Colunistas - São Paulo São

São Paulo São Colunistas

 

Foto: CBC / CA.Foto: CBC / CA.Eu certamente não estarei por aqui para confirmar. Também não estarão a maioria de vocês que me leem agora. Então não digam, em 2100, que lá naquele distante ano de 2020, quando a fake news era encontrada até em receita de bolo, eu espalhei mentiras porque queria criar pânico com aquele tal de coronavírus. Mas vamos lá: daqui a 80 anos, tudo indica que alguns países vão ser metade que são hoje, em termos de população. O estudo publicado na revista The Lancet e reproduzido em partes pelo jornal Público, mostra o começo do fim lá pelo ano de 2064, quando atingiríamos o pico da população mundial, com 9,7 bilhões habitantes. De lá até 2100, um bilhão de pessoas, em todo o planeta, deixariam de estar entre nós. Quem sou eu para questionar os pesquisadores, mas não sei nem se chegamos até lá...

 

Cerca de 41% das calçadas em São Paulo não têm a largura mínima exigida por lei. Foto: Chantal Brissac.Cerca de 41% das calçadas em São Paulo não têm a largura mínima exigida por lei. Foto: Chantal Brissac.

A foto acima mostra uma rua em um bairro considerado “nobre” em São Paulo, o Jardim Europa, mas a calçada não é nada chique. Mal dá para uma pessoa passar ali, ainda mais se estiver acompanhada ou empurrando um carrinho de bebê.

Alighiero Boetti, "Untitled", 1987 :: Neue Gallery, Kassel :: Foto: Christie's.Alighiero Boetti, "Untitled", 1987 :: Neue Gallery, Kassel :: Foto: Christie's.

O título deste texto foi roubado de um dos livros mais apaixonantes de Umberto Eco. 'A vertigem das listas', publicado no Brasil em 2010, dá continuidade a um projeto editorial que teve início com 'História da Beleza' e 'História da Feiúra' (ambos também disponíveis em português) e, assim como seus antecessores, consiste de um ensaio crítico acompanhado de uma antologia literária e de uma belíssima seleção de trabalhos artísticos, que ilustram e ancoram os textos apresentados.

 Se quiser conhecer Portugal pelos caminhos de ferro, é só subir na magrela e se aventurar pelo país. Foto: Aveiro Tours. Se quiser conhecer Portugal pelos caminhos de ferro, é só subir na magrela e se aventurar pelo país. Foto: Aveiro Tours.

Uma das melhores maneiras de conhecer uma cidade é, sem dúvida, caminhando. Ou, claro, sobre uma bicicleta. Já rodei muito aqui por Portugal, principalmente de Aveiro em direção ao norte. E quando vejo que o desafio é grande demais, ponho a bike no comboio e divido o percurso entre a magrela e o trem. E por falar em trem e em pedaladas para desbravar o país, nada mais lindo do que encarar as Ecopistas, longos trechos criados por onde antes circulavam os vagões. O que era trilho, virou trilha para bicicleta. E aqui em Portugal há muitos trajetos de Ecopistas.

E lá foram os pais de primeira viagem e os bebês, rumo à Itália. Foto: Anthony Doerr.E lá foram os pais de primeira viagem e os bebês, rumo à Itália. Foto: Anthony Doerr.

Após voltar da maternidade com a esposa e seus gêmeos recém-chegados, o escritor americano Anthony Doerr descobriu que recebeu um prestigioso prêmio da Academia Americana de Artes e Letras: uma bolsa que incluía ajuda de custo, um apartamento e um estúdio para escrever na Itália.

APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio