Quando liquidificadores, armas, lideranças e lama se encontram - São Paulo São

É um balaço direto, pelo menos para Meg Wheatley, coach, escritora, professora e pesquisadora de práticas organizacionais. Ela trabalha com a formação de lideranças para grandes corporações ao redor do mundo desde 1973. Em palestra recente, disparou:

“Nesse momento em que sentidos, valores e respeito pelo humano desmoronam ..., gostaria de convocar todas os líderes para que recuperem o sentido da liderança como um fundamento criador de possibilidades e humanidade. Precisamos de líderes, em todos os setores da sociedade, com uma missão acima do interesse próprio, aspirando ser firmes e confiáveis para além de crises e fracassos, ... comprometidos com as pessoas e suas causas. Precisamos de líderes que reconheçam o mal que está sendo feito ao planeta e as pessoas por meio de práticas que dominam, ignoram, abusam e suprimem o espírito humano.”

E, como se tratava de um evento para coaches, Meg detona:

“Devido a essas necessidades, nós coaches desempenhamos um papel primordial no apoio aos líderes comprometidos de fato em manter seu lugar no desenvolvimento do espírito humano.”

A mira é certeira:

Quem você escolhe ser?

Cuidado; a resposta não é uma decisão imediata. 

Há questões que exigem o silêncio para que haja o tempo da ressonância interna.

A consciência começa no corpo físico. 

É a inteligência intrapessoal que está em jogo:

O que te motiva escolher ser o que você é?

É você quem decide, ou apenas faz parte da manada?

Qual é a dimensão do impacto das suas ações em sua vida?

Qual o impacto de suas ações na vida daqueles que te rodeiam?

O jogo é do autoconhecimento. O gol, a escolha do seu papel no percurso.

Sete princípios formam a essência da liderança relacionados pelo pensador e filósofo chinês Confúcio na obra 'Os Analectos'. Imagem: ReproduçãoSete princípios formam a essência da liderança relacionados pelo pensador e filósofo chinês Confúcio na obra 'Os Analectos'. Imagem: Reprodução

Os princípios são sete*:

  1. autodisciplina.
  2. autoconhecimento.
  3. espírito de equipe.
  4. exemplo.
  5. objetivo.
  6. realizações.
  7. responsabilidade.

É o preparo e o arsenal.

O objetivo é a autoliderança.

Tudo o que fizer hoje, resultará na sua lida amanhã.

É o fundamento da timeline. 

Uma timeline de movimento feroz. Há que ser rápido e criativo.

Olhando para frente sem esquecer de contemplar os lados.

No horizonte a sua frente podem estar metas, sonhos, desejos e objetivos, mas, se você não contemplar os lados, a medida em que você dá uma passo a frente, objetivos, metas, sonhos e desejos se distanciam no horizonte permanecendo apenas como imagem.

Se você não contemplar os lados, não contemplará a única saída: 
O humano!

*Os sete princípios que formam a essência da liderança relacionados por Confúcio (551 e 479 a. C.) na obra 'Os Analectos'.

***
Adi Leite é coach formado pela sociedade brasileira do coaching, fotógrafo e jornalista.