Mercado de beleza e estética gera oportunidades para empreendedoras

Uma pesquisa realizada pelo Euromonitor International, identificou o Brasil como o quarto maior mercado de beleza e cuidados pessoais do mundo, estando o país atrás somente dos Estados Unidos, China e Japão. Concomitantemente, o levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizado com 49 nações, apontou que o Brasil é o sétimo país com o maior número de mulheres empreendedoras.

A presença massiva das mulheres no empreendedorismo nacional, somada à força do setor de beleza e estética no país, colaborou para a constituição de um cenário no qual muitas mulheres decidem empreender no setor da beleza. No Brasil, nas áreas de moda, beleza, alimentação fora de casa, serviços e estética estão concentradas 70% das empreendedoras, de acordo com a Rede Mulher Empreendedora.

Julia Cecilia, CEO da MicroLash Academy, empresa especializada em Micropigmentação & Cílios, avalia o atual cenário do setor de estética no Brasil como um dos que mais teve avanços nos últimos anos, sendo uma ótima opção para aqueles que pensam em empreender. “Esse mercado já é um dos maiores do mundo, e nem mesmo a pandemia conseguiu afetar a forte expansão nos últimos anos. O setor da estética e da beleza movimenta bilhões de reais em seus diversos subsegmentos, gerando emprego, renda e desenvolvimento em todas as regiões do país. De acordo com diversas pesquisas, a indústria da beleza cresceu quase 6% no último ano e deve continuar crescendo de forma vigorosa nos próximos anos”.

Durante as fases críticas da pandemia, que se iniciou em 2020, mulheres recorreram ao empreendedorismo como alternativa de renda, ao passo que, junto a esse movimento das empreendedoras, houve crescimento do segmento de beleza nesse mesmo período.

Com o avanço do segmento, a busca por cursos que possibilitem o oferecimento de serviços por aqueles que desejam iniciar no ramo é observada pela CEO da MicroLash, que também lida com os cursos profissionalizantes e de extensão universitária chancelados pelo MEC. A especialista pontua que “para conseguir uma boa colocação no mercado de estética do nosso país, é importante buscar qualificações que possam agregar valor à sua profissão. Os profissionais da área precisam ter uma excelente qualificação, para que possam exercer sua função de forma correta, sobretudo porque os procedimentos afetam diretamente a imagem pessoal das pessoas, pois lidamos com a auto estima delas”. 

Julia ainda acrescenta que essa capacitação profissional é mais uma grande oportunidade para quem busca se destacar e se especializar na área com o diferencial de conquistar um Certificado de Extensão Universitária reconhecido pelo Ministério da Educação.

Observando que, atualmente, as mulheres ocupam a linha de frente dos empreendimentos no mercado da beleza e estética, Julia acredita que a capacitação na área traz e continuará a trazer mudanças significativas para muitas pessoas. “A formação é uma etapa essencial para todos que desejam seguir alguma das vertentes de carreira que o mercado oferece, e é necessário que o profissional tenha uma carreira abrangente, capaz de transitar entre os vários procedimentos, produtos e protocolos, capazes de otimizar os resultados e os investimentos feitos”, finaliza.

Mais informações disponíveis no Instagram @microlash.academy

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found
Posts relacionados
Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.