Colunistas - São Paulo São

São Paulo São Colunistas

Fiz festa no “Zoom” com os amigos, reclamei da vida para alguns outros, briguei e desbriguei com o patrão e “Ele”, o quartinho, lá. Foto: Zoom / Divulgação.Fiz festa no “Zoom” com os amigos, reclamei da vida para alguns outros, briguei e desbriguei com o patrão e “Ele”, o quartinho, lá. Foto: Zoom / Divulgação.

Já manchei dois vestidos com Cândida, como num workshop de batik e o quartinho lá.

No distrito de Évora, foram instalados sinais de trânsito que alertam os condutores para o perigo de atropelarem sapos. Foto: Circula Seguro. No distrito de Évora, foram instalados sinais de trânsito que alertam os condutores para o perigo de atropelarem sapos. Foto: Circula Seguro.

Atenção: sapos na pista! No meio da pandemia e da quase onipresença do Corona na imprensa, nos grupos de whatsapp e em todas as redes sociais, o leitor poderia achar que este alerta é de mais uma praga invadindo a cidade. Mas não. É que nesta semana as estradas portuguesas ganharam uma nova sinalização que, entre tantas placas mais “convencionais”, tem uma ilustrada com um simpático sapinho, alertando o motorista para uma possível travessia de anfíbios diante dele. Então, quando estiver circulando por aqui, cuidado com os sapos na estrada. Ah, e também com os linces ibéricos, que também receberam uma placa só pra eles. As novidades fazem parte da primeira grande revisão do Regulamento de Sinalização de Trânsito, em linha com o Plano Nacional de Segurança Rodoviária. Em 2019, o número de mortos nas estradas portuguesas (472) caiu 7% em relação ao ano anterior, mas o total de acidentes e de feridos graves aumentou 3% no mesmo período, tendência que se mantém desde 2014.

Um dos pontos de inflexão no modo de ver as cidades, por exemplo, o livro Morte e vida das grandes cidades, de Jane Jacobs, seria publicado apenas em 1961, quando Brasília já tinha um ano. Foto: Joana França.Um dos pontos de inflexão no modo de ver as cidades, por exemplo, o livro Morte e vida das grandes cidades, de Jane Jacobs, seria publicado apenas em 1961, quando Brasília já tinha um ano. Foto: Joana França.

Ao completar 60 anos, Brasília continua chamando a atenção. Ninguém parece ficar indiferente aos defeitos e qualidades da primeira cidade contemporânea a se tornar Patrimônio Cultural da Humanidade. No aniversário da capital brasileira, escolhemos falar da caminhabilidade, para mostrar que as polêmicas sobre a falta de urbanidade têm razão de ser.

'Saturno devorando seu filho', Peter Paul Rubens, 1636-1638. Acervo: Museo Nacional del Prado. (*1)'Saturno devorando seu filho', Peter Paul Rubens, 1636-1638. Acervo: Museo Nacional del Prado. (*1)

As mitologias tiveram papel fundamental na construção das culturas ocidentais. Com suas histórias sem começo, meio ou fim, sem tempo e sem lugar, elas desprezam os limites exigidos pela racionalidade e permitem que nos apropriemos de suas narrativas, colocando-as em nosso tempo e nosso lugar. Mitos não são fatos – eles 'acontecem' dentro (e fora) de nós, celebrando o eterno por meio do temporal, o permanente por meio do circunstancial, o absoluto pelo fragmentado, o necessário pelo contigente. É por sua verdade psicológica, e não pela histórica, que os mitos têm tamanha capacidade de adesão.

Países como a Itália e a França, bem castigados com o vírus, já impuseram grandes restrições ao uso da bike. Foto: UCI / Divulgação.Países como a Itália e a França, bem castigados com o vírus, já impuseram grandes restrições ao uso da bike. Foto: UCI / Divulgação.

Para muitos, essa nem é uma questão: o negócio é ficar em casa. Mesmo assim, o tema “bike nos dias de Coronavírus” é responsável por acaloradas discussões em centenas de grupos e comunidades virtuais que sigo, bem como em reuniões do poder público para decidir novas políticas e procedimentos neste mundo de quarentena. Então, pedalo ou não pedalo? A minha magrela está paradinha na garagem, até porque eu realmente a usava principalmente para o lazer e o turismo. Não necessitava pedalar para ganhar dinheiro e nem fazia o circuito casa-trabalho-casa. Mas sei que para muitos a bicicleta não é “apenas” lazer, descobertas, viagens, turismo...

APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio