Luiz Melodia: o ‘Negro Gato‘ vivo para sempre - São Paulo São

Recentemente revi a edição do Programa Ensaio, da TV Cultura, com Luiz Melodia. Em quase uma hora de exibição, tive a oportunidade de ouvir interpretações intimistas dos seus grandes sucessos, com aquela voz inconfundível que permanecerá viva entre nós para todo o sempre. Luiz Melodia fala da vida, canta alguns de seus principais sucessos, num lindo programa de 1993, com direção de Fernando Faro.


Por conta do seu falecimento no início de agosto, foi enorme a quantidade de “homenagens” a esse grande talento da MPB nascido no Morro de São Carlos, publicadas no Facebook com reproduções de trechos dos seus shows e de suas canções marcantes. O músico lutava contra um câncer na medula. Chegou a fazer um transplante de medula óssea e resistiu ao procedimento, mas não respondeu bem à quimioterapia, infelizmente.

Uma das publicações que vi, registrou o duo dele com Cássia Eller, cantando “Juventude transviada”. Uma combinação feliz de dois intérpretes poderosos, que viveram da música com dignidade e deixaram gravadas performances maravilhosas, as quais resistirão aos tempos.

Algumas canções de Melodia foram gravadas e cantadas por outros artistas: Gal, (Pérola Negra), Maria Bethânia (Estácio, Holly Estácio), Jards Macalé (Farrapo Humano), e Zeca Pagoginho (Poeta do Morro). No show que deu origem ao DVD “Luiz Melodia Convida”, de 2002, Elza Soares e o Negro Gato fazem uma interpretação maravilhosa de “Fadas”.

Nos final dos anos 1980 tive a felicidade de assistir a uma apresentação de Luiz Melodia no Teatro Castro Alves, em Salvador. Foi a primeira e a única vez que o escutei ao vivo. Graças às facilidades tecnológicas, de vez em quando o revisito via apresentações disponíveis no Youtube ou em outras plataformas musicais.

O programa conduzido por Faro (1927-2016), a que me referi no iníco, tem uma direção aconchegante e intimista, que privilegia o “close” e a manifestação sincera do entrevistado. No Ensaio, a música é o prato principal, com depoimentos que “costuram” os silêncios antes das respostas e as canções interpretadas. 

Naquela atmosfera de afeto, Luiz Melodia, além de excepcional letrista de voz única, evidenciou com ternura, humildade e gratidão, outras belezas de sua personalidade e de ser humano digno, verdadeiro, e companheiro, que trilhou os caminhos da música com absoluta fidelidade, respeito e dedicação.

Como os gatos têm sete vidas, ele viveu apenas uma delas, e tomara que, para a nossa alegria, venham outras com o mesmo talento e dedicação. Por aqui, fico. Até a próxima!

E para quem quiser assistir, aqui está a íntegra do Programa Ensaio com Luiz Melodia. Uma melodia! 


***
Leno F. Silva é diretor da LENOorb - Negócios para um mundo em transformação e conselheiro do Museu Afro Brasil. Escreve às terças-feiras no São Paulo São.

 



APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio





 
 
APOIE O SÃO PAULO SÃO

Ajude-nos a continuar publicando conteúdos relevantes e que fazem a diferença para a vida na cidade.
O São Paulo São é uma plataforma que produz conteúdo sobre o futuro de São Paulo e das cidades do mundo.

bt apoio