciativas visam fornecer às comunidades os elementos necessários para que possam seguir com as ações de forma sustentável no longo prazo.

3 – Fomentar a reposição e a conservação dos fundos de água

Em sintonia com as metas de sustentabilidade das Nações Unidas, a Coca-Cola FEMSA reconhece a água como um recurso natural essencial, e é por isso que combina esforços para fornecer água potável e acessível, além de proteger e recuperar os ecossistemas hídricos.

Diante da complexidade e da importância da conservação e da reposição, a empresa atua para fortalecer os fundos de água e conservar as bacias hidrográficas com iniciativas sustentáveis, por meio de alianças com diversos grupos de interesse.

Junto com a Aliança Latino-Americana de Fundos Hídricos — integrada pela The Nature Conservancy (TNC), Fundação FEMSA, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Fundo Global para o Meio Ambiente -, busca-se promover a segurança hídrica da região, garantindo acesso sustentável à água de qualidade, em quantidades suficientes para sustentar a vida humana e promover o desenvolvimento socioeconômico. Os fundos de água são iniciativas colaborativas que buscam garantir a suficiência desse recurso.

Por meio de alianças estratégicas, é possível colaborar para melhorar as condições de saneamento, através da limpeza de acumulações de água como praias, áreas úmidas e manguezais. Além disso, contribui-se com diversos recursos para repor os corpos de água, lançando mão de planos de reflorestamento e gestão de bacias hidrográficas.

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found
Posts relacionados
Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.