A feirinha do Bixiga continua linda - São Paulo São

Fazia tempo que eu não percorria a feirinha dominical do Bixiga, na Praça Dom Orione.

O mercado de antiguidades a céu aberto cresceu, avançou pelas calçadas dos arredores e se transformou num verdadeiro tem de tudo um pouco.

Alguns comerciantes tradicionais, os quais também marcam presença, aos sábados, na Praça Benedito Calixto, continuam com as suas barracas e os “valiosos” achados à disposição dos clientes exatos que pagarão pelos preços das “raridades”.

Uma visita atenta permite encontrar algum produto de valor guardado na memória, mesmo que a sua autenticidade não seja tão fiel. Na década de 1980 adquiri lá uma cômoda preservada até hoje.

Para além das centenas de quinquilharias disponíveis para os diversos perfis de consumidores e de poder aquisitivo, o bacana é comer “umas porpeta” no Bar Adoniran, que funciona só no domingão.

Trata-se de um prêmio de consolação para o caso de você não encontrar nada de atraente para comprar, e sentir-se “obrigado” a tomar “umas geladas”, com lágrimas de frustração, enquanto “iscuita” os sambas inesquecíveis do nosso querido autor e intérprete do antológico “Trem das onze”, e de tantos outros sucessos imortais, os quais vivem com doçura em nossos corações. Por aqui, fico. Até a próxima.

***
Leno F. Silva é diretor da LENOorb - Negócios para um mundo em transformação e conselheiro do Museu Afro Brasil. Editou 60 Impressões da Terça, 2003, Editora Porto Calendário e 93 Impressões da Terça, 2005, Editora Peirópolis, livros de crônicas


APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio