BuZum! leva o teatro onde o público está - São Paulo São

Quando aquele ônibus todo colorido, de fundo verde, estaciona na frente da escola, a excitação toma conta da criançada.

É o teatro chegando e com ele a possibilidade de viajar no tempo, mergulhar num mundo mágico e desconhecido, fazer contato com realidades inimagináveis. A paixão que move quem vive dessa arte contagia os pequeninos, como uma marca a ser carregada para o resto de suas vidas. E foi exatamente essa paixão que levou Beto Andreeta a conceber o BuZum!, um teatro itinerante sobre rodas.

Montado num ônibus, equipado com ar-condicionado, palco e acomodações para uma plateia de 50 crianças, guardadas as devidas proporções, o BuZum! apresenta-se em creches, escolas públicas, parques e praças. Em 6 anos,  fez 6 mil apresentações para 300 mil expectadores em 900 escolas públicas de 250 cidades de 8 estados brasileiros. No início, havia um ônibus, três atores, um técnico e um motorista. Hoje, a equipe mais do que triplicou para dar conta dos três ônibus da companhia, que cortam o país de Norte a Sul levando teatro gratuito para crianças a partir de 3 anos. “Sou apaixonado pelo teatro de bonecos desde que tinha 18 anos”, diz Beto Andreeta.
 
Interior do ônibus do Buzum! tem espaço para até 50 crianças na plateia. Foto: Marcia Minillo.Interior do ônibus do Buzum! tem espaço para até 50 crianças na plateia. Foto: Marcia Minillo.
A companhia tem oito espetáculos no repertório, sete para crianças e um para adolescentes. Para o público infantil, o mais recente é “Energia”, que mostra os diferentes meios de produção da energia elétrica no país. As outras peças são: “Darwin Br”, sobre a passagem do naturalista inglês Charles Darwin pelo Brasil; “Filhotes do Brasil”, que trata da relação entre pais e filhos; “Mundo Português”, sobre a língua portuguesa; “O Mundo é uma Bola”, sobre a história do futebol; “13 Gotas”, sobre a água, e “Máquinas, sobre os meios de transporte. “Intolerância”, que trata de preconceitos, é o único para adolescentes.

Embora o grupo tenha uma preocupação pedagógica, os espetáculos não são necessariamente didáticos, mas os temas são explorados em sala de aula com o material especialmente preparado para o professor por uma consultoria pedagógica. Além disso, as crianças recebem um teatro de papel para montar, com os personagens, e um livro com a história da peça em quadrinhos.
 

A influência de Garcia Lorca

Beto Andreeta se encantou pelo teatro de bonecos na Itália, onde passou por um período de estudos no Os sócios Beto, Mariane e Jackson. Foto: Arquivo Pessoal.Os sócios Beto, Mariane e Jackson. Foto: Arquivo Pessoal.Movimento dos Focolares, organização cristã da qual fazia parte, que prega o diálogo entre as religiões, a fraternidade e a paz no mundo, e incentiva entre os jovens as atividades ligadas à música e ao teatro.

De volta ao Brasil, juntou-se ao Teatro Ventoforte, dirigido por Ilo Krugli, e, com ele e outro mestre, Osvaldo Gabrieli, mergulhou no universo do poeta e dramaturgo espanhol Garcia Lorca, que escreveu vários textos para o teatro de bonecos e que percorria a Espanha com o seu caminhão e sua trupe, a “La Barraca”, para levar cultura às feiras e aldeias rurais do país.

“Esse impulso saltimbanco tomou conta de mim”, diz Andreeta, um dos fundadores da Pia Fraus, companhia que tem uma história de sucesso e é reconhecida dentro e fora do Brasil, tendo se apresentado em mais de 20 países. Foram do Pia Fraus também seus dois sócios no BuZum!: a atriz e produtora Mariane Gutierrez e o administrador Jackson Íris.

Nas viagens que fez ao exterior com a companhia, Andreeta teve a oportunidade de ver muitos modelos de teatro de bonecos, em trailers e caminhões. “Foi aí que tive a ideia de montar o teatro em um ônibus”, diz. “Foi a realização de um sonho.” O BuZum! nasceu como um projeto da Pia Fraus, mas ganhou vida própria e hoje é totalmente custeado por meio de leis de incentivo à cultura.
 

***

Por Marina Izidoro no Sampa Inesgotável em parceria de conteúdo com o São Paulo São.

 


APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio