Vinil “Leve” é lançado no mercado fonográfico

O cantor e compositor Adriano Rocha e a cantora Kaise Helena celebram a chegada do álbum “Leve”, no formato vinil, projeto aguardado pelo duo desde o início do ano. Totalmente autoral, o trabalho terá lançamento com live show no dia 18 de outubro (quarta-feira), às 20 horas, com transmissão pelo canal da dupla no YouTube. 

Na sequência, a agenda dos artistas prevê shows presenciais no Distrito Federal, Goiás e na Bahia. Este primeiro lançamento da dupla foi realizado pelo Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC-DF). 

O novo vinil chega ao mercado fonográfico de Brasília (DF) simultaneamente à divulgação dos resultados de um levantamento da BPI (British Phonographic Industry – associação de negócios da indústria fonográfica britânica). Segundo a Music Week (Reino Unido), a pesquisa indica que foram 3,9 milhões de álbuns vendidos em LP em 2023 até o final de setembro, o que aponta um aumento significativo de 13,2% nos nove primeiros meses de 2023. Os dados impactam o mercado fonográfico do mundo todo. “Em diversos países, o movimento em prol do vinil é uma realidade crescente”, destaca o músico Adriano Rocha.

Criação e conquista

Adriano Rocha revela que gravar o álbum “Leve” em vinil foi a realização de um sonho. “Desde criança, o vinil sempre fez parte da minha vida. Comprei meu primeiro LP, “Nação”, da Clara Nunes, aos oito anos, e hoje, 40 anos depois, ele está em perfeito estado de conservação”, conta Rocha.

Alinhavado por influências pontuais da música brasileira dos anos 1970, “Leve” apresenta oito faixas: “Nova Aurora”, “Nosso Jardim”, “Só com você”, “Leve”, “Nosso Love”, “Feita para Nós”, “Outros Amores” e “O melhor de mim”. Entre os temas abordados estão o amor agênero, o cotidiano, a natureza e a amizade, tratados com linhas melódicas que evocam referências do movimento Tropicalista, da psicodelia nordestina, das nostálgicas canções de amor que embalaram a década de 1980, do reggae brasileiro do grupo Cidade Negra, do Movimento Tribalista e da nova MPB.

Lançado no meio on-line em outubro de 2022 nas plataformas digitais Spotify, Deezer e YouTube, o álbum tem inspiração e intenção de “deixar as pessoas leves, felizes, cantando por aí”, entrega Adriano Rocha, que além de compor e cantar, assina os arranjos e a direção musical junto com o guitarrista, baixista e violonista Cláudio Truzzi. “O trabalho autoral na vida de um artista é a origem do novo. É dar continuidade à arte e é deixar um legado”, destaca Rocha.

Baiano radicado em Brasília desde 1995, o violonista Adriano Rocha criou o Duna Duo em 2021, junto com a cantora brasiliense Kaise Helena, também atriz, bonequeira, professora de teatro e de musicalização para crianças. A parceria nasceu quando Kaise se apresentou com voz e violão no lançamento do livro “Histórias Atormentadas”, de Ana Vilela, amiga que apresentou os dois. “O Duna Duo nasceu do amor à música, à arte, às pessoas e à liberdade”, afirma o cantor, que lançou seu primeiro álbum em 2019 (“Onde tem vagabundo, o capeta não encosta”).

Suas experiências musicais incluem dividir o palco com João Bosco e fazer abertura de shows para artistas como Tom Zé, Chico Cézar, Alceu Valença, Geraldo Azevedo, Xangai e Jorge Mautner. O músico apresenta um programa musical voltado a artistas do Distrito Federal e é diretor-geral do programa ArteFato, ambos transmitidos pelo YouTube.

Formada em Artes Cênicas pela Universidade de Brasília (UnB), Kaise Helena dedica-se à música brasileira e à canção latino-americana, além de ser apaixonada por teatro de bonecos. A cantora tem participação em mais de 30 espetáculos e trabalhos acadêmicos voltados para o Teatro de Bonecos Popular do Nordeste (Iphan/UnB). É criadora do Duo Caldera, com Ricardo Rúbio, direcionado à produção musical latino-americana. Ela também atua paralelamente como professora da Secretaria de Educação do Distrito Federal e integra o “Coletivo é o Bicho!”, que cuida de cães e gatos abandonados na cidade de Olhos d’Água/GO. Para Kaise, “a melhor forma de ouvir o disco ‘Leve’ é no carro, na estrada, indo para o trabalho, com os amigos, dançando só na sala, espreguiçando na rede, com os pés na grama, na areia da praia ou ao redor de uma fogueira”.

A ficha técnica do álbum ainda inclui: o baterista Deth Santos, o tecladista Gregoree Júnior, o gaitista Marcos Cabrera e Deniel Moraes nos efeitos especiais. O disco foi gravado, mixado e masterizado no Studio G2D Produções, em Brasília, por Deniel Moraes e masterizado no Studio Refinaria, por Allan Pinho.

Para saber mais:
youtube.com/@DunaDuoLeve
www.instagram.com/duna.duo/
Spotify

Tags

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
No data was found
Posts relacionados
Categorias

Cadastre-se e receba nossa newsletter com notícias sobre o mundo das cidades e as cidades do mundo.

O São Paulo São é uma plataforma multimídia dedicada a promover a conexão dos moradores de São Paulo com a cidade, e estimular o envolvimento e a ação dos cidadãos com as questões urbanas que impactam o dia a dia de todos.